fbpx

Tag Archives: frente povo sem medo

Defender Nossos Direitos, Radicalizar a Democracia!

Defender Nossos Direitos, Radicalizar a Democracia!

FORA TEMER! O POVO DEVE DECIDIR! DEFENDER NOSSOS DIREITOS, RADICALIZAR A DEMOCRACIA! Não precisou nem dois meses para que as máscaras caíssem e as razões do golpe fossem expostas em praça pública. O aprofundamento de uma política antipopular e entreguista veio já nos primeiros dias. E logo ficou claro que a suposta batalha contra a

Declaração da Frente Povo Sem Medo

Julho de 2016 – Não precisou nem dois meses para que as máscaras caíssem e as razões do golpe fossem expostas em praça pública. O aprofundamento de uma política antipopular e entreguista veio já nos primeiros dias. E logo ficou claro que a suposta batalha contra a corrupção serviu mesmo para levar uma quadrilha ao comando do

Nota contra a nomeação do presidente do IBGE

Manifestamos solidariedade aos trabalhadores do IBGE e repúdio à nomeação de Paulo de Castro, amigo pessoal de Michel Temer, para a presidência do órgão. Paulo de Castro é proprietário de empresas de consultoria econômica e classificação de risco. Sua nomeação à presidência do órgão responsável pela produção das estatísticas econômicas oficiais constituí flagrante e intolerável

Grande mobilização nacional: Temer jamais! Nenhum direito a menos!

Em defesa da aposentadoria, da saúde, educação e dos direitos trabalhistas! Fora Temer, não ao golpe, nenhum direito a menos! Com menos de um mês da aplicação do golpe, a conta já chegou aos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. O presidente ilegítimo e golpista, Michel Temer, não esconde o que estava por trás do afastamento

Dia 7: Rolezinho sem Temer!

No Shopping Iguatemi, em São Paulo! Vamos fazer um Rolezinho Sem Temer! Nos últimos dias as manifestações de rua estão conseguindo desestabilizar o governo, que está sendo obrigado a recuar de suas medidas de ataque. Já caíram dois ministros, voltaram atrás do Ministério da Cultura, do corte do Minha Casa Minha Vida Entidades, tiveram que

Vitória dos trabalhadores sem teto: governo golpista recua e anuncia volta da contratação do Minha Casa Minha Vida Entidades

Mesmo após violenta repressão, a ocupação foi mantida na Secretaria da Presidência da República, em São Paulo, até que conseguissem a vitória. O MTST conquistou uma grande vitória na noite desta quarta-feira, 01. Após diversos trabalhadores sem teto ocuparem a fachada da sede paulista do escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista, o presidente

Contra o presidente golpista, milhares caminham até a residência de Temer (vídeo)

Na tarde deste domingo, 23, milhares de trabalhadores caminharam rumo à casa do ilegítimo presidente golpista Michel Temer (PMDB). A atividade, convocada pela Frente Povo Sem Medo, reuniu movimentos sociais como MTST e sindicais, como a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora. [Leia mais aqui]  

Contra o presidente golpista, milhares caminham até a residência de Temer

Saiba mais: → Assista à intervenção da INTERSINDICAL na manifestação Na tarde deste domingo, 23, milhares de trabalhadores caminharam rumo à casa do ilegítimo presidente golpista Michel Temer (PMDB). A atividade, convocada pela Frente Povo Sem Medo, reuniu movimentos sociais como MTST e sindicais, como a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora. Os trabalhadores se

Sindicatos reunidos em Passos, Sudoeste de MG, no Dia Nacional de Lutas, elaboraram o seguinte manifesto:

Não tem negociação com o ilegítimo e biônico Temer

Instalado por meio de um golpe de Estado, o ilegítimo Temer chamou à negociação as centrais sindicais para apresentar sua proposta de reforma da previdência. Nessa fatídica reunião, compareceram apenas as entidades que desde o início se somaram aos golpistas, sob o comando do deputado Paulinho da Força. Como já anunciou pela imprensa, o ilegítimo

Domingo (22): 2º Ato Temer, Jamais! Resistir Nas Ruas Por Direitos

Grande mobilização contra o governo golpista de Michel Temer! Temos que dar sequencia na luta! Nenhum dia de sossego! Vamos todos as ruas! Golpistas, fascistas não passarão!!! Golpistas, fascistas não governarão!!! Temer Jamais! Resistir nas ruas por direitos! Essa semana trouxe um desfecho para o projeto golpista. A articulação que começou logo após o fim

Trabalhadores vão às ruas contra o governo golpista de Michel Temer

Milhares na Paulista contra retirada de direitos e a corrupção A Frente Povo Sem Medo, que a Intersindical – Central da Classe Trabalhadra participa, fez manifestação com passeata na Av. Paulista, na quinta-feira (12), com protesto na frente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e do Escritório da Presidência da República,

HOJE, no MASP: Temer, Jamais! Resistir nas Ruas por Direitos!

Hoje, às 17h, no vão livre do MASP (Avenida Paulista) Primeira grande mobilização contra o governo golpista de Michel Temer! Vamos todos as ruas! Golpistas, fascistas não passarão!!! Golpistas, fascistas não governarão!!! Temer Jamais! Resistir nas ruas por direitos! Essa semana trouxe um desfecho para o projeto golpista. A articulação que começou logo após o

Não ao golpe! Em Defesa da democracia. Nenhum direito a menos.

Tudo indica que estamos a poucos dias da consolidação de um golpe de Estado perpetrado pelo grande capital e suas representações na direita parlamentar, na mídia, em setores do judiciário e do Ministério Público. Diante dessa ameaça que vem sendo orquestrada há meses, a Intersindical Central da Classe Trabalhadora, juntamente à Frente Povo Sem Medo

1º de maio: Intersindical não apoia o governo, mas é contra o golpe

O 1° de maio de 2016 não poderia ter outro mote, diante do golpe de Estado imposto ao Brasil pelo grande capital e a direita. Em todas as regiões do país, a Intersindical se pautou pela defesa da democracia e dos direitos sociais ameaçados. Na capital paulista, a Central esteve presente nas duas manifestações combativas,

Povo Sem Medo faz Seminário Nacional neste 07/05

Os movimentos sociais que integram a Frente Povo Sem Medo realizam um seminário nacional neste sábado (7), em São Paulo, para fazer um balanço das ações realizadas até o momento e definir os próximos passos rumo à sua organização, construção e expansão. Os desafios aumentaram em 2016. As condições de vida da população se deterioram

Debate: Resistência! Sem Medo, Sem Ódio, a Luta Continua

Debate: Resistência! Sem Medo, Sem Ódio, a Luta Continua

É PRECISO RESISTIR, SEM TEMER! Debate: Resistência! Sem Medo, Sem Ódio, a Luta Continua Hoje, às 19h, na Praça Roosevelt (mapa) Resistir ao surto de ódio e intolerância insuflados pela direita. Resistir às tentativas de desmoralizar e criminalizar as lutas sociais e suas lideranças. Continuar a luta em defesa da democracia e dos direitos. Temer

1° de maio contra o golpe, em defesa da democracia e dos direitos sociais

O 1° de maio de 2016 não poderia ter outro mote, diante do golpe de Estado imposto ao Brasil pelo grande capital e a direita. Em todas as regiões do país, a Intersindical se pautou pela defesa da democracia e dos direitos sociais ameaçados. Na capital paulista, a Central esteve presente nas duas manifestações combativas,

MTST e Frente Povo Sem Medo bloqueiam mais de 30 rodovias em 9 Estados nesta quinta-feira

A manhã desta quinta-feira (28) tem sido marcada por uma série de manifestações populares contra o golpe em mais de 9 Estados brasileiros. Os movimentos MST e Frente Povo Sem Medo estão bloqueando dezenas de rodovias. Em São Paulo são 14 bloqueios organizados pelo MTST. O movimento também coordena as ações no Rio de Janeiro,

Resolução: Unidade e mobilização para barrar o golpe e a retirada de direitos e construir uma saída pela esquerda

Está em curso uma longa campanha para efetivação de um golpe capitaneada pelo grande capital, pela direita e seus tentáculos na mídia, em parcelas do judiciário e pelo Congresso Nacional. Essa campanha teve como ponto marcante o último dia 17/04, com a votação pela admissibilidade do impeachment da Presidenta Dilma sem crime de responsabilidade, votação

Câmara Municipal de Porto Alegre tenta amordaçar reitor e vice da UFGRS por permitir ato contra o golpe

Parte dos vereadores da Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, na última quarta-feira (20/4), Moção de Repúdio ao Reitor e Vice da UFRGS por ter “promovido” Ato em Defesa da Democracia e Legalidade, organizado pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, com o apoio da ASSUFRGS, e de outras entidades representativas da comunidade acadêmica. Por

É hora é de avanços e unidade, analisa o professor Lúcio Flavio

O professor e cientista político Lúcio Flavio colaborou para a análise de conjuntura de mais uma reunião da Direção Nacional da Intersindical, que aconteceu neste fim de semana (23 e 24) e contou com a participação de dirigentes dos mais diferentes estados e categorias do Brasil. Segundo o também professor do Departamento de Política da

Gilberto Maringoni | Tem cara de legal e tem jeito de legal, mas não passa de um golpe

Gilberto Maringoni * O governo acabou. Agora é preciso denunciar o impeachment e apontar opções e erros cometidos pelo PT Pronto. A Câmara consumou o golpe paraguaio ou hondurenho, a depender do gosto do distinto freguês. Não mais tanques e tropas em torno do Palácio, mas um cipoal confuso de acusações à mandatária, embasado em

Dia 17: nas ruas, trabalhadores/as deram lição de unidade e combatividade

Este domingo, 17/04, entrará para a história como o dia da farsa dos golpistas. Mas entrará para a história também a combatividade, a unidade na diversidade e a disposição de centenas de milhares de pessoas de defender a democracia e impedir a instalação de um governo ilegítimo, disposto a aumentar a exploração ao limite para

Não aceitamos o golpe contra a democracia e nossos direitos! Vamos derrotar o golpe nas ruas!

Este 17 de abril, data que lembramos o massacre de Eldorado dos Carajás, entrará mais uma vez para a história da nação brasileira como o dia da vergonha. Isso porque uma maioria circunstancial de uma Câmara de Deputados manchada pela corrupção ousou autorizar o impeachment fraudulento de uma presidente da República contra a qual não

Nota de apoio ao companheiro Guilherme Boulos

A Intersindical central da Classe Trabalhadora declara apoio irrestrito ao companheiro Guilherme Boulos, do MTST, que está sendo perseguido e criminalizado por ter declarado que os trabalhadores não aceitarão o golpe calados. Vai ter luta,  greves e ocupações. A representação do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) pedindo a prisão do companheiro por “incitação ao crime”

Por todo o país, milhares vão às ruas pela democracia e contra o golpe das elites

Contra o golpe que os setores à direita, empresários defensores do grande capital e a imprensa hegemônica estão promovendo no povo, nesta quinta-feira milhões de pessoas tomaram as ruas de mais de 20 estados pelo Brasil. A Jornada Nacional em Defesa da Democracia, organizada por trabalhadoras e trabalhadores da Frente Brasil Popular e Frente Povo

Dia Nacional de Mobilização – 31 de março. Lutar e resistir!

Saiba mais: → 31/3/2017: mais protestos contra a reforma da previdência e a terceirização → Dia 28 de abril vamos parar o Brasil! → Terceirização: agora é Greve Geral! A democracia do nosso país está em risco. O Brasil tem sido palco de perigosas investidas com a tentativa golpista de interromper o governo da presidenta Dilma.

Em defesa da democracia e contra a Rede Globo, milhares marcham até a sede da emissora

Na noite desta quinta-feira (24) cerca de 30 mil trabalhadores organizados na Frente Povo Sem Medo tomaram novamente as ruas para defender a democracia e para rechaçar o clima de golpe que os setores à direita tentam implantar no país. Movimentos sociais e sindicais como MTST, Intersindical Central da Classe Trabalhadora, Brigadas Populares entre outras

Dia 24/03: todos/as às ruas!

O momento é grave. Nas últimas semanas, os setores que querem derrubar Dilma e prender Lula apostaram todas suas fichas, passando por cima inclusive de garantias constitucionais e das liberdades democráticas. Insuflaram um clima macartista de intolerância e ódio, que se traduziu nas ruas com intimidação e agressões contra quem diverge. O ambiente criado é

Resolução: Vai ter luta! Nenhuma retirada de direitos ou retrocessos

Resolução de conjuntura aprovada no 1º Congresso da Intersindical: Vai ter luta! Nenhuma retirada de direitos ou retrocessos A sociedade brasileira vem sendo tensionada e provocada por acontecimentos políticos decorrentes da intensificação de uma ofensiva golpista. As manifestações em favor do impeachment de 2015, dotadas de forte conteúdo reacionário, já evidenciavam que a estratégia dos

Novo presidente do Tribunal Superior do Trabalho defende ampliação da terceirização

Na manhã da última terça-feira (23) o novo presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro do Ives Gandra da Silva Martins Filho, e o corregedor-geral da Justiça do Trabalho, Renato de Lacerda Paiva, estiveram com o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) para tratar do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 30/2015 que regulamenta

Comunicado sobre 31/3 – Dia Nacional de Mobilização

NOTA SOBRE A MOBILIZAÇÃO NACIONAL DE 31/3 As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, que reúnem dezenas de entidades do movimento social brasileiro, decidiram promover conjuntamente o Dia Nacional de Mobilização no próximo 31/3, com uma Marcha a Brasília, além de manifestações em várias cidades brasileiras.   Os eixos da mobilização unitária são os

1º Congresso Intersindical: venha se somar à luta contra a retirada de direitos dos trabalhadores!

O 1° Congresso Intersindical Central da Classe, a se realizar nos próximos dias 18, 19 e 20 de março de 2016, em São Paulo / SP, vai reunir sindicatos, oposições sindicais, associações de trabalhadores, grupos de trabalho organizados em oposições e minorias sindicais e movimentos populares de trabalhadores da cidade e do campo para debater

Sindifort e Intersindical realizam manifestação contra a crise e o ajuste fiscal em Fortaleza

O Sindifort (Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza) e a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora realizaram na quinta-feira (28) com o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e outros movimentos sociais que integram a Frente Povo sem Medo, ato e caminhada pelas ruas do centro de Fortaleza (CE), contra a

Fortaleza: Servidores públicos reafirmam percentual de reajuste em 19,46%

Mesmo sob forte chuva, os servidores e empregados públicos do Município de Fortaleza marcaram presença na Assembleia Geral dia 21/01, pela manhã, da Praça do Ferreira. Na ocasião, Nascelia Silva, presidente do Sindifort, deu informes sobre a reunião com os representantes da gestão municipal, ocorrida ontem (20/01), na Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog).

Grande ato em Brasília no dia 12/01 contra a privatização das empresas de energia e água do País

Movimentos sociais estarão em Brasília nesta terça-feira (12), às 9h, em frente  ao Palácio do Planalto, para protestar contra a privatização do setor elétrico e de águas nacional e denunciar as ameaças aos direitos dos trabalhadores e ao patrimônio público. Integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST),

Combater a dispersão e afirmar a solidariedade de classe

A reorganização do capitalismo promoveu profundas transformações no chamado “mundo do trabalho”. Não somos mais a classe trabalhadora fordista, concentrada em grandes unidades, com um determinado tipo de rotinas de trabalho que permitia menores dificuldades de organização e luta. Fragmentados e dispersos e submetidos a diversos tipos de contratação do trabalho (terceirizados, contratados diretamente, informais,

Avançar na organização para fortalecer as lutas

Nos dias 18, 19 e 20 de Março de 2016 acontecerá, na cidade de São Paulo, o 1º Congresso Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora. Na noite do dia anterior, dia 17/03, teremos o 2º Encontro das Mulheres Trabalhadoras da Central. Fundada em março de 2014, a Intersindical já figura no cenário nacional como

Nota da Frente Povo Sem Medo em relação ao processo de impeachment

No dia 2 de dezembro, o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) decidiu abrir processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O país todo sabe que a decisão de Cunha foi tomada em meio a chantagens para salvar o seu próprio pescoço. Cunha é corrupto notório, age por interesses menores e não tem autoridade

Movimentos populares fazem passeata contra fechamento de escolas em SP

Movimentos populares coordenados pela Frente Povo Sem Medo fizeram hoje (26) uma manifestação contra o fechamento de escolas no estado de São Paulo, e em apoio às ocupações de escolas por estudantes. Segundo a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, hoje há 174 escolas ocupadas por alunos. No último sábado (21), segundo a

Nesta quinta (26), ato de apoio à luta dos estudantes contra o fechamento de escolas estaduais

A Frente Povo Sem Medo, integrada pelo MTST, Intersindical e diversas outras entidades, chamam para uma manifestação em defesa da luta dos estudantes secundaristas Desde o dia 09 de novembro, estudantes de todo o estado de São Paulo travam uma luta sem trégua contra a política de fechamento de escolas e períodos imposto pelo governador

Em diversas cidades do Brasil trabalhadores pedem a saída de Eduardo Cunha

Milhares de trabalhadores tomaram as ruas de diversas cidades do país neste domingo (8) para se manifestar contra o Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), contra os ajustes fiscais, entre outras medidas antipopulares. As manifestações foram convocadas pela Frente Povo Sem Medo, formada pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Intersindical Central da Classe

Trabalhadores da Frente Povo Sem Medo pelo Brasil engrossam o Fora Cunha!

Em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Uberlândia, Recife, Fortaleza, Goiás, Distrito Federal, Roraima, Tocantins, Curitiba, Rio Grande do Sul e Natal! FORA CUNHA! NÃO AO AJUSTE FISCAL! Um dos grandes representante das atuais políticas conservadoras é o presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Não bastassem as medidas que retiram direitos da classe trabalhadora, juventude,

Todos e todas às ruas neste domingo, em São Paulo e diversas cidades!

Fora Cunha! Não ao ajuste fiscal! Todos e todas às ruas dia 8 de novembro! O Povo Sem Medo estará nas ruas neste 8/11, mês da Consciência Negra e Zumbi dos Palmares. Serão mobilizações populares em várias cidades brasileiras exigindo o Fora Cunha e contra o ajuste fiscal aplicado pelo Governo Federal e pelos Governos

Ato de lançamento da Frente Povo Sem Medo lota auditório em São Paulo

Movimentos sociais e seus representantes lotaram na noite desta quinta-feira (8) o auditório do Clube Transmontano, no centro de São Paulo, para o ato de lançamento da Frente Povo Sem Medo. O evento também homenageou os 48 anos da morte de Ernesto Che Guevara. “Quando Che morreu, nas montanhas da Bolívia, os sonhos que ele

Frente Povo Sem Medo reúne jornalistas em SP

Líderes de movimentos sociais estiveram nesta terça-feira (6) no Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, para uma coletiva de imprensa da Frente Povo Sem Medo. “A Frente Povo Sem Medo aparece para demonstrar o que a grande mídia não vê, que há uma terceira alternativa diante do regresso das forças conservadoras e desse

Resolução da Direção Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora

Resolução da Direção Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora reunida nos dias 26 e 27 de setembro, em Valinhos/SP. O anúncio do pacote do governo Dilma com mais cortes nas áreas sociais e infraestrutura para garantir superávit primário aprofunda o curso recessivo da economia brasileira, amplia a crise política que paralisa o país e

Entidades lançam a Frente Povo Sem Medo

“Faça da sua vida a aventura de não apenas sonhar em um mundo melhor mas viver uma vida lutando por ele” Pepe Mujica O mundo vive sob o signo de uma profunda crise do capitalismo, que perdura desde 2008. Medidas de austeridade econômica dominam a agenda política, multiplicando desemprego, miséria e redução dos direitos trabalhistas.

Organizações lançam frente unitária por reformas populares

DECLARAÇÃO DA FRENTE PELAS REFORMAS POPULARES São Paulo, 22 de janeiro de 2015 As organizações sociais e políticas que assinam esta declaração entendem que é urgente e necessária a construção de uma frente  que coloque em pauta o tema das Reformas Populares no Brasil. Esta frente terá o objetivo de concretizar uma ampla unidade para

Top