Pressionado em prestação de contas, secretário de saúde de Santa Catarina afirma que SES contratará 280 novos servidores concursados

Questionado por todos os lados sobre o descaso do governo de Raimundo Colombo com a saúde pública em Santa Catarina, o secretário da saúde João Paulo Kleinubing afirmou durante evento de prestação de contas que o Estado contratará 280 servidores do concurso de 2012.

A Secretaria do Estado da Saúde prestou contas do último quadrimestre de 2015 na manhã desta quarta-feira (16/3), em audiência pública na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). A surpreendente presença do secretário João Paulo Kleinubing foi proveitosa aos presentes no evento, que aproveitaram para questionar o dirigente sobre o caos na saúde pública estadual.

    LISTA INTERSINDICAL

    RECEBA INFORMAÇÕES IMPORTANTES NO SEU E-MAIL

    De acordo com o relatório apresentado por Kleinubing, no último quadrimestre do ano passado, o orçamento da pasta foi de R$ 2 bilhões, nos últimos quatro meses do ano, o equivalente a 12,86% do orçamento do Estado. Esse valor inclui R$ 571,5 milhões em repasses federais.

    Presidente da Comissão de Saúde da Alesc, a deputada Ana Paula Lima, coordenou a audiência. Segundo a deputada, há R$ 1,7 milhão gasto pela SES em 2015 que não foram incluídos na apresentação do secretário. Ela também questionou o formato de prestação de contas, afirmando que, ao não seguir o formato do SargSUS, dificulta a apreciação dos dados pela população em geral.

    Além de Ana Paula Lima, compuseram a mesa, a diretora do SindSaúde/SC, Marilza Martins, os deputados Fernando Coruja, Dalmo Claro, e representantes do Ministério Público estadual e da Associação Brasileira de Combate ao Câncer.

    Inscreva-se
    Notificar de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    Ver todos os comentários
    Top
    0
    Comentex
    ()
    x