Notícias articles

Policiais federais, municipais, rodoviários e agentes penitenciários participam da greve geral

Policiais federais, municipais, rodoviários e agentes penitenciários participam da greve geral

Policiais civis, federais, municipais, rodoviários federais e agentes penitenciários em diversas capitais aderiram à greve geral, apesar do silêncio da grande mídia.

Capital federal vira uma cidade fantasma em dia de greve geral. Só os manifestantes saíram às ruas.

Trabalhadores do Distrito Federal e do entorno deram um claro recado a Michel Temer na capital federal: Não às reformas da Previdência e trabalhista! Diversas categorias se uniram: professores, rodoviários, metroviários, servidores, funcionários da saúde…

SP, Osasco, Cotia, Sorocaba e região também estão em luta desde a madrugada contra o fim da CLT

Químicos, educadores, metalúrgicos e muitas outras categorias estão paralisando as cidades para mostrar que não vão desistir enquanto não tiverem de volta os seus direitos garantidos. Trabalhadores pararam fábricas e ocuparam as ruas contra o desmonte da CLT e a Reforma da Previdência!

Santa Catarina também está parada contra os desmontes dos direitos trabalhistas e da aposentadoria!

Em Santa Catarina, o acesso sul ao centro de Florianópolis foi fechado desde manhã neste dia de greve geral contra o fim da CLT e contra a Reforma da Previdência. Em Lages os trabalhadores dos transportes urbanos também se recusaram a trabalhar!

Em Santos (SP), houve paralisação e repressão da PM contra trabalhadores que se manifestavam contra o fim da CLT

Em Santos (SP) trabalhadores iniciaram a greve geral na madrugada fechando as duas pistas da Estrada do Sabuó, contra o fim da CLT e da aposentadoria. No entanto a Polícia Militar, controlada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), reprimiu a manifestação que lutava pelos seus direitos.

Uberlândia (MG) na luta desde a madrugada contra o fim da CLT e da aposentadoria!

Em Uberlândia (MG) os trabalhadores dos transportes também paralisaram suas atividades pelo medo de perderem seus direitos trabalhistas e suas aposentadorias! Com a greve geral desde a madrugada, a classe trabalhadora está dando o recado de que não pagará a conta da burguesia!

No RS a Greve é Geral contra o desmonte dos direitos trabalhistas e pela aposentadoria

Em Porto Alegre (RS), trabalhadores dos transportes públicos cruzaram os braços neste dia de Greve Geral, contra as reformas Trabalhista e da Previdência. A unidade entre trabalhadores ligados à Intersindical e ASSUFRGS e estudantes da UFRGS está sendo fundamental nesta luta.

Químicos Unificados: é greve geral

O Sindicato Químicos Unificados convoca todos/as trabalhadores/as a parar nesta sexta-feira, 28/04 em defesa dos direitos trabalhistas que estão sendo destruídos pelo governo Temer e Congresso Nacional. Neste dia, não sai de casa para trabalhar. É hora de cruzar os braços e integrar as grandes mobilizações que ocorrerão em vários pontos das cidades brasileiras.

Municipais de Fortaleza também param dia 28

Os servidores municipais de Fortaleza, organizados pelo Sindifort (filiado à Intersindical) se somarão fortemente à greve geral de amanhã. A paralisação deve atingir diversas unidades e setores, como agentes de trânsito, de saúde, de combate a endemias, servidores da UrbFor e do IPM. A categoria fará concentração às 8h em frente ao Paço Municipal.

Juízes e advogados em defesa da Justiça do Trabalho

De mãos dadas, em sinal de união em prol da Justiça do Trabalho, magistrados, advogados, servidores, líderes sindicais e trabalhadores encerram o ato público realizado nesta quarta-feira, 26, em frente ao Fórum da Justiça do Trabalho, no Comércio. O evento, organizado pela Amatra5, Anamatra, OAB/BA, Abat, Abrat e Sindjufe, protestou contra as reformas Previdenciária e Trabalhista em tramitação no Congresso Nacional.

Nota Pública do Ministério Público do Trabalho contra a Reforma Trabalhista e apoiando a Greve Geral

NOTA: O MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO, considerando a Greve Geral anunciada para o dia 28.04.2017, vem a público: I – DESTACAR que a Greve é um direito fundamental assegurado pela Constituição Federal, bem como por Tratados Internacionais de Direitos Humanos ratificados pelo Brasil, “competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender” ( art. 9º da CF/88);

Voos pra Brasília na semana que vem podem ser paralisados

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (categoria que reúne pilotos, copilotos e comissários de voo) vai decidir em assembleias nesta quinta-feira (27) se vai paralisar os voos para Brasília (DF) na próxima semana. O objetivo é prejudicar a chegada de parlamentares à capital e a votação das reformas, em especial, a da Previdência.

Câmara dos Deputados dá tiro de morte nos direitos trabalhistas. Luta segue no Senado e nas ruas!

A noite do dia 26 de abril de 2017 entrará para a história como o dia em que a Câmara dos Deputados deu um verdadeiro tiro de morte nos direitos trabalhistas e nas garantias constitucionais que protegem, minimamente, os trabalhadores e trabalhadoras contra a super exploração pretendida pelos grandes empresários e banqueiros.

Reforma trabalhista é aprovada às vésperas de greve geral

A base de Michel Temer na Câmara sepultou os direitos trabalhistas por 296 a 177 votos, mas sem antes tentar outro golpe: impedir que o povo pudesse saber qual foi o voto de cada deputado. Felizmente foi derrotada nesse quesito e nós temos o nome de cada traidor! A resposta é greve geral no dia 28 de abril e o nome de cada traidor estampado em cartazes, postes nos imãs de geladeira. Quem traiu a classe trabalhadora nunca mais terá nosso voto!

Dia 31 de maio acontece Audiência Pública sobre repressão do MTE aos trabalhadores na ditadura militar

O Fórum de trabalhadores e trabalhadoras por verdade justiça e reparação convida: O Ministério do Trabalho (MTE) cumpriu papel fundamental na vigilância e repressão dos trabalhadores durante a ditadura civil militar brasileira. Diversas entidades combativas sofreram intervenções, e sindicalistas considerados subversivos foram perseguidos.

Servidores do Congresso ameaçam greve na Câmara dos Deputados

Servidores públicos lotaram o Salão Verde da Câmara em protesto contra a reforma da Previdência e a reforma trabalhista, que está sendo votada nesta terça-feira (25), na comissão especial. A manifestação foi realizada por funcionários do próprio Congresso, que também serão afetados com as mudanças nas regras do sistema.

Igrejas católica e evangélica se unem contra as reformas trabalhista e previdenciária

Os líderes religiosos sabem que o empobrecimento da população, a precarização do emprego, o fim das pensões e da aposentadoria e a ausência de serviços públicos vão impactar a vida dos fiéis, e por consequência, das próprias igrejas – a quem caberá amparar uma nação de doentes, desempregados, órfãos, viúvas e aflitos.

País Basco envia nota de apoio à classe trabalhadora no Brasil

Nós, da LAB, sindicato de classe do país Basco, enviamos uma mensagem de solidariedade à classe trabalhadora do Brasil e ao povo brasileiro que está prestes de fazer um enfrentamento com greve geral no dia 28 de abril – contra as reformas trabalhistas do governo Temer que quer, entre outras coisas, para aumentar a idade de aposentadoria, dificultar e cortar o acesso às pensões, precarizar os empregos… enfim, adotar as mesmas medidas que nós daqui também padecemos com o Governo do estado espanhol.

Relatórios lançados no ATL escancaram violação de direitos indígenas

Na noite de ontem (24/4), a plenária de abertura do 14º Acampamento Terra Livre (ATL), maior mobilização indígena dos últimos anos, foi o espaço para o lançamento de um conjunto de documentos sobre a situação dos direitos indígenas no País. A Relatoria de Direitos Humanos e Povos Indígenas da Plataforma de Direitos Humanos (Dhesca Brasil)

Bancários da Baixada Santista aprovam Greve Geral dia 28 de abril

Em assembleia, categoria decidiu deflagrar greve contra aprovação da Terceirização irrestrita, o desmonte da Previdência e a “reforma” trabalhista Reunidos em assembleia na noite desta segunda-feira, 17, bancários e bancárias da Baixada Santista aprovaram a deflagração de Greve Geral no próximo dia 28 de abril. A categoria se junta a diversos setores para parar o

Servidores municipais de Belém aderem à Greve Geral do dia 28 de abril

Saiba mais: → Câmara dos Deputados dá tiro de morte nos direitos trabalhistas → Nota Pública do Ministério Público do Trabalho contra a Reforma Trabalhista e apoiando a Greve Geral → Juízes e advogados em defesa da Justiça do Trabalho No dia 28/04, não vou trabalhar, vou à rua protestar! As mídias tradicionais – televisão, rádios e

Centrais se reúnem em SP e confirmam que o 28 de abril entrará para a história do País

Representantes das centrais sindicais se reuniram na tarde de segunda-feira (24) para acertar os últimos preparativos para a greve geral marcada para a próxima sexta-feira (28). Todos os presentes concordaram que, pela movimentação e mobilizações programadas, a data entrará para a história. É o dia de cruzar os braços e dizer um sonoro “Não” ao fim da aposentadoria e ao desmonte dos direitos trabalhistas.

Índio: Futuro do Brasil enfrenta semana decisiva

Fim do décimo terceiro, férias e descanso remunerado para milhões de pessoas que serão pejotizadas, legalização do bico para outros que serão contratados em regime intermitente, redução das garantias da CLT através da negociação abaixo da lei para diversas outras categorias, terceirização irrestrita para os demais. Essas e outras barbaridades compõem o que o governo chama de “reforma” trabalhista e deve ser votada nessa semana na Câmara dos Deputados.

Trabalhadores protestam contra Reforma Trabalhista em frente ao apartamento de Rogério Marino (PSDB)

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) e relator da Reforma Trabalhista, tem passados maus bocados após ter assumido a relatoria deste projeto da Reforma Trabalhista, além das esculhambações que tem sofrido nas mídias sociais, na manhã desta segunda-feira 23, manifestante foram para frente do prédio do deputado na Floriano Peixoto, em Petrópolis.

Reforma da Previdência ameaça povos originários, dizem entidades indigenistas

Pelas regras atuais, não há uma regulação previdenciária específica para esses grupos, estando eles sujeitos às mesmas normativas que tratam dos trabalhadores rurais: aposentadoria a partir dos 60 anos para os homens e 55 para as mulheres, com direito a um salário-mínimo. Também podem ser concedidos benefícios como salário-maternidade, auxílio-doença e pensão por morte.

Governo apresenta cálculo com erros e omite dados de material para justificar reforma da previdência

VINTE ESPECIALISTAS EM ECONOMIA, matemática, engenharia e computação analisaram a metodologia que o governo usou para justificar a Reforma da Previdência. Eis a conclusão: os números fornecidos não apenas contrariam as políticas econômicas traçadas pelo próprio Ministério da Fazenda – como a PEC do Teto de Gastos e a Lei da Terceirização – como também se chocam com princípios básicos de matemática financeira e de estatística.

CNBB, OAB e COFECON escrevem nota conjunta contra a Reforma da Previdência

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, a Ordem dos Advogados do Brasil-OAB e o Conselho Federal de Economia-COFECON, conscientes da importância da Previdência Social para o povo brasileiro, e preocupados com a proposta de reforma encaminhada pelo Executivo ao Congresso Nacional, vêm, conjuntamente, reiterar sua posição sobre a Reforma da Previdência-PEC 287/2016.

Dia de luta dos Povos Indígenas do Brasil, 19 de abril

O movimento indígena com apoio de seus aliados vem se articulando e mobilizando para esse permanente enfrentamento com as forças e interesses que tudo fazem para suprimir direitos constitucionais indígenas. De forma racista vem disseminando ódio e preconceitos. Talvez seja esse o momento mais feroz contra os povos indígenas desse último meio século.

Presidentes da Anamatra e da ANPT debatem principais pontos da reforma trabalhista

Os presidentes da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (ANAMATRA) e da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), respectivamente Ângelo Fabiano e Germano Siqueira, debateram nesta terça (18/4), ao vivo na Fanpage da Anamatra no Facebook, os principais pontos da reforma trabalhista (Projeto de Lei nº 6787/2016), cujo relatório foi apresentado recentemente pelo deputado Rogério Marinho, relator da proposta na Comissão Especial.

Ato no centro de Campinas denunciará deputados da região

Dirigentes sindicais, militantes de movimentos populares e das frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular realizarão no dia 19 de abril, às 17h em frente à Catedral Metropolitana de Campinas, um ato de protesto contra os deputados Carlos Sampaio (PSDB), Luiz Lauro Filho (PSB), Roberto Alves (PRB), Vanderlei Macris (PSDB) – todos da Região Metropolitana

Semana de ataques à classe trabalhadora em Brasília. Mobilização já!

O governo Temer segue à risca a agenda de retrocessos, fazendo tramitar apressadamente e sem a devida discussão com a sociedade o Projeto de Lei (PL) 6787/2016 (que trata da Reforma Trabalhista), e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que pode desmonta a Seguridade Social e Previdência pública.

Intersindical alerta sobre a votação da Reforma Trabalhista

Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical​, alerta para a votação da Reforma Trabalhista que pode acontecer entre esta e a próxima semana e que acaba com a segurança do emprego, coloca o trabalhador à mercê da chantagem do patrão, acaba com os salários, com o direito às férias, 13º, fundo de garantia, descanso semanal remunerado e direitos dos acordos coletivos assinados pelos sindicatos, além de ampliar de vez a terceirização e a pejotização a todos os setores.

Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho lista os direitos ‘usurpados do trabalhador’ na proposta de reforma trabalhista

Confira a nota pública que a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) divulgou no último dia 13/04, onde manifesta sua indignação com o relatório e o texto substitutivo de reforma trabalhista apresentados pelo relator da matéria, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), na Comissão de Reforma Trabalhista, que deve ser aprovado nesta terça-feira (18/04).

CPT lançará o relatório Conflitos no Campo Brasil 2016

No dia 17 de abril, próxima segunda-feira, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) lançará sua publicação anual, Conflitos no Campo Brasil 2016. É a 32ª edição do relatório que reúne dados sobre os conflitos e violências sofridas pelos trabalhadores e trabalhadoras do campo brasileiro, neles inclusos indígenas, quilombolas e demais povos tradicionais. O lançamento ocorrerá

Mulheres, pobreza e previdência social

Este é realmente um país estranho¹. Apesar de ostentar um dos piores índices de desigualdade social do mundo, aqui ainda é possível se deparar com a estranha fé de que, tratando todos como iguais, romperemos o ciclo vicioso de reprodução de desigualdades e promoveremos justiça social. O debate sobre a reforma da previdência tem repetido essa fórmula.

Paulo Kliass | CARF vs ITAÚ: Escândalo do financismo

A seletividade e a parcialidade com que os grandes meios de comunicação tratam as decisões de política econômica em nossas terras são impressionantes. Apesar de já estarmos habituados a essa forma peculiar de (des)tratar a realidade do dinheiro e dos negócios, a cada nova semana parece que as “famiglie” da grande imprensa tentam se esmerar ainda mais nessa busca incansável pelo absurdo.

DIAP: Oportunidades e ameaças para os trabalhadores em 2017

O DIAP vai lançar em breve a Agenda Legislativa dos Trabalhadores 2017, que identifica as principais oportunidades e ameaças à classe trabalhadora, em particular, e a sociedade, em geral, em tramitação no Congresso Nacional. 2017 será um ano de muitos desafios para os trabalhadores em termos legislativos. A existência de correlação de forças desfavorável no

Povo chileno sai às ruas em ‘maior marcha da história’ contra sistema de previdência

As lutas contra o desmonte do direito a aposentadoria não estão em movimento apenas no Brasil. No Chile, milhares de pessoas foram às ruas para pedir que o sistema de previdência privatizado em 1981 e precarizou os ganhos de mais de 90% dos aposentados do país seja modificado. O movimento tem apoio de diversas organizações sociais e mobilizou a ‘maior marcha da história’ em Santiago

Projeto que transforma trabalhadores em insumos sai da pauta de votações do Senado

O PLS 218/2016, que cria a modalidade de contrato intermitente de trabalho – onde o trabalhador ganha o mesmo valor hora que um trabalhador fixo, mas sem direitos – saiu da agenda de votações do Senado e voltará para análise da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Terceirização: Temer pretende piorar texto sancionado!

A votação do PL 4302/98 acendeu o sinal de alerta entre a população. Temer e sua base golpista ressuscitou um projeto que tramitou há vinte anos e, de maneira sorrateira e sem debates, fez “aprovar” um texto que amplia o período de vigência dos contratos de trabalho temporários e, de quebra, amplia também o alcance da terceirização nas mais diversas atividades.

Fórum dos Trabalhadores contra a Terceirização repudia posição de Gilmar Mendes

O Fórum Nacional Permanente em Defesa dos Direitos dos Direitos dos Trabalhadores Ameaçados pela Terceirização (Fórum), em face dos últimos e preocupantes acontecimentos e solidarizando-se com notas já publicadas como, entre outras, as da ANAMATRA, ABRAT, ANPT e do COLEPRECOR, vem a público manifestar seu forte repúdio às declarações desrespeitosas e infundadas do Ministro Gilmar Mendes, do TSE e STF, que, em fala pública intolerável, denuncia tomada de partido contra uma instituição séria e necessária ao país e à concretização dos direitos sociais fundamentais como é a Justiça do Trabalho.

Depois da pressão popular, Temer recua e mudará cinco pontos da PEC da Previdência

Pelo novo texto, será mantida a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres. Pressione os deputados a favor desta reforma que privilegia os bancos e massacra os tralhadores Após a crescente resistência de parlamentares contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, a reforma da Previdência, o governo Michel

Nota de solidariedade internacional contra o ataque dos EUA à Síria

A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, manifesta seu veemente repúdio e desprezo pela ação terrorista promovida por Donald Trump na última quinta-feira (06 de abril), ao lançar mais de 50 mísseis sobre a Síria. Trump, que no decurso do processo eleitoral assumiu o compromisso perante o povo de seu país de não fazer mais guerra, demonstra mais uma vez ao mundo que os EUA segue estruturando sua política a partir da violência e das violações contra a soberania dos povos e o direito a autodeterminação.

Resolução da Direção Nacional da Intersindical: Agora é Greve Geral

A construção da Greve Geral marcada para o dia 28 de abril é o principal desafio da classe trabalhadora e seus aliados para impedir o fim do direito à aposentadoria e dos direitos trabalhistas e o desmonte do serviço público. As diversas mobilizações do mês de março, como nos dias 8, 15, 28 e 31, além do vitorioso acampamento do MTST em SP, acendeu a luz amarela do golpismo que sente a pressão social contrária, principalmente ao desmonte da previdência.

Baixe o jornal sobre a Greve Geral do próximo dia 28!

Baixe o jornal sobre a Greve Geral do próximo dia 28 e saiba os motivos que levarão os trabalhadores do Brasil a paralisar suas atividades no final de abril. Compreenda melhor a Reforma da Previdência e a necessária defesa da aposentadoria, o projeto de terceirização e mais informações sobre o dia 28, em que todos nós devemos cruzar os braços contra o desmonte e retirada dos nossos direitos!

A terceirização irrestrita ameaça a sobrevivência da Previdência Social

Quando a barca neoliberal aporta em terras brasileiras, o trabalhador é convertido em uma espécie de Geni, alvo das pedradas retóricas de quem enxerga o custo da mão de obra como um obstáculo ao crescimento econômico. Ao defender a imposição de uma idade mínima para a aposentadoria, objetivo malogrado durante seu governo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso chamou de “vagabundos” aqueles que se aposentavam mais cedo.

Bancos lucram R$ 48,5 bi em 2016 e são setor que mais ganhou grana no País

Apesar de ter uma queda de 13%, os bancos brasileiros conseguiram se manter como o setor que mais lucrou no País em 2016, segundo levantamento feito pela consultoria Economatica com as empresas listadas na Bolsa. Com 23 instituições, o bancos conseguiram lucrar R$ 48,595 bilhões no ano passado.

CNBB recebe trabalhadores para dialogar sobre “reformas”

O Secretário Geral da CNBB, Bispo D. Leonardo Steiner recebeu nesta quarta-feira, 5, representantes dos movimentos que estão em luta contra o desmonte da previdência e dos direitos trabalhistas. Participaram da reunião CUT, MTST, INTERSINDICAL e CTB. Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical representou a Central.

Alpinópolis (MG) também se mobilizou contra a retirada de direitos e desmonte da Previdência

Alpinópolis, MG – Hoje, 31 Março, a Intersindical Central da Classe Trabalhadora, junto dos Sindicato dos Servidores Municipais de Alpinópolis, e as professoras da rede estadual filiadas ao SindUTE, com apoio da Câmara Municipal, igreja católica e comerciantes, fizeram a maior manifestação da história da cidade que reuniu mais de 400 pessoas contra o DESMONTE

Dia de luta movimenta trabalhadores contra retirada de direitos

Trabalhadores capixabas paralisaram a entrada da Petrobrás, em Vitória, e retardaram por uma hora a abertura das agências bancárias localizadas na Reta da Penha durante a manhã desta sexta-feira, 31. A ação foi em protesto contra a terceirização e as reformas trabalhista e da Previdência e fez parte de um calendário nacional de mobilização em preparação para uma greve geral, a ser realizada no próximo 28 de abril.

Entidades sindicais realizaram protestos contra a reforma da previdência em Pernambuco

O Protesto contra a reforma da previdência que aconteceu ontem, simultaneamente em Petrolina, Caruaru, Arcoverde, Garanhuns, Araripina, Salgueiro e no Recife, foi idealizado pelo Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, mas teve sua organização ampliada e compartilhada com mais de vinte categorias e quatro centrais sindicais. Batizado como ATO UNIFICADO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA,

Declaração Política da Frente Povo Sem Medo – Março de 2017

O ano de 2016 foi marcado por intensa resistência ao processo de golpe. No entanto, mesmo com as amplas mobilizações organizadas em todo o país, muitas delas impulsionadas pela Frente Povo Sem Medo, o golpe se concretizou. A chegada de Temer ao poder demonstrou que a elite brasileira queria retomar o comando da política que tornou o Brasil um dos países mais desiguais do mundo, com espoliação de direitos, diminuição do papel do Estado na economia e entrega das riquezas nacionais, como o pré-sal e a venda de terras para estrangeiros….

31M: PM de Uberlândia (MG) reprime brutalmente manifestação de trabalhadores do MTST

Em Uberlândia – MG, a PM reprimiu brutalmente a mobilização do MTST! Seriam 4 protestos em diferentes rodovias. Sem diálogo, a tropa de choque e mais viaturas de outros batalhões chegaram atirando e soltando bombas, ainda com a utilização de um helicóptero! Era evidente a orientação do governo para a brutalidade! A violência generalizada da

Trabalhadores químicos atrasam jornada na Medley (Campinas) contra a terceirização e desmonte da aposentadoria

Os Químicos Unificados de Campinas, Osasco e Região já iniciaram o dia com atraso de jornada na fábrica da Medley, em Campinas, para dialogar com os trabalhadores sobre o desmonte da aposentadoria, o projeto de terceirização aprovado pela Câmara e a reforma trabalhista.

Bancários fecham agências de Santos nesta sexta, 31, contra fim de direitos

Os bancários da Baixada Santista paralisam nesta sexta-feira, 31/3, diversas agências bancárias em Santos contra a terceirização irrestrita e o desmonte da Previdência Social planejado pelo ilegítimo governo Temer. A ação faz parte do Dia Nacional de Mobilizações, rumo à greve geral.

Dia 31/3: mais protestos contra a reforma da previdência e a terceirização

O governo está cumprindo à risca com a agenda do golpe. Não se trata de reformar a Previdência Social e muito menos gerar empregos com a reforma trabalhista. Trata-se de acabar com o emprego fixo, alugar pessoas e descartá-las de tempos em tempos para depois recontratá-las. Sem quaisquer direitos. Sem seguro-desemprego, sem auxílio doença e muito menos aposentadoria.

“É moderno obter lucro alugando pessoas?”, alerta Edson Carneiro Índio, em audiência pública na Câmara dos Deputados

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora realizou uma exposição na Comissão Especial da Reforma Trabalhista (PL 6787/16) realizada na tarde de quarta-feira (29) no plenário 2 da Câmara dos Deputados, para debater, entre outros pontos, os contratos temporários de trabalho.

Temer sanciona mudanças nas concessões para rádio e TV, favorecendo empresariado

Michel Temer sancionou, na última terça-feira (28), mudanças no marco regulatório da radiodifusão brasileira. A Medida Provisória 747 – que agora é lei – foi enviada para o Congresso Nacional no final do ano passado e altera regras para outorgas de radiodifusão, retirando obrigações básicas das empresas na prestação do serviço.

Top