Resiste Maria Bonita! Nasceu um pedaço do sertão nas fronteiras da Região Metropolitana de BH

Resiste Maria Bonita! Nasceu um pedaço do sertão nas fronteiras da Região Metropolitana de BH

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Resiste Maria Bonita

Acorda, não arreda o pé

Que o povo todo unido

Não aceita despejo, constrói na fé!

Uma nova ocupação surge na região metropolitana de BH. Uma comuna urbana em memória a Maria Bonita e aos espinhos da resistência sertaneja. Maria Bonita quer semear moradias na aridez da nossa metrópole, em um terreno abandonado há muitos anos, que acumulava entulhos e servia a práticas de especulação imobiliária.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail em nossa newsletter.

A ocupação foi realizada pelas famílias que lutaram nas ocupações Maria Guerreira e Maria Vitória durante mais de um ano, com a firmeza e convicção do seu direito de morar dignamente. Mesmo tendo participado de dezenas de reuniões na Companhia de Habitação do Estado e no CEJUS-Social do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, as Marias foram despejadas e jogadas na rua em pleno inverno belo-horizontino.

O despejo das Marias mostrou a falência da Mesa Negociadora do Estado, dos processos de conciliação no Tribunal de Justiça de Minas Gerais e a continuidade da política higienista e criminalizadora do prefeito de Belo Horizonte. Mostra que no nosso Estado direitos essenciais estão sendo retirados  e as conquistas que as ocupações unidas tiveram nos últimos anos estão ameaçadas.

A ocupação Maria Bonita vem mostrar que despejo não resolve o problema da falta de moradias  e apenas aumenta o caos urbano. Hoje são cerca de 150 mil famílias sem moradia na nossa metrópole (FJP, 2010). Para estas, não existe hoje política habitacional eficaz, uma vez que o programa Minha Casa Minha Vida praticamente estrangulou outras políticas urbanas de regularização fundiária e urbanização das comunidades e não conseguiu reduzir o déficit habitacional, que era de 104 mil moradias em 2000 (FJP). Com o Golpe em curso no país, o governo interino e ilegítimo de Michel Temer resolveu acabar com o MCMV e com o que restava do Ministério das Cidades, retirando os subsídios do programa às famílias de baixa renda. É necessário reinventar a luta pela reforma urbana!

Maria Bonita nasce da resistência da Marias, nasce da luta pelo direito de morar dignamente, vem contra os despejos, os golpes e retrocessos, e luta planejamento metropolitano efetivo e popular, construído a partir da criatividade e do trabalho do povo unido e organizado!

Pátria Livre! Mátria Livre!

Venceremos!

Clique aqui e curta a página da ocupação no Facebook para receber novas informações

Leia também:

→ É hora de lutar e resistir contra a aprovação do PLP 257/16

→ Domingo em defesa da democracia, contra o golpe de Temer e seus comparsas

Fonte: Brigadas Populares-MG

 

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail em nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários