fbpx

Petroleiros decidem por suspensão provisória da greve

Greve Petrobras - suspensão provisória

Nesta quarta-feira (19/02) o Conselho Deliberativo da FUP em conjunto com as direções dos sindicatos da categoria definiram por suspender provisoriamente a greve para que a Comissão Permanente de Negociação da categoria possa participar da Reunião de Mediação agendada para sexta-feira (21/02).

A realização da Reunião de Mediação foi uma conquista da greve que se iniciou no dia 01 de fevereiro. O Conselho Deliberativo entende que participar do espaço de mediação é uma forma de acumular forças, e a suspensão da greve é provisória, podendo ser retomada caso não haja acordo sobre as pautas principais do movimento, em especial a anulação das demissões massivas na Fafen/PR.

A audiência para decidir sobre o Dissídio Coletivo está marcada para o dia 09 de março, até lá o movimento continuará realizando atividades. Como a que acontece nesta quinta-feira (20/02), em São Paulo, na sede da empresa na Av. Paulista às 16h30, convocadas pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular. A luta em defesa do emprego e da Petrobras segue, independente da suspensão temporária da já histórica greve petroleira.

Ricardo Landal, petroleiro do Rio Grande do Sul e membro da Direção Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, informou que na assembleia realizada com os trabalhadores na quarta-feira foi aprovada a suspensão da greve, porém a categoria permanece mobilizada e o clima entre os trabalhadores é de fortalecimento do movimento, mesmo durante o período de suspensão da greve.

Para Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, manifestou sua solidariedade aos petroleiros e afirma: “os petroleiros estão de parabéns pela greve que estão fazendo, a tática da greve pertence a eles, porque eles conhecem a realidade da empresa. Cabe a nós, das demais categorias, prestar solidariedade ativa, mobilizar nossas bases e seguir o exemplo dos companheiros e companheiras da Petrobras.” Índio destaca ainda que a mobilização na sede da Petrobras convocada para a quinta-feira em São Paulo é uma expressão da solidariedade que precisa ser feita. Para o representante da Intersindical, a abertura das negociações já é uma vitória, rompeu com a resistência da empresa e do judiciário em dialogar com a Comissão Permanente de Negociação dos petroleiros.

A greve está suspensa para que as negociações aconteçam, porém não foi encerrada, isso irá depender dos resultados que serão alcançados no processo negocial. Afirma a Comissão Permanente de Negociação dos petroleiros.

Texto: Pedro Otoni

Greve Petrobras - suspensão provisória

Greve Petrobras - suspensão provisória

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top