SINTEPP: Chacina em Pau D’Arco é crime de responsabilidade do Governo do Pará

pau d'arco

Saiba mais:
→ Com 10 executados no PA, Brasil tem 25 mortos em chacinas no campo em 40 dias


O dia 24/05, ficará registrado como uma data histórica, não apenas como mais um dia de lutas contra os poderosos que saqueiam os cofres públicos. Muitos ainda virão.

No dia em que o golpista, conspirador e ilegítimo Michel Temer lançou mão de um Decreto autorizando o emprego das Forças Armadas para a “Garantia da Lei e da Ordem no Distrito Federal”, ocorria em Pau D’arco, município da região sul do estado, mais uma chacina de trabalhadores rurais em território paraense, praticado pelas forças policiais do Estado. O massacre ceifou covardemente a vida de nove homens e uma mulher, sendo sete pessoas da mesma família.

Este triste e bárbaro episódio volta a manchar e envergonhar a população do Pará além de denunciar a falência da Segurança Pública e consequentemente, a retomada da escalada da violência no campo.

Nossa entidade repudia veementemente a tese de confronto. As evidencias comprovam que foi um massacre que reaviva nas memórias de todos e todas o assombroso massacre de Eldorado dos Carajás, na curva do “S”, que ceifou a vida de 19 Trabalhadores Rurais Sem Terra.

Assim como em 1996, no governo de Almir Gabriel, então governador do estado pelo PSDB, Simão Jatene reproduziu sua curva do “S” e com certeza levará para sua aposentadoria política essa vergonhosa nódoa. Ao dispensar o operativo da Polícia Militar do Estado em favor do latifúndio, Simão Jatene assumiu a total e irrestrita responsabilidade por mais esta barbárie.

Enquanto os crimes no campo aumentam devastadoramente, o governo segue tácito quanto aos grileiros de terras, motivo que gerou mais esta atrocidade. A impunidade tem como consequência, inevitavelmente, o aumento da violência.

Neste sentido, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública do Pará – SINTEPP vem a público expressar sua consternação e apoio às famílias dos 10 camponeses e camponesas assassinados em ação de reintegração de posse na Fazenda Santa Luzia.

Exigimos a imediata expulsão e prisão de todos os PM’s e policiais civis envolvidos nesta chacina brutal e covarde. O SINTEPP, através de sua Assessoria Jurídica, envidará todos os esforços necessários, em conjunto com entidades parceiras, no sentido de cobrar a punição exemplar para os responsáveis, e representará contra o Governo do Estado do Pará junto a Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA.

Terra para quem nela vive e trabalha!

Fonte: Sintepp


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se em nosso canal no YouTube

*

Top