Pressão sobre o governo: Fórum envia carta a Dilma para barrar precarização do trabalho

Pressão sobre o governo: Fórum envia carta a Dilma para barrar precarização do trabalho

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Excelentíssima Senhora Dilma Rousseff

Presidente da República Federativa do Brasil

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Brasília, 15 de janeiro de 2015.

Senhora Presidente,

Este texto é assinado pelo FORUM PERMANENTE EM DEFESA DOS DIREITOS DOS TRABALHADORES AMEAÇADOS PELA TERCEIRIZAÇÃO que congrega, além de Centrais Sindicais, Federações e Sindicatos de Trabalhadores, como, entre outras, a CUT, Força Sindical, CTB, UGT, NCST, INTERSINDICAL, FUP, CONTRAF, INDUSTRIALL, MHuD – Movimento pelos Direitos Humanos, Conselho Sindical da Baixada Santista, pesquisadores, estudiosos, entidades representativas que atuam no mundo do trabalho, entre elas: Associação Latino Americana de Advogados Laborais, ALAL; Associação Latino Americana de Juízes do Trabalho, ALJT; Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho, ANAMATRA; Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas, ABRAT; Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho, ANPT; Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas, ABRAT, Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho, SINAIT, além de pesquisadores de centros acadêmicos como do CESIT/IE/UNICAMP e o Grupo de Pesquisa “Trabalho, Constituição e Cidadania”, UnB – CNPq.

FÓRUM tem se destacado como relevante lócus de resistência a projetos de lei que ampliem essa forma de contratar de forma indiscriminada. Tal é o caso do PL 4330/04 e seus substitutivos e do PL 87, com potencial altamente precarizador dos direitos dos terceirizados e de aprofundamento da cisão da classe trabalhadora, em desrespeito aos princípios constitucionais da dignidade humana e do valor social do trabalho.

Nesse sentido, o FÓRUM, tendo claro que não é por meio da precarização do trabalho que serão alcançados melhores indicadores de competividade – deixa claro que não aceitará qualquer retrocesso na garantia jurídica dos trabalhadores, propugnando que, no mínimo, sejam envidados esforços para a construção de uma regulamentação que avance com relação à Súmula 331 do TST, garantindo solidariedade das entidades empresariais, direito de sindicalização dos terceirizados e impedindo a exploração promíscua do trabalho.

FORUM PERMANENTE EM DEFESA DOS DIREITOS DOS TRABALHADORES AMEAÇADOS PELA TERCEIRIZAÇÃO

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários