fbpx

Se você não lutar, sua aposentadoria e direitos trabalhistas podem acabar

Saiba mais:
→ Vídeo (3 min.): Wagner Moura e Povo Sem Medo explicam a reforma da Previdência
→ Vídeo (2 min.): Desmascarando a Farsa do Rombo da Previdência
→ Baixe o Jornal da Reforma da Previdência
15 de março: Tomar as ruas contra o desmonte da Previdência!
 15 de março: parar contra o desmonte da previdência, a terceirização e o fim dos direitos trabalhistas


Dia 15/03: chegou a hora de cruzar os braços em defesa dos direitos. Rumo à greve geral

O governo Temer e a maioria dos deputados estão dispostos a acabar com seus direitos sociais e trabalhistas. Querem impedir a grande maioria das pessoas, principalmente as mulheres e os trabalhadores rurais, de ter acesso à aposentadoria. 65 anos para mulheres e homens se aposentar, exigência de 49 anos de contribuição e outras medidas nefastas tornariam letra morta o seu direito à aposentadoria.

As mudanças propostas pelo governo ilegítimo trazem prejuízos enormes ao conjunto da população brasileira, atingindo inclusive os pequenos e médios comerciantes e produtores, que perderão a principal fonte de receitas que move a economia popular. Apenas os banqueiros e grandes empresários ganham com essas alterações.

Além de desmontar a previdência, o governo promete para os próximos dias, também, votar a terceirização irrestrita para todas as atividades e ramos da economia, além de tentar aprovar a chamada reforma trabalhista, que visa acabar com as garantias e direitos estabelecidos pela CLT.

Por isso, a Intersindical Central da Classe Trabalhadora, em conjunto com a Frente Povo Sem Medo e outras entidades e organizações convocam para o próximo dia 15 de março uma grande mobilização em defesa da aposentadoria e dos direitos trabalhistas. Em todo o país, [email protected] cruzarão os braços e farão grandes manifestações populares.

Além de paralisar sua atividade, de se somar às manifestações de rua, é fundamental conversar com todas as pessoas, esclarecer os fatos e desmentir as falsas informações que a mídia veicula. É fundamental, também, pressionar os deputados federais para que votem contra essas medidas que acabam com seus direitos.

Que fique claro: o deputado que votar contra os direitos do povo nunca mais vai ter o voto das trabalhadoras e trabalhadores.

No dia 15/03 vamos realizar um grande dia nacional de paralisações, com grandes manifestações nas ruas e praças de todo o Brasil. Rumo à greve geral em defesa da aposentadoria e dos direitos trabalhistas. Chega de terceirização e precarização.

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se em nosso canal no YouTube

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top