SindSaúde/SC pede assinatura de entidades contra o leilão da sede do sindicato por processo de 1996

SindSaúde/SC pede assinatura de entidades contra o leilão da sede do sindicato por processo de 1996

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

O SindSaúde/SC está buscando a assinatura de entidades representativas de diversas categorias em uma carta aberta à governadora interina Daniela Reinehr. O documento tem por objetivo suspender o leilão em andamento da sede do sindicato em Florianópolis, penhorada por conta de uma ação do governo do estado contra uma greve de 1996.

Para assinar, as entidades devem acessar: bit.ly/AbaixoAssinadoSindSaudeSC 

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

O documento completo você confere abaixo:

Punir profissionais de saúde que garantem atendimento à população é cruel. Governadora, não seja a responsável por isso!

A categoria dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde é referência na luta em defesa da saúde pública e na garantia de acesso a esse direito social à população. Neste momento de pandemia, que já se prolonga há mais de um ano, os trabalhadores e trabalhadoras da saúde têm exercido papel fundamental na linha de frente do combate à pandemia, colocando suas próprias vidas em risco.

Em Santa Catarina, os trabalhadores e trabalhadoras da saúde representados pelo SindSaúde/SC estão sob risco de perder a sede de sua entidade. Isso porque o Governo do Estado pediu e a Justiça determinou o leilão da sede como punição por uma greve realizada em 1996. De forma cruel, enquanto a categoria recuou de suas mobilizações no último ano para assegurar atendimento à população, o governo do estado articula um ataque frontal à categoria e a sua entidade.

Frisa-se que havia, naquela época, acordo de encerramento de greve que incluía a retirada do processo, coisa que foi descumprida sistematicamente pela Procuradoria Geral do Estado e pelos governos que se sucederam desde então. Nesse tempo em que o processo estava tramitando na justiça, novas taxas e juros foram acrescentadas no processo.

Vale ressaltar que o prédio está localizado em uma região com grande interesse no mercado imobiliário e o leilão do imóvel parece pretender beneficiar construtoras às custas dos profissionais de saúde e da saúde dos catarinenses. É isso mesmo Governadora? Essas são as prioridades deste governo? No momento mais duro do último século para os profissionais de saúde, punir e arrancar o patrimônio construído com recurso desses trabalhadores e trabalhadoras, colocando à leilão a sede da entidade sindical que os representa, é uma atitude cruel.

Governadora Daniela Reinehr, não seja a responsável por punir profissionais de saúde que lutam em defesa da saúde pública em Santa Catarina, não carimbe essa marca no seu currículo! Maltratar aqueles que salvam vidas, que enfrentam unidades de saúde lotadas, que todos os dias olham nos rostos dos quase 400 pacientes que estão à espera de leito de UTI e precisam dizer que ainda não há vaga, não é justo e demonstra um profundo desrespeito pela saúde e pelos seus trabalhadores e trabalhadoras. Onde está o discurso de que reconhecem o esforço dessa categoria? É esse o “reconhecimento” e “valorização” que o governo defende?

O SindSaúde/SC está buscando, mais uma vez, negociar a suspensão deste ataque. Reforçamos esse coro e pedimos que seja aberto um processo de negociação que evite a punição desses trabalhadores e trabalhadoras da saúde. É inadmissível que o governo se aproveite do momento em que a atenção dos profissionais de saúde está voltada a atender as demandas da população, no trabalho incansável dentro de cada unidade de saúde para atacar a categoria.

Todo apoio às trabalhadoras e trabalhadores da saúde!
Pela imediata negociação com o SindSaúde/SC!

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigos
Mais recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários