Estudantes ocupam Alesp e escolas técnicas de SP para exigir investigação de fraude na merenda

Estudantes ocuparam a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) na tarde desta terça-feira (3) para pressionar os deputados estaduais a investigarem a fraude na merenda escolar do Estado.

Os estudantes garantem que ficarão no local por tempo indeterminado até a instauração de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) que investigue a fraude na merenda.

    LISTA INTERSINDICAL

    RECEBA INFORMAÇÕES IMPORTANTES NO SEU E-MAIL

    Estima-se que a fraude da merenda escolar em São Paulo, que envolve políticos do PSDB, teria desviado mais de R$ 11 milhões dos cofres públicos. O Ministério Público Estadual suspeita que diversos órgãos do governo estadual e 11 prefeituras estejam envolvidas no esquema.

    Ocupação geral

    O núcleo administrativo do Centro Paula Souza (CPS), onde também funciona um estabelecimento de ensino,  foi tomado pelos estudantes na última quinta-feira (28).

    No domingo (1º), o Tribunal de Justiça de SP concedeu liminar determinando reintegração de posse do núcleo administrativo do CPS, localizado no bairro da Luz, região central da cidade.

    Uma audiência de conciliação, que antecede uma possível execução da reintegração de posse pela PM, está marcada para esta quarta-feira (4), no Fórum Hely Lopes Meirelles, às 15h, com a presença de representantes do governo do estado, Defensoria Pública, Ministério Público e estudantes.

    Foto: Jornalistas Livres

    Inscreva-se
    Notificar de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    Ver todos os comentários
    Top
    0
    Comentex
    ()
    x