DESTAQUES

salario-minimo-bolsonaro

Fim da valorização do salário mínimo: 48 milhões de pessoas são duramente atingidas

Segundo o Dieese, sem o repasse da variação do PIB e apenas com a reposição da inflação, como propõe agora Jair Bolsonaro, o valor atual do salário mínimo seria de R$ 573,00. Atualmente, cerca de 48 milhões de pessoas recebem remuneração correspondente ao salário mínimo, como assalariados, aposentados e pensionistas, trabalhadores por conta-própria, domésticos.

MP 873: Maia se compromete com nova redação 

As centrais sindicais foram recebidas ontem pelo presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia. O parlamentar reconhece que a Medida Provisória 873 editada pelo governo Bolsonaro é um mecanismo para impedir a organização sindical e, apesar das diferenças que ele tem com o movimento, considera que essa medida não é nada razoável para um país que se quer democrático.

Resoluções

Resolução sobre os Povos do Campo

Como um tsunami de rejeitos tóxicos que destrói sonhos, comunidades, rios, animais, contaminam o mar infectam os corais e de forma indelével marca a vida do planeta em nome do perverso acúmulo do capital, das mineradoras, do agronegócio, da especulação financeira.

Notas

Moção de solidariedade à Reitora Maria Valéria Corrêa, da UFAL

Moção de solidariedade à Reitora Maria Valéria Corrêa, da UFAL

Os delegados e delegadas do 2º Congresso Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora se solidarizam com a companheira Maria Valéria. Recebemos com surpresa a notícia do pedido de prisão da companheira, pleiteado pela Associação de Docentes da UFAL (ADUFAL) e pelo Sindicatos dos trabalhadores da UFAL (SINTUFAL), contra a reitora Maria Valéria e membros da sua gestão.

Top