fbpx

Cuba: CTC reafirma a disposição da classe trabalhadora na luta por sua nação livre do imperialismo 

Central dos Trabalhadores de Cuba (CTC)

Intersindical no 21º Congresso Internacional da Central dos Trabalhadores de Cuba (CTC)

A Central dos Trabalhadores de Cuba (CTC), realizou seu XXI Congresso entre os dias 20 a 24 de abril, em Havana. Fundada em 1939, a Central sindical cubana completa 80 anos com a firme disposição de seguir lutando por uma sociedade sem exploração e por sua nação justa, soberana, solidária e socialista.

Reunindo trabalhadoras e trabalhadores de todo o país, inclusive do trabalho no setor não estatal, a CTC realizou um grande congresso, com intensos debates e ampla participação da classe trabalhadora desde os locais de trabalho, nas sessões do congresso até as instâncias máximas de direção da sua organização sindical. 

Convidado pela direção da CTC, o Secretario Geral da Intersindical Edson Carneiro Índio fez parte da delegação internacional que acompanhou o evento. 

A efetiva participação democrática dos trabalhadores nos debates e nas decisões sobre os rumos do país, e também do seu combativo movimento sindical, fica mais uma vez demonstrada. 

A CTC e o conjunto da classe trabalhadora cubana demonstraram plena consciência do que se passa na ilha e no mundo, com o recrudescimento da política imperialista de Trump, o reforço do criminoso bloqueio econômico imposto ao povo, a ofensiva contra o povo venezuelano e seu processo bolivariano de mudanças, a agenda reacionária e antipopular de Bolsonaro, a importância da resistência e da luta sindical, social e política em todo o mundo para derrotar os planos do imperialismo e do capital financeiro internacional.

Presente em todos os centros de trabalho, a CTC demonstra vitalidade e forte conexão com as trabalhadoras e trabalhadores nas bases, inclusive sobre as dificuldades enfrentadas pelo povo, dificuldades advindas principalmente do bloqueio ilegal e assassino do império norte-americano que impactam fortemente o desenvolvimento econômico da pequena e resistente ilha caribenha. 

Diante da inaceitável guerra econômica levada a cabo por Donald Trump contra Cuba, a classe trabalhadora daquele país se prepara, mais uma vez, para resistir aos tempos difíceis que podem resultar das medidas imperialistas.

“A Intersindical reafirma seu rechaço aos planos de Trump e manifestamos nossa solidariedade e compromisso com a soberania e autodeterminação do povo cubano”, afirma Edson Carneiro Índio, que aproveitou a estada na ilha para agradecer pelo extraordinário papel desempenhado pelos médicos cubanos no Brasil. 

Sob o lema “Unidade, compromisso e vitória”, o XXI Congresso da CTC reconduziu o companheiro Ulisses Guilarte à Secretaria Geral da vibrante organização sindical cubana, elegendo também uma representativa direção para o próximo período. 

Além das questões que afetam o povo e a economia cubana, as delegadas e delegados ao congresso da CTC demonstraram seu internacionalismo solidário, expresso principalmente no apoio ao povo e ao governo da Venezuela, na luta por Lula Livre e na defesa da autodeterminação dos povos em todo o mundo.


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top