venezuela

O desespero da direita internacional liderada pelos Estados Unidos os leva, pela primeira vez, a oferecer 15 milhões de dólares a quem aprisionar o presidente Nicolas Maduro e outros líderes da Revolução Bolivariana, uma semana depois propõe um plano de transição, com um conselho de Estado sem a incorporação do autoproclamado e a exclusão de nosso presidente constitucional Nicolás Maduro.

O eixo central dos debates a luta pela paz e contra a ofensiva imperialista dos Estados Unidos da América – EUA contra a América Latina e Caribe, e em especial, contra a República Bolivariana de Venezuela.

Nos dias 13 e 14 de março de 2019 em São Paulo- Brasil, realizamos o Seminário Internacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora e Federação Sindical Mundial – FSM, com representações de delegações de Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, Nicarágua, Panamá, Peru, Uruguai, Venezuela, e do Escritório na América Latina e Caribe da FSM.

O povo venezuelano enfrenta diversas tentativas de intervenção externa e de sabotagem à sua autodeterminação. Os setores populares, nos mais diversos lugares do mundo, têm se mobilizado para defender a paz e a soberania do país vizinho e repudiar a intervenção do governo Trump e seus apoiadores da extrema direita da região.

O Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela promove nesta sexta-feira (1º) ato político-cultural para prestar apoio à defesa da democracia e da paz aos venezuelanos. O evento será na República, centro de São Paulo, às 18h.

Nesta terça (22), a embaixada dos Estados Unidos, em Brasília teve seus muros pixados com mensagens de protesto e denúncia contra Trump.

Convocados pela Federação Sindical Mundial, nos reunimos na cidade de Bogotá com 25 organizações sindicais e de aposentados do país anfitrião, junto a delegações de trabalhadores do Brasil, Panamá e Uruguai, com o propósito de debater, adotar e impulsionar ações comuns de solidariedade em favor do povo e do governo revolucionário da República Bolivariana da Venezuela: bastião de luta anti-imperialista em nossa América e fortaleza assediada pelas forças coléricas da contra revolução mundial.

Durante as manifestações de 2016 a favor do impeachment de Dilma, era comum encontrarmos manifestantes da classe media conservadora que do alto da sua arrogância, misturada com a sua ignorância, manifestavam o temor que o Brasil se transformasse numa Venezuela. Atiravam no que achavam que viam mas acertaram no que jamais imaginaram que estivesse acontecendo.

Unir o povo brasileiro e as organizações da classe em defesa da aposentadoria, das garantias constitucionais, da soberania latino-americana e de empregos, com direitos para todos e a todas!

O povo venezuelano, livre e soberano, retomou em suas mãos o poder originário, elegendo massivamente representantes para a Assembleia Nacional Constituinte. Mais de oito milhões compareceram às urnas, apesar do boicote e da sabotagem de grupos antidemocráticos, em um processo acompanhado por personalidades jurídicas e políticas internacionais que atestaram lisura e transparência. Todas as cidades, …

MANIFESTO PELA PAZ NA VENEZUELA Leia mais »

1. HÁ UMA CRISE profunda na Venezuela. Neste exato momento, ela tem seu fulcro na disputa do poder. Embora exista um poderoso pano de fundo econômico, seu epicentro deslocou-se para a arena política…

Essa direita, desesperada por não poder derrotar os governos progressistas e de esquerda da região nas urnas, jogou pela janela todos os escrúpulos. A canalhice da mídia internacional apareceu novamente e ensurdeceu o mundo inteiro, denunciando o fato consumado pela Justiça venezuelana: a condenação de Leopoldo López a uma pena de 13 anos, 9 meses …

Atílio Borón | Venezuela: Justiça condena um golpista Leia mais »

Carta Capital / Victor Farinelli A preocupação do senador Aécio Neves e alguns líderes da direita brasileira é legítima. Porém, é interessante constatar como essa iniciativa anunciada de visitar os presos políticos do país é sustentada por argumentos descontextualizados e que omitem uma situação política muito mais complexa, da qual o principal defendido pela comitiva …

A Venezuela que Aécio não quer ver Leia mais »