Do luta à luta: o descaso com a COVID mata mais que as guerras

Compartilhe

Dia 7 de agosto será o Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Vida e em denúncia aos quase 100 mil mortos vítimas do Covid-19.

O Brasil é vítima do pior governo de sua história. O descaso e perversidade do Presidente da República tem gerado um custo em vidas superior a muitos conflitos armados.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Por exemplo, na Guerra do Afeganistão foram mortos 21 mil civis, desde 2001, o número de mortos no Brasil é 5 vezes maior, e já chegam a praticamente 100 mil pessoas que perderam a vida em 5 meses.

Em denúncia a esta tragédia, centenas de entidades sindicais e sociais convocaram o DIA DE LUTO, DIA DE LUTA, que acontecerá na próxima sexta-feira, 07 de agosto, e contará com ações simbólicas nas principais cidades do país além das ações nas redes sociais.

O objetivo é chamar a atenção para a responsabilidade do Governo Bolsonaro no crescente número de mortes em decorrência da pandemia. Óbitos que poderiam ser evitados com aplicação de medidas sanitárias adequadas em conformidade com o padrão internacional.

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora e demais entidades sindicais promoverão neste dia paralisações nos locais de trabalho e outros atos simbólicos.

Dia 07 de agosto o Brasil irá se unir no Luto, em respeito aos que perdemos, mas em Luta para que a morte não siga em frente.

#ForaBolsonaro

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Rita Lima, na Abertura dos Congressos dos Bancos Públicos
Rita Lima, na Abertura dos Congressos dos Bancos Públicos
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários