Temer aumenta contribuição de servidores e cancela reajustes salariais

Temer aumenta contribuição de servidores e cancela reajustes salariais

MP 805/17: Temer aumenta contribuição e cancela reajustes de servidores

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Saiba mais:
→ MP 805/17: PSOL consegue manter, no STF, reajuste dos servidores públicos


MP 805/17

Nesta terça, 31, Temer enviou ao Congresso Nacional a Medida Provisória (MP) 805/17 aumentando a contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14%.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Além de tungar o salário do funcionalismo, o ilegítimo ainda mandou cancelar reajustes salariais já acordados com os servidores.

O cancelamento do reajuste tem efeito imediato para cerca de trinta carreiras. Já o aumento da alíquota de contribuição passa a vigorar em fevereiro de 2019.

O argumento do governo é de corte de despesas para o famigerado ajuste fiscal. O ataque aos servidores foi adotado dias depois de perdoar dívidas bilionárias de grandes empresários e banqueiros e de gastar bilhões para comprar o voto de deputados que salvaram o pescoço do ilegítimo.

A MP 805/17 é mais uma medida do desmonte do serviço público e é parte do pagamento de Temer pelo golpe financiado pelo grande capital financeiro.

A rigor, Temer vem adotando um conjunto de medidas que miram violentamente o serviço público, como o congelamento de investimentos (teto de gastos), o fim da estabilidade do servidor, aumento da terceirização no setor público e um grande pacote de privatizações.

“O povo brasileiro não pode aceitar esses ataques aos servidores, pois prejudicam exatamente o serviço público e o atendimento à população. Enquanto transfere bilhões para banqueiros, grandes empresários e aliados no congresso e na mídia”, afirma Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical.

Para Bernadete Menezes, Secretária de Defesa do Serviço Público da Central, a MP 805/17, do Temer, é mais uma razão para uma forte e participativa mobilização dos servidores e da classe trabalhadora em geral no próximo dia 10 de novembro. 


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Siga-nos no INSTAGRAM
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários