Portal do MPT agora conta com Lista Suja do Trabalho Escravo

Portal do MPT agora conta com Lista Suja do Trabalho Escravo

A publicação é de responsabilidade do Ministério do Trabalho e evidencia empresas que submeteram trabalhadores a essa condição

O Ministério Público do Trabalho (MPT) passa a disponibilizar a publicação atualizada do Cadastro de Empregadores flagrados com mão de obra análoga à de escravo no portal da Instituição. A publicação da chamada Lista Suja do Trabalho Escravo é de responsabilidade do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A iniciativa tem como intuito dar maior visibilidade ao documento, que agora também pode ser acessado na página inicial do site do MPT, clicando no banner no canto direito da parte inferior do site.

O Cadastro de Empregadores (ou Lista Suja) flagrados com mão de obra análoga à de escravo é formado por 205 nomes de pessoas físicas e jurídicas pela prática do crime. Segundo o documento, entre 2005 e 2018, cerca de 2.392 trabalhadores foram submetidos a condições degradantes.

Fonte: MPT


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

Postagens Relacionadas

*

Top