Resolução de Balanço da Intersindical

  1. A Intersindical Central da Classe Trabalhadora é resultado de um longo processo, principalmente a partir de 2006 na batalha para reorganizar a nossa classe com base no classismo, com coerência e independência política frente a patrões, partidos e governos. Em 2014, realizamos o congresso nacional de fundação e em 2016, o primeiro Congresso da Central.
  2. Ao longo desses anos, nossa Central participou de todas as lutas importantes no país, buscando sempre construir a unidade das diversas organizações. Além de fortalecer as diversas lutas imediatas da classe trabalhadora por melhores salários e direitos, nossa Central se engajou na luta contra o ajuste fiscal iniciado no final de 2014, ainda no governo Dilma. Em 2015, ao lado do MTST, fizemos todos os esforços na construção da Frente Povo Sem Medo reunindo distintas organizações numa potente frente social e política. Também em 2015 participamos de grandes mobilizações, com destaque para as lutas contra a terceirização e precarização do trabalho.
  3. Realizamos nosso 1° Congresso em 2016, em meio a crise política e a iniciativa golpista que levou ao impeachment da presidenta Dilma. Apesar das diferenças e de não ter feito parte da base de sustentação dos governos presididos pelo PT, a Intersindical não titubeou em somar na resistência ao golpe que destituiu a presidente Dilma sem crime de responsabilidade.
  4. Ainda em 2016, já sob o governo golpista de Temer, estivemos na linha de frente da luta contra a PEC do Teto dos Gastos que tenta desmontar o setor público e o papel social do Estado. Em 2017, estivemos na linha de frente da construção da greve geral de abril e demais mobilizações, em particular contra a reforma da previdência e trabalhista. Em 2018, a derrota do projeto da reforma da previdência deu fôlego para seguirmos na resistência aos ataques ao serviço público, aos direitos trabalhistas e ao patrimônio público, que seguiram estando no centro da atuação da nossa Central.
  5. Em 2018, participamos ativamente do processo eleitoral defendendo um programa de anulação dos retrocessos impostos pelo governo Temer e de adoção de medidas estruturais para alterar as condições de vida da classe trabalhadora brasileira. O processo eleitoral de 2018 ficou marcado na história brasileira, elegendo um congresso ultraconservador e levando a  Presidência um fantoche dos interesses internacionais.
  6. Nos dois primeiros meses de governo Bolsonaro, já comprovaram o que a Intersindical tinha denunciado durante o processo eleitoral. A proposta de contrarreforma da Previdência, a declaração do presidente de que as relações de trabalho devem beirar a informalidade, o fim do Ministério do Trabalho não deixam dúvidas sobre seu projeto de desmonte do Estado, dos direitos e da soberania nacional.
  7. A Intersindical é parte desse movimento de resistência democrática. Ainda somos uma pequena Central, mas diante desses desafios e dessa conjuntura de grandes mudanças e incertezas, temos sido capazes de definir uma linha correta, de nos posicionar na linha de frente, nas fileiras da luta da nossa classe e temos jogado toda nossa capacidade para contribuir com a mobilização e unidade da classe trabalhadora e suas organizações políticas e sindicais no enfrentamento aos golpistas e a seu novo governo.
  8. Nossa Central cumpre um papel singular na luta de classes do nosso país, porque tivemos capacidade de romper com a conciliação de classes e ao mesmo tempo não cair no esquerdismo que mais confundiu e paralisou nossa classe nos últimos cinco anos. O sucesso do Seminário Internacional que acabamos de realizar é resultado desta capacidade de posicionamento político diante da conjuntura de maior agressão do capitalismo nos tempos de hoje. A emancipação da classe trabalhadora e de todos os setores oprimidos da sociedade prescinde de uma central sindical com as características da nossa Intersindical.

 

São Paulo, 17 de março de 2019.

2º CONGRESSO DA INTERSINDICAL  CENTRAL DA CLASSE TRABALHADORA


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

*

Top