Santander quer impor retrocesso no acordo aditivo

Santander quer impor retrocesso no acordo aditivo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

A renovação do Acordo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) foi discutida em reunião de negociação entre a Contraf, Comissão de Organização dos Empregados do Santander (COE) e representantes do banco na quarta-feira, 22, em São Paulo. O banco propôs a renovação do aditivo na totalidade, porém, com algumas inclusões e uma alteração, que não atendem às reivindicações dos bancários e bancárias.

O banco propõe alterações na cláusula de bolsas auxílio estudo que dificultariam o acesso do trabalhador ao benefício, além de não reajustar o valor. O Santander também se limita a discutir em outro momento questões que afligem os funcionários, em temas como saúde e condições de trabalho.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

“Não vamos aceitar retrocesso. Discutir condições de trabalho é a pauta central das negociações. Não abrimos mão disso”, diz o diretor do Sindicato dos Bancários/ES, Jonathas Correa.

Em relação ao Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS), o banco não apresentou proposta, alegando não ter tido tempo hábil para isso.

“Esperamos que o banco apresente uma proposta a contento na próxima reunião. Continuaremos mobilizados para pressionar o Santander a negociar”, afirma Jonathas.

A instituição financeira informou que a próxima negociação está prevista para o dia 6 de julho, data ainda a ser confirmada.

Fonte: Sindicato dos Bancários do Espírito Santo

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários