Representantes dos Movimentos Sociais fundam a Intersindical no Pará

Representantes dos Movimentos Sociais fundam a Intersindical no Pará

intersindical pará

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Com uma Plenária bastante representativa que contou com a participação de trabalhadoras e trabalhadores, representantes dos movimentos sociais, estudantes, desempregados e autônomos, de vários municípios do estado, foi oficialmente fundada no dia 12 de dezembro, no Hotel Ipê, em Belém (PA), a Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

A Plenária contou com a representação de 42 municípios, da maioria das regiões do estado (Xingu, Marajó, Metropolitana, Nordeste, Sudeste, Sul, Tocantina e Baixo Tocantins) totalizando 75 pessoas, entre delegadas e delegados e observadores, militantes do movimento sindical, popular (moradia e serviço público). A Intersindical é fundada num momento adverso para a classe trabalhadora. A conjuntura política no país e no estado se caracteriza por um conjunto de medidas políticas antidemocráticas e antipopulares que atentam contra os direitos básicos do povo somando negativamente para o processo de precarização da qualidade de vida da nossa população, com o aumento da miséria e do desemprego entre outras coisas.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Foram vários anos de debate em que acumulamos no sentido de construir um instrumento de luta e de organização da classe trabalhadora para enfrentar os desafios da atualidade: os ataques à democracia, os ataques aos nossos direitos e a destruição da soberania nacional. A independência política frente aos governos e aos partidos políticos será a marca da Intersindical. A combatividade e o enfrentamento serão sua essência.
A Intersindical quer contribuir positivamente para o processo de organização e mobilização das trabalhadoras e dos trabalhadores, buscando a unidade de ação com as centrais do campo progressista, criticando as práticas sindicais entreguistas e oportunistas.

Após a composição da mesa de abertura da plenária que contou com a participação do Sindicato das Trabalhadoras e dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará – Sintepp, do Movimento de Luta Popular – MLP, da Frente Povo Sem Medo e da Executiva Nacional da Intersindical, que fizeram a saudação aos participantes, foi instalada a mesa que coordenou os trabalhos de aprovação do Regimento Interno da plenária, o debate sobre a análise da conjuntura nacional e estadual.

Finalmente, as delegadas e delegados aprovaram por unanimidade o Plano de Lutas para o próximo período, a fundação da Intersindical Pará e elegeram a Direção Provisória, composta por 19 companheiras e companheiros, sendo 5 da executiva estadual e tendo 6 suplentes. A Direção Provisória terá como uma de suas tarefas, organizar o Congresso da Intersindical. Para a Secretaria Geral foi eleito o companheiro Williams Silva, dirigente estadual do Sintepp.

Pará, 12 de dezembro de 2019
Intersindical Central da Classe Trabalhadora

intersindical pará

intersindical pará

intersindical pará

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários