fbpx

Nota: Liberdade imediata à vice-presidenta da Federação Sindical Mundial

Nota de apoio à companheira Julia Amparo, vice-presidenta da FSM.

A INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora, manifesta publicamente sua total indignação com a prisão arbitraria da companheira Julia Amparo Lotan Garzona, vice-presidenta da Federação Sindical Mundial (FSM) e líder sindical da federação Unsitragua da Guatemala.

Reafirmamos que tal atitude das autoridades guatemaltecas contra uma lutadora reconhecida internacionalmente, que há anos a fio atua em defesa dos direitos da classe trabalhadora, especialmente junto aos trabalhadores do Instituto Guatemalteco de Segurança Social (IGSS), é um ataque à trajetória e ao empenho não apenas de Julia, mas de todas e todos que ousam lutar por uma sociedade mais digna e igualitária.

Configura-se mais uma ofensiva daqueles que conduzem o poder de acordo com seus interesses, objetivando o desmonte de movimentos sindicais e sociais, tendência esta que se observa no mundo todo.

Nós, da INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora, nos posicionamos lado a lado da Federação Sindical Mundial e de todos e todas ativistas sociais atuantes pelo mundo para exigir a imediata libertação de Julia Amparo.

Liberdade já!

Leia também:
[Vídeo] Intersindical e a Federação Sindical Mundial
Reunião da Direção Nacional recebe Ramon Cardona, coordenador da FSM

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail
Tags ,

*

Top