Tag Archives: economia

programa emergencial de geração de emprego e renda

Agenda Legislativa: PL 2667/20 – Entenda o Projeto de Lei do Programa Emergencial de Geração de Emprego e Renda

A Bancada do PSOL apresentou, no dia 14/05, à Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 2667/2020 que cria o Programa Emergencial de Geração de Emprego e Renda com vigência até dezembro deste ano é que tem como objetivo garantir a emprego de a renda de milhões de trabalhadores e trabalhadoras afetadas pelas consequências econômicas da pandemia do COVID-19. 

“Um governo que gasta na moeda que ele próprio emite não possui, por definição, nenhuma restrição financeira”, afirma Dimitrios Sacute.

Na semana passada, dia 27 de abril, batemos um papo com Dimitrios Sacute, membro do coletivo Política Econômica da Maioria – POEMA, sobre as medidas de política econômica necessárias para fortalecer a saúde pública e fazer frente à crise econômica em parte causada pela pandemia. Também pedimos ao companheiro, por e-mail, para resumir suas colocações

plataforma emergencial para o enfrentamento da pandemia

Plataforma Emergencial para o Enfrentamento da Pandemia do Coronavírus e da Crise Brasileira

Ação conjunta das Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, centrais sindicais, movimentos sociais, populares e estudantis, partidos políticos, tradições religiosos e entidades da sociedade civil, aconteceu hoje (31) o lançamento da Plataforma Emergencial para o Enfrentamento da Pandemia do Coronavírus e da Crise Brasileira.

Que o Congresso Nacional assuma o protagonismo: devolva a cruel MP927!

As Centrais Sindicais, reunidas virtualmente nesta segunda feira, afirmam que a Medida Provisória 927, editada pelo Governo Federal, na calada da noite de domingo, 22 de março, é cruel e escandalosa. Chega a ser surreal pensar que um presidente da República possa agir de maneira tão discriminatória e antissocial, jogando nas costas dos trabalhadores mais

protesto na fiesp

03/02: Em defesa de empregos, centrais fazem PROTESTO NA FIESP

O protesto foi marcado para acontecer na frente da Fiesp por várias razões, principalmente porque o presidente da entidade patronal, Paulo Skaf, tem reforçado seu apoio ao governo de Jair Bolsonaro, exterminador de direitos trabalhistas, de empregos formais, que está arrasando com o serviço público e transformando o Brasil no paraíso dos rentistas.

Desindustrialização: um Brasil de bancos e bois

Em desindustrialização acelerada, o país caminha para a reprimarização e financeirização da sua economia. Segundo estudo o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), coordenados pelos economistas Paulo Morceiro (USP) e Joaquim Guilhoto (OCDE), o Brasil registrou a terceira maior desindustrialização entre os 30 países analisados, ficando atrás apenas do Reino Unido e Austrália.

Entenda a importância de uma Reforma Tributária justa e urgente | Conjuntura em movimento #12

Batemos um papo com Odilon Guedes, professor de Economia da Faculdade Oswaldo Cruz e ex-presidente do Sindicato dos Economistas do Estado de São Paulo. Como a atual política de impostos só aprofundam a concentração de renda e desigualdade social no Brasil? Entenda a importância de uma Reforma Tributária justa e não a proposta do ministro

emprego garantido, glauber braga, deputado

Deputado Glauber Braga apresenta projeto de Emprego Garantido

Em entrevista à Intersindical, o Deputado Glauber Braga (PSOL/RJ) apresenta seu projeto de emprego garantido, o Fundo Nacional de Garantia do Emprego (PL 5491/2019).  Segundo o parlamentar “a recessão é um método utilizado para diminuir o poder de negociação da força de trabalho.” Utilizando como referência experiência internacionais o Deputado indica que é necessário quebrar o tabu imposto pela hegemonia neoliberal e reafirmar que o estado tem a função de empregador de última instância.

Desemprego e a economia, o que está em jogo? | Conjuntura em Movimento #11

Nesta semana conversamos com Artur Araújo, consultor da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) para debater a atual situação econômica e o cenário de empregabilidade no país. Como as reformas recentes aprofundam a crise e quais os projetos para geração de empregos que tentam avançar o Congresso?

Entenda a geopolítica atual e o retrocesso da extrema-direita | Conjuntura em Movimento #10

O programa Conjuntura em Movimento desta semana bateu um papo com o professor de relações internacionais, Gilberto Maringoni, sobre o cenário atual da política internacional, as dificuldades dos Estados Unidos e o protagonismo da China no mercado mundial, e o recuo da extrema direita no mundo. Apresentação Pedro Otoni.

salário baixo, homem vendendo água, homem negro, homem gritando, calor, vendedor de rua, trabalho informal

Informalidade alta, salário baixo: o status do trabalho em 2019

Pnad mostra que desemprego caiu, mas com aumento da informalidade e queda dos rendimentos médios. Orçamento do governo para 2020 prevê manutenção do salário mínimo real O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou em 30 de agosto que a taxa de desemprego no Brasil está em 11,8%. A Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra

Renda do trabalhador mais pobre segue em queda e ricos já ganham mais que antes da crise

Renda do trabalhador mais pobre segue em queda e ricos já ganham mais que antes da crise

A recessão que o Brasil atravessou entre 2015 e 2016 afetou ricos e pobres, mas passados 3 anos desde o fim da “pior crise do século”, como foi batizada à época, fica claro que os efeitos deletérios desse período foram diferentes para os 2 grupos. Os brasileiros mais abastados já viraram a página das vacas magras. Os pobres, ainda não.

DIEESE lança indicador que mede a condição de trabalho no Brasil

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE lançou nesta quinta-feira (25) o Índice da Condição do Trabalho – ICT. Este indicador foi desenvolvido pela equipe técnica da instituição e tem como objetivo acompanhar e analisar as condições do mercado de trabalho brasileiro, tendo como base a realidade laboral.

salario-minimo-bolsonaro

Fim da valorização do salário mínimo: 48 milhões de pessoas são duramente atingidas

Segundo o Dieese, sem o repasse da variação do PIB e apenas com a reposição da inflação, como propõe agora Jair Bolsonaro, o valor atual do salário mínimo seria de R$ 573,00. Atualmente, cerca de 48 milhões de pessoas recebem remuneração correspondente ao salário mínimo, como assalariados, aposentados e pensionistas, trabalhadores por conta-própria, domésticos.

MP 873: novo AI-5 ou factóide pra nos tirar da pauta da aposentadoria e chantagear o movimento?

O governo Bolsonaro editou a Medida Provisória 873 que impede qualquer forma de custeio da atividade sindical no país. Trata-se de flagrante agressão a Constituição de 1988, que em seu artigo 8º, IV, é categórica: “a assembleia geral fixará a contribuição que, em se tratando de categoria profissional, será descontada em folha, para custeio do sistema confederativo da representação sindical respectiva, independentemente da contribuição prevista em lei”.

Desvinculação de Receitas da União, o que é dru, previdência, poema, política economica da maioria,

Desvinculação de Receitas da União: Um rombo sob medida

Com ela, o governo consegue “desvincular” recursos tributários vinculados a determinados gastos, como por exemplo as contribuições sociais (PIS, Cofins, CSLL etc.) vinculadas ao orçamento da seguridade social e que, portanto, só podem ser utilizadas para os gastos com saúde, assistência social e com o Regime Geral de Previdência.

Em defesa da aposentadoria, democracia e a autodeterminação dos povos

Reforma da Previdência de Bolsonaro: idade mínima de 65, tempo de contribuição de 40 anos e privatização

Reforma da Previdência de Bolsonaro Na tarde de ontem, o jornal O Estado de S. Paulo antecipou o conteúdo da Reforma da Previdência formulada pela equipe econômica de Bolsonaro, sob comando do banqueiro Paulo Guedes. Segundo o jornal, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) prevê o fim da aposentadoria por tempo de contribuição (regra 86/96), que corresponde a cerca

acordo Boeing-Embraer

MPT recorre em defesa de postos de trabalho ameaçados pelo acordo Boeing-Embraer – Leia a nota

Recurso pede reconsideração da decisão que dispensou a União de consultar o Conselho de Segurança Nacional, antes de aceitar a transação Brasília – O Ministério Público do Trabalho ingressou com recurso que pede a reconsideração, em caráter de urgência, da decisão do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Brito Pereira, que liberou a União de

Petrobras: a raposa no galinheiro | INTERSINDICAL

Petrobras: a raposa no galinheiro

“O primeiro escalão do time do capitão está permeado de quadros que exibem uma relação íntima com o financismo internacional e com os interesses do Departamento de Estado norte-americano”.  Por Paulo Kliass * Muito já foi dito e escrito a respeito dos interesses geopolíticos e econômicos que operaram ao longo do processo do golpeachment de

Neoliberalismo, distopias e Bolsonaro

Por Leda Paulani | Imagem: Alex Andreev | em Outras Palavras A eleição de Jair Bolsonaro para a presidência da república do Brasil deixa o mundo estarrecido. Seu estilo autoritário e agressivo, sua apologia à tortura, suas continuadas ofensas a determinados grupos ao longo de seus quase 30 anos de vida parlamentar (mulheres, negros, LGBTQs) e seu desprezo

Embraer e Boeing: o que está em jogo? | Intersindical

Embraer e Boeing: o que está em jogo?

O Departamento de Estudos Intersindicais de Estatística e Estudos Econômicos (DIEESE) criticou a falta de transparência e mostrou preocupação com as consequências do possível acordo entre Embraer e Boeing para a indústria de aviação brasileira e a soberania nacional.

A política salarial nos programas dos candidatos à Presidência

O processo eleitoral pelo qual passa o Brasil de hoje assume duas marcas fundamentais. Por um lado, tornou-se uma fábrica de mentiras, pelas denominadas “fake news”, que junto com um esquema forte de comunicação digital (e ao que tudo indica, também ilegal – ver denúncia aqui) levou o candidato Jair Bolsonaro a quase ganhar as eleições no primeiro turno.

10 DE AGOSTO: Basta de juros altos! Chega de extorsão! | INTERSINDICAL

10 DE AGOSTO: Basta de juros altos! Chega de extorsão!

A Maioria do povo brasileiro sofre os efeitos perversos da atuação dos bancos e do capital financeiro na economia. Um exemplo é a taxa de juros praticada no país, que funciona como um Robin Hood ao contrário, pois tira dos pobres e da classe média para engordar as fortunas de banqueiros, grandes empresários e rentistas.

Debate sobre TRABALHO e EMPREGO na pré-campanha de Guilherme Boulos

Neste sábado, 7: a pré-candidatura Boulos e Sonia debate TRABALHO e EMPREGO. Traga suas propostas!

Assista ao debate ‘É hora de vencer o desemprego’: → Debate sobre TRABALHO e EMPREGO na pré-campanha de Guilherme Boulos É HORA DE VENCER O DESEMPREGO E ACABAR COM A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO! Neste sábado, dia 7, venha debater e construir as propostas que a candidatura de Guilherme Boulos e Sonia Guajajara defenderão para o combate

PETROBRAS: a disputa do petróleo | INTERSINDICAL

Petrobras: a disputa do petróleo

A disputa pelo controle da Petrobras e das reservas do Pré-sal nos últimos dias indica que a política energética está no centro do conflito político no país. O controle do petróleo brasileiro está em jogo, uma partida que se dá em em diferentes cenários (ou campos), no Congresso, no STF, na imprensa, na Bolsa de Valores e na sociedade em geral. Apresentamos a seguir a situação em alguns deles.

Nota de apoio da Intersindical à greve dos Petroleiros

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora vem manisfestar seu apoio a greve de advertência de 72 horas anunciada pelos petroleiros a partir das meia noite de quarta-feira (30/05). A central compreende que é o momento de produzir a unidade da classe trabalhadora em defesa da Petrobras, isso passa por unificar as lutas entre os trabalhadores da produção, do transporte e os consumidores de combustíveis.

Comissão aprova movimentação do FGTS em pedido de demissão

Comissão aprova movimentação do FGTS em pedido de demissão

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado em reunião realizada, nesta quarta-feira (11), aprovou o PLS 392/16, da senadora Rose de Freitas (MDB-ES), que altera o inciso I do artigo 20 da Lei 8.036, de 11 de maio de 1990, para permitir a movimentação da conta vinculada do trabalhador no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na hipótese de pedido de demissão.

Manifesto dos trabalhadores eletricitários por um setor elétrico público, eficiente e para todos

Manifesto dos trabalhadores eletricitários por um setor elétrico público, eficiente e para todos

A reforma neoliberal da era FHC teve por base dois processos gêmeos, a privatização e a mercantilização. A privatização pretendia acabar com monopólios estatais no setor, elevar a eficiência das empresas e incentivar os investimentos privados. Já a mercantilização era complementar à privatização e, com a energia sendo tratada como uma mercadoria qualquer, os novos agentes privados concorreriam entre si, levando ao barateamento do preço da energia para os consumidores.

A culpa da informalidade é do 'alto' salário mínimo, diz Banco Mundial

A culpa da informalidade é do ‘alto’ salário mínimo, diz Banco Mundial

Parece uma fakenews se não fosse o relatório oficial de uma instituição internacional. O Banco Mundial publicou no último dia 07 (março) estudo que indica o “alto” salário mínimo brasileiro como causa do aumento da informalidade, na mesma oportunidade indica que o salário mínimo brasileiro deveria ser reajustado conforme a produtividade do trabalho.

O golpe piorou a vida do povo

Golpe piorou a vida do povo

A vida do povo piorou após Temer dar o golpe contra a classe trabalhadora. Mais de 12 milhões de desempregados, outros 37 milhões vivendo no subemprego, muitos só no bico, sem nenhum direito trabalhista. Quem ainda tem emprego, recebe salário arrochado, insuficiente pra viver com dignidade.

Temer quer o fim da aposentadoria pra entregar previdência pros bancos!

Temer quer o fim da aposentadoria pra entregar previdência pros bancos!

19/02: Dia de Luta com greves, paralisações e manifestações em todo o país. Temer, banqueiros e a mídia jogam sujo pra acabar com seu direito a aposentadoria. Querem desmontar a previdência e entregá-la aos bancos. E já marcaram até a data pra tentar enterrar sua aposentadoria: dia 28/02, quando ameaçam votar a deforma da previdência.

Dívida pública e gastos com juros

Dívida pública e gastos com juros

O ano começou com algumas notícias que os responsáveis pela área de economia dos grandes meios de comunicação aguardavam com bastante ansiedade. Afinal de contas, apresenta-se como árdua e inglória a tarefa de defender e elogiar um governo cuja popularidade anda tão baixa, que chega até mesmo a se confundir com a margem de erro das pesquisas de opinião.

Paulo Kliass - A Previdência Social entre o desespero e a cafajestice

Paulo Kliass | A Previdência entre o desespero e a cafajestice

As estatísticas oficiais relativas ao Regime Geral da Previdência Social (RGPS) sempre foram objeto de polêmica e controvérsia. A divulgação de números e informações a respeito do sistema gerido pelo INSS implica um sem número de hipóteses que nem sempre conseguem alcançar o status de consenso ou mesmo de maioria entre os especialistas. No entanto, isso faz parte do jogo democrático e do debate plural em uma sociedade que amadurece seus sistemas de políticas públicas.

Aumento de bilionários em 2017 acabaria com extrema pobreza por 7 vezes

Aumento de bilionários em 2017 acabaria com extrema pobreza por 7 vezes

De toda a riqueza gerada no mundo em 2017, 82% ficaram concentrados nas mãos dos que estão na faixa de 1% mais rica, enquanto a metade mais pobre – o equivalente a 3,7 bilhões de pessoas – não ficou com nada. Os dados fazem parte do relatório Recompensem o trabalho, não a riqueza 2018, da organização não governamental (ONG) britânica Oxfam, divulgado na segunda-feira (22). A entidade participa do Fórum Econômico Mundial, que começou nesta terça-feira (23) em Davos, na Suíça.

dividas milionárias do agronegócio

Escândalo: Temer perdoa dividas milionárias do agronegócio

O plenário da Câmara dos Deputados concluiu, nesta terça-feira (12), a votação do PL 9.206/17, que permite o parcelamento de dívidas de produtores rurais (pessoas físicas, cooperativas e intermediários) com descontos e diminui a contribuição social sobre a receita bruta devida pelo setor a título de contribuição previdenciária dos trabalhadores rurais. A matéria será enviada ao Senado. Na Agência Câmara.

Reforma da Previdência Social reduz valor das aposentadorias e afeta consumo das famílias

Reforma da Previdência Social reduz valor das aposentadorias e afeta consumo das famílias

A reformada Previdência Social proposta pelo corrupto governo Temer não só tornará muito mais difícil o acesso ao benefício, como reduzirá o valor das aposentadorias, com impactos sobre a economia do país. De acordo com a economista Denise Gentil, professora da UFRJ, as alterações, associadas à precarização no mercado de trabalho, provocarão queda no consumo das famílias. “O impacto disso sobre o PIB vai ser brutal”.

Top