guilherme boulos

Guilherme Boulos, coordenador nacional do MTST, concedeu entrevista para o Secretário Geral da Intersindical, Edson Carneiro Índio, e expôs a necessidade de reafirmarmos a solidariedade diante da crise sanitária em que vivemos.

Os trabalhos da manhã deste sábado (16/03) do 2º Congresso Nacional da Intersindical foram abertos com uma fala do líder do MTST e candidato do PSOL à Presidência da República em 2017, Guilherme Boulos, sobre os desafios da militância em 2019 para a reflexão dos participantes.

Bolsonaro soltou decreto ampliando a posse de armas no Brasil. Armas não reduzem a violência. É preciso debater o problema para enfrentar as falsas soluções. Por isso, a iniciativa deste debate público com Guilherme Boulos, Valdenia Paulino e Férrez. Vamos! ATENÇÃO: Devido a previsão de chuvas no dia, alteramos o local do evento para o …

Ato-debate: Menos Armas, Mais Vidas Leia mais »

Dirigentes Sindicais e diversos Lutadores Sociais entregaram na noite desta segunda-feira (24) um manifesto de apoio ao candidato à Presidência da República, Guilherme Boulos.

Quem votou não volta, seja para o executivo ou o legislativo. Por outro lado, chamamos as trabalhadoras e trabalhadores a votar e se engajar ativamente nas candidaturas de Boulos e Guajajara para presidência da República bem como as candidaturas de luta de nossa coligação. Vamos sem medo de lutar!

Mais de 27 milhões de pessoas amargam o drama do desemprego ou a humilhação de só encontrar bico pra sobreviver.

Assista ao debate sobre trabalho e emprego com contribuição da Intersindical, na pré-candidatura de Guilherme Boulos, que aconteceu no último dia 7 de julho.

Nesta terça feira, dia 19/06, em São Paulo, VAMOS debater e propor questões para a Educação! O debate também contará com a participação de Laura Cymbalista, professora e militante da Intersindical. Este e todos os debates serão abertos para quem quiser participar e que acredita na força do povo.

A Intersindical recebeu, no último dia 08, durante a reunião da sua Direção Nacional, Guilherme Boulos, líder do MTST e pré candidato à Presidência da República pelo PSOL. Boulos participou do debate sobre conjuntura nacional, atividade que contou com a presença de cerca de cem lideranças sindicais.

GUILHERME BOULOS NA REUNIÃO DA DIREÇÃO NACIONAL, AO VIVO: Acompanhe o debate sobre conjuntura nacional que está acontecendo agora.

Em assembleia, 8 mil famílias se despedem do acampamento Povo Sem Medo. Nova fase de luta é por recursos para construção das moradias e resistência pela liberdade de Lula.

O Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela promove nesta sexta-feira (1º) ato político-cultural para prestar apoio à defesa da democracia e da paz aos venezuelanos. O evento será na República, centro de São Paulo, às 18h.

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil – Diante dos ataques reiterados que o povo brasileiro vêm sofrendo do grande capital, com a entrega da soberania nacional, a perda de direitos sociais e conquistas históricas, a Frente Povo Sem Medo, formada por diversas articulações de esquerda, está promovendo um ciclo de debates para repensar o Brasil.  

O coordenador da Frente Povo Sem Medo e líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Guilherme Boulos, está nesta segunda-feira (10), em Bruxelas, onde denunciou a ‘reforma trabalhista’ patrocinada pelo governo Temer no Parlamento Europeu.

No atual momento histórico, a análise de conjuntura é mais do que nunca um instrumental estratégico para o entendimento do cenário político/social.

O governo Temer, que há duas ou três semanas já era dado como “cachorro morto” pela grande mídia, pode estar à beira de uma recomposição que eventualmente poderá levá-lo ao fim em 2018 após denúncias explícitas por parte da Rede Globo. A vitória no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o fato do PSDB ainda não ter desembarcado do governo como se esperava, a base parlamentar que não ruiu inteiramente e que se expressa com o avanço acelerado da reforma trabalhista no Senado, mostram claramente que há quem o sustente.

O substitutivo da reforma trabalhista foi apresentado pelo deputado Rogério Marinho, do PSDB. O que era ruim, na versão inicial, ficou ainda pior. O projeto executa o desmonte de direitos conquistados ao longo de quase cem anos pelos trabalhadores brasileiros.

Desde a noite da última quarta-feira (15),na Avenida Paulista, cerca de 400 pessoas, a maioria integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), estão acampadas em frente ao escritório da Presidência da República, protestando contra os retrocessos sociais deste governo golpista.

Resistência não é crime! Prisão de Guilherme Boulos, do MTST, mostra a farsa armada pela Polícia Militar de SP.

Nota da Intersindical sobre a Ocupação Colonial e a prisão de Gulherme Boulos

A Intersindical central da Classe Trabalhadora declara apoio irrestrito ao companheiro Guilherme Boulos, do MTST, que está sendo perseguido e criminalizado por ter declarado que os trabalhadores não aceitarão o golpe calados. Vai ter luta,  greves e ocupações. A representação do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) pedindo a prisão do companheiro por “incitação ao crime” …

Nota de apoio ao companheiro Guilherme Boulos Leia mais »

Nesta quinta-feira, 20/8, milhares de trabalhadores e trabalhadoras tomarão as ruas do país por uma pauta de esquerda, contra o avanço conservador e o ajuste fiscal. O Manifesto Nacional, assinado por dezenas de movimentos sociais, é claro em relação aos objetivos do ato (Link Facebook: facebook.com/events/873549372734912/). Os três eixos da convocatória são: 1) Contra o …

Guilherme Boulos | As mobilizações de 20 de agosto Leia mais »

Guilherme Boulos* Nesta terça (28), a agência de risco S&P (Standard & Poor’s) rebaixou a nota do Brasil e apontou a perspectiva de perda do grau de investimento para o país. O governo Dilma reagiu docilmente, dizendo que o Congresso deveria entender o sinal da agência e agilizar a aprovação do ajuste fiscal. O medo …

Guilherme Boulos | Chantagem Financeira Leia mais »

Mais de mil pessoas estiveram na Quadra dos Bancários neste sábado, 21, para acompanhar o debate Direitos Sociais e Ameaça Conservadora no Brasil. A INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora esteve presente representada pela Secretária de Defesa do Serviço Público da Central, Bernadete Menezes. Também compuseram a mesa Guilherme Boulos (MTST), Ivan Valente (Deputado Federal pelo PSOL), Frei Betto (Escritor) e André Singer (Cientista Político).

No próximo sábado, dia 21, a companheira Berna Menezes, Secretária de Defesa do Serviço Público da Intersindical, participará do debate “Direitos Sociais e Ameaça Conservadora no Brasil”, que acontecerá na Quadra dos Bancários (Rua Tabatinguera, 192 – Sé). Esta é uma atividade de grande importância, haja vista a atual crise política e econômica do país …

Debate: Direitos Sociais e Ameaça Conservadora no Brasil Leia mais »