Tag Archives: ditadura civil-miltar

AI-5 completa 50 anos à véspera de outro presidente militar tomar posse

AI-5 completa 50 anos à véspera de outro presidente militar tomar posse

AI-5 completa 50 anos à véspera de outro presidente militar tomar posse

Ato foi ‘golpe dentro do golpe’. Congresso Nacional foi fechado. Mídia passou a ter censura prévia. Reuniões políticas: só as autorizadas O AI-5 (Ato Institucional nº5) completa 50 anos nesta 5ª feira (13.dez.2018). Em 1968, o Conselho de Segurança Nacional aprovou a norma que deu início ao período mais duro da ditadura militar brasileira –considerado 1 “golpe dentro do golpe”.

edson carneiro índio ato pela democracia

Intelectuais, artistas e lideranças populares lançam manifesto em ato pela democracia

No dia em que se completam 50 anos da edição do Ato Institucional nº 5, 13 de dezembro, intelectuais, artistas, lideranças populares, empresários e profissionais de diferentes áreas lançam, em ato público, manifesto em defesa da democracia. O evento ocorrerá às 19h na Faculdade de Direito da USP, no largo São Francisco, em São Paulo.

Nota de apoio à Amelinha Teles e sua filha, Janaina Teles | Intersindical

Nota de apoio à Amelinha Teles e sua filha, Janaina Teles

Nós, familiares de mortos e desaparecidos políticos, defensores de direitos humanos, organizações e entidades abaixo-assinadas, nos solidarizamos com Amelinha Teles, ex-presa política e histórica defensora de direitos humanos e sua filha Janaína Teles, historiadora e defensora de direitos humanos. Ambas vêm sendo alvo de uma onda de ataques nas redes sociais.

Assim como Mourão, jornal O Globo e FIESP foram contra 13º salário

“Considerado desastroso para o país um 13º mês de salário”. Esta foi a manchete de capa do jornal O Globo em 26 de abril de 1962 em um dos últimos atos de desespero da família Marinho e do grande empresariado contra a gratificação de natal ao trabalhador, que seria instituída pelo presidente João Goulart três meses depois.

Trabalhadoras entregam manifesto de apoio a Guilherme Boulos - Intersindical

Trabalhadoras e trabalhadores entregam manifesto de apoio à candidatura de Guilherme Boulos

Dirigentes Sindicais e diversos Lutadores Sociais entregaram na noite desta segunda-feira (24) um manifesto de apoio ao candidato à Presidência da República, Guilherme Boulos.

Documentário 'Cúmplices? A Volks e a ditadura militar brasileira'

A Volkswagen e seu passado sujo na ditadura militar serão exibidos em filme nesta quarta-feira (9), em SP

O documentário ‘Cúmplices? A Volks e a ditadura militar brasileira’ sobre a cooperação da Volkswagen com os militares será exibido na Câmara Municipal de São Paulo nesta quarta-feira (9), às 18h. A exibição contará com a presença de trabalhadores lutadores da Volks que têm se reunido regularmente para discutir o assunto e encaminhar medidas contra a empresa. Haverá um debate e esclarecimentos.

Trabalhadores de Portugal condenam repressão ao Ocupa Brasília

A CGTP-IN condena a violenta repressão dos manifestantes do movimento Ocupe Brasília, quando estes se dirigiam pacificamente para o Congresso Nacional na capital brasileira convocados pelas centrais sindicais deste país e pelo movimento popular.

Dia 31 de maio acontece Audiência Pública sobre repressão do MTE aos trabalhadores na ditadura militar

O Fórum de trabalhadores e trabalhadoras por verdade justiça e reparação convida: O Ministério do Trabalho (MTE) cumpriu papel fundamental na vigilância e repressão dos trabalhadores durante a ditadura civil militar brasileira. Diversas entidades combativas sofreram intervenções, e sindicalistas considerados subversivos foram perseguidos.

Militantes realizam maratona para lembrar os 45 anos do desaparecimento de Isis Dias de Oliveira

Aconteceu nesta terça-feira (31) a Corrida por Isis, para lembrar os 45 anos do desaparecimento da ex-militante Isis Dias de Oliveira, presa política em 1972 por soldados do DOI/Codi, no Rio de Janeiro. Desde essa data seu corpo nunca mais foi encontrado. A atividade foi organizada pelo maratonista e jornalista, Rodolfo Lucena. O percurso passou

General admite possibilidade de intervenção militar em artigo no Estadão

Em artigo publicado na quinta-feira passada (15) no jornal O Estado de S. Paulo, um dos mais influentes militares das gerações que atuaram durante a ditadura militar, o general da reserva Rômulo Bini Pereira, ex-chefe do Estado Maior do ministério da Defesa, admite a intervenção militar como saída para a crise política que envolve os três Poderes da República.

Volkswagen monitorava trabalhadores

Os Trabalhadores, o Legado da CNV e a Campanha Reparar Já!: o caso Volkswagen como ponto de partida

Gostaríamos de convidá-los a serem participantes ativos deste momento de encontro. Desde o término da Comissão Nacional da Verdade no fim de 2014 insistimos na necessidade de dar continuidade aos trabalhos de verdade, memória, justiça e reparação. Acreditamos que uma das frentes imprescindíveis para o seguimento desta busca é a investigação e a responsabilização das

Livro de portaria do DEOPS revela conluio criminoso entre FIESP, Consulado Americano e a Ditadura

Um livro de visitas que revela as relações promiscuas entre a repressão da ditadura militar com a Federação das Indústrias de São Paulo e o Consulado Americano. Esse é o livro de visitas do Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (DEOPS), que registra em apenas algumas páginas 34 visitas de Claris

Morre aos 83 anos o camarada Waldemar Rossi, exemplo de combatividade, militância sindical e fé

O velório acontece nesta quinta-feira (5), na Quadra dos Metroviários (Rua Serra do Japi, 31, Tatuapé) das 7h até às 12h , de lá sai em cortejo até a Catedral da Sé, onde às 14h ocorrerá Missa de corpo presente com D. Angélico e às 16h sai em cortejo para o Crematório da Vila Alpina.

Comissão Estadual da Verdade de São Paulo aponta médicos legistas que colaboraram com a ditadura militar

Médicos legistas também integraram o aparelho repressivo da ditadura militar, segundo o relatório elaborado pela Comissão Estadual da Verdade da Assembleia Legislativa de São Paulo. O documento que aponta 22 profissionais acusados de fraudar atestados de óbito foi apresentado em um debate na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), na zona

Paula Coradi | O tempo não para

Paula Coradi* “A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa.” Karl Marx, Dezoito Brumário de Louis Bonaparte.   O Brasil hoje vive uma grave crise política. A direita oligárquica e reacionária marcha a largos passos, rompendo pactos que fundamentam o Estado Democrático de Direito. Isso gera no país um

“Eu estive no inferno durante 22 dias”. Relato comovente de uma mãe de presos políticos

Renata Hummel  “De madrugada no outro dia, bateram à minha na porta . Eram soldados com metralhadoras, invadiram a casa, mexeram em tudo e me levaram para o Dops de Niterói. Meu cachorro ficou preso dentro de casa, escondido debaixo da mesa como se soubesse o perigo de aparecer. Um homem me levou para o Rio. Estive no inferno por 22 dias.                                       (…) Fiquei em cima de uma sala de tortura ou coisa parecida, eu ouvia barulho de todo jeito, pareciam cabeçasbatendo nas paredes. A luz da cela ficava

Encontro de memória política dos trabalhadores entre os dias 13 e 15 de novembro

Neste fim de semana ocorrerá o Encontro de memória política dos trabalhadores (dias 13 à noite, 14 durante todo o dia e 15/11 pela manhã, no Sindicato dos Químicos de São Paulo). O encontro será a consolidação de uma articulação iniciada no início deste ano entre os núcleos de memória política espalhados pelo país que

Carlos Marighella, um símbolo de luta e resistência socialista

INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora A velha militância de esquerda e ativistas de movimentos sociais se reuniram nesta quarta-feira (4) ao redor do monumento que marca o local onde Carlos Marighella, um dos principais líderes da resistência contra o conservadorismo e a ditadura militar, foi morto há 46 anos. A companheira de Marighella, Clara Charf,

MPF recebe denúncia contra Volkswagen por participação em repressão a operários

Multinacional é acusada de coautora em prisões, tortura e espionagem contra seus funcionários  durante ditadura cívico-militar Uma representação de cerca de 70 páginas, com provas e argumentos jurídicos acerca da participação da multinacional alemã Volkswagen em atos de repressão do regime militar no Brasil entre os anos de 1964 a 1988, foi entregue nesta terça,

Carta de repúdio de Rosalina Santa Cruz às honras feitas ao falecimento e ex-Chefe do DOI-CODI

Carta de repúdio de Rosalina Santa Cruz, militante presa e torturada pela ditadura civil-militar, que teve seu irmão, Fernando Santa Cruz, também preso e desaparecido sob ordens do então chefe do DOI-CODI, Leônidas Pires Gonçalves, falecido no último dia 4 de junho. “Nós, familiares de Fernando Santa Cruz, preso em Fevereiro de 1974 e desaparecido até

Fotos: Fórum de trabalhadores realiza ato por justiça e reparação das violações durante a Ditadura

Lúcio Bellentani estava trabalhando na fábrica da Volkswagen de São Bernardo do Campo, em 1972, quando dois homens portando metralhadoras o algemaram e o levaram à sala de segurança da empresa. Segundo seu depoimento à extinta Comissão Nacional da Verdade, lá mesmo, dentro do local de trabalho, já começaram a torturá-lo. Tapas, socos e muita

Fórum de trabalhadores realiza ato por justiça e reparação das violações durante a Ditadura

Ato por justiça e reparação: Memória, Verdade e Justiça – Reparar Já: Lúcio Bellentani estava trabalhando na fábrica da Volkswagen de São Bernardo do Campo, em 1972, quando dois homens portando metralhadoras o algemaram e o levaram à sala de segurança da empresa. Segundo seu depoimento à extinta Comissão Nacional da Verdade, lá mesmo, dentro do

Ministro da Defesa zomba da Comissão Nacional da Verdade ao prestar honras militares ao general torturador Leônidas

Pedro Estevam da Rocha Pomar* O ministro Jacques Wagner e o comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, fazem troça da Comissão e, ainda, da memória das vítimas de Leônidas. O ministro da Defesa, Jacques Wagner, zombou da Comissão Nacional da Verdade (CNV) ao autorizar, ou permitir, honras militares e mandar um general como seu

Fórum de trabalhadores promove ato por memória, justiça e reparação

Fórum de Trabalhadores por Verdade, Justiça e Reparação Há cerca de alguns anos, a criação e a atuação da Comissão Nacional da Verdade e das Comissões Estaduais e Municipais fomentou um espaço político de aglutinação entre diversos setores da sociedade brasileira e de movimentos sociais prioritariamente em torno da luta por memória e verdade. Os

Manifesto – 50 anos da TV Globo: vamos DEScomemorar!

A TV Globo festejará os seus 50 anos de existência no dia 26 de abril. Serão promovidos megaeventos e lançados vários produtos comemorativos. No mesmo período, porém, muita gente está disposta a promover a “descomemoração” do aniversário do império global, um ato de repúdio ao papel nocivo desse grupo de mídia na história do país.

Clara Charf: militante sobreviveu graças à solidariedade das pessoas

Clara Charf fala sobre dificuldades que viveu na clandestinidade ao lado de Marighella   Para lembrar o golpe militar de 1964, que completa 51 anos nesta quarta-feira (1º), quando o então presidente João Goulart foi deposto, a militante política Clara Charf deu um depoimento ao R7 sobre as dificuldades que enfrentou ao lado do companheiro

Para cumprir as tarefas de justiça e reparação é preciso responsabilizar o empresariado

Carta aberta do Fórum de Trabalhadores e Trabalhadoras por Verdade, Justiça e Reparação repudiando a não responsabilização do empresariado colaborador da Ditadura Civil-Militar. Para cumprir as tarefas de justiça e reparação é preciso responsabilizar o empresariado.

Top