Acordo fechado: Governo vai pagar R$ 40 milhões a cada deputado que aprovar reforma da Previdência

Compartilhe

40 milhões para aprovar Reforma da Previdência

Em nome do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), o ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) que deixará a articulação política após a aprovação da reforma da Previdência, fechou acordo para viabilizar a sua votação até a primeira quinzena de julho.

Segundo o Painel da Folha, o acerto foi firmado na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e mobilizou líderes e dirigentes dos principais partidos, incluído o Centrão que foi atacado nas ruas pelos manifestantes que foram defender o governo Bolsonaro.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

O governo teria se comprometido a empenhar e liquidar cerca de R$ 20 milhões em emendas, dos 40 milhões prometidos, ainda neste ano.

Os outros R$ 20 milhões de reais seriam liberados até as eleições municipais do ano que vem, o que favoreceria os deputados que apoiarem a reforma da Previdência nessas disputas.

O acordo gera um desequilíbrio na disputa eleitoral e nada mais é do que o corriqueiro toma lá da cá tão combatido por Bolsonaro que convencionou denomina-lo de velha política.

Fonte: Revista Fórum

[wd_hustle id=”social-icons-fim-de-texto” type=”social_sharing”]

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Trabalhadores Químicos decidem pelo Fora Bolsonaro
Trabalhadores Químicos decidem pelo Fora Bolsonaro
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários