Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora será entregue aos presidentes do Senado e da Câmara

As centrais sindicais INTERSINDICAL, CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, UGT e CSB farão a entrega da plataforma amanhã, dia 20, ao presidente do Senado e à presidência da Câmara.

O ato contará com a participação das sete centrais signatárias do manifesto, além do DIEESE, que coordenou os debates.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail em nossa newsletter.

Para a Intersindical é um momento de registrar a posição dos trabalhadores e trabalhadoras e registrar sua profunda objeção ao projeto que prevaleceu no Congresso Nacional, após o golpe de 2016.

A Reforma Trabalhista, Terceirização, a Emenda Constitucional 95, as privatizações e a tentativa de entregar a Previdência Social para os bancos, impôs um retrocesso de quase cem anos nas garantias e direitos dos trabalhadores.


Saiba mais:

→ Eleições 2018: votar em quem defende a classe trabalhadora e a soberania nacional
→ Centrais sindicais realizam lançamento da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora


Como a Intersindical denunciou, a Reforma Trabalhista não objetivava a geração de novos empregos, mas sim, precarizar ainda mais o mercado de trabalho, transformando os nossos empregos em bicos.

A Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora está sendo debatida nas categorias e é parte das construções da luta que as centrais planejam chamar para o dia 10 de agosto.

Além da entrega para a presidência do Congresso Nacional, as centrais deverão apresentar a plataforma para todas as candidaturas, partidos e sociedade, afim de exigir o compromisso de todas as candidaturas em torno dessas propostas.

Para a intersindical, além de debater com as candidaturas e a sociedade, é preciso intensificar as campanhas nas bases, lavando as informações para os trabalhadores e trabalhadoras acerca dos atuais parlamentares nas medidas de retrocessos.

Quem votou, não volta!

Milhões e milhões de trabalhadores serão alertados e receberão materiais alertando para os partidos e parlamentares que votaram a favor dos retrocessos. Nossa tarefa é impedir a continuidade da cadeira desses traidores que votarão contra os direitos dos trabalhadores, contra a justiça do trabalho e na tentativa de desmontar o movimento sindical.

Baixe a Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

Clique na imagem abaixo e faça download da plataforma na íntegra.

Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora 1


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

Facebook Intersindical

Instagram Intersindical

YouTube Intersindical

Twitter intersindical

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail em nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários