Banco do Brasil no litoral sul de SP é paralisado por quebrar acordo com trabalhadores da região

Banco do Brasil no litoral sul de SP é paralisado por quebrar acordo com trabalhadores da região

Banco do Brasil é paralisado no litoral sul de SP por quebrar acordo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

O Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisou quatro agências do Banco do Brasil (BB) hoje, dia 14, das 8h ás 16h. Ou seja, durante todo o expediente: em Peruíbe (Av. Padre Anchieta, 1.200), outra em Itanhaém (Av. João Mariano, 220) e duas em Santos (rua Dom Pedro II, 49, Centro; e no Embaré, Av. Pedro Lessa, 1505).

O protesto é contra o desmonte do Banco do Brasil, pelo governo Temer, e a quebra do acordo com os bancários da Baixada Santista, visando entregar as vagas da região a pessoas indicadas pela diretoria do Banco do Brasil de outras cidades.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Nas unidades paralisadas existem vagas que devem servir para realocar principalmente os descomissionados da Baixada Santista.

O Banco do Brasil quebrou o Acordo com o Sindicato onde se comprometia a indicar funcionários da região, que haviam perdido seu comissionamento, após a reestruturação em 2016, para vagas abertas na Baixada Santista.

De acordo com o diretor do Sindicato e funcionário do BB, André Vasconcelos: o acordo foi ignorado a partir da indicação de funcionários de outras bases para vagas em nossa região.

“Este compromisso valia como garantia para reestruturações e movimentações futuras. Todo funcionário que perdeu o cargo seria priorizado para vaga na mesma função. Na época, muitas bases não se manifestaram sobre o corte de vagas, mas aqui foi diferente e lutamos até o recuo do Banco do Brasil. O Sindicato acompanhou cada movimento de recolocação, que foi cumprido pelo banco até agora”, relembra Eneida Koury, presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região e, também, funcionária do banco.

Em 2018, serão abertas diversas vagas nos escritórios denominados: Exclusivo e PJ. Porém, o compromisso está sendo quebrado pela Diretoria Sudeste que impõe uma nova regra: para concorrer a um cargo de gerente exige a lateralidade, ou seja, tem que ser gerente excluindo a ascensão de quem perdeu o comissionamento ou mesmo de quem nunca teve cargo em comissão. Ou ainda pior, ser descendente, as pessoas podem perder seus cargos. Com isso, o banco retira a oportunidade de quem perdeu ou não seu cargo e poderão existir indicações de todos os locais do Brasil, para vagas abertas na região.

Por isso, a diretoria do Sindicato convoca todos os bancários do Banco do Brasil da Baixada Santista para reunião dia 21/12/2017, às 19h, na Av. Washington Luiz, 140, para debater as medidas que serão tomadas.


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Siga-nos no INSTAGRAM
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários