De olho nos mil parceiros

De Olho nos Ruralistas precisa de mil assinaturas para avançar até 2018. Contar mais histórias sobre comida, ambiente, conflitos. E continuar mostrando o outro lado do agronegócio – aquele que você não verá na grande imprensa.

O portal produz notícias, reportagens e vídeos independentes. Todo mundo que doar receberá um ou mais boletins. Entre outras recompensas.

Você pode ser um desses mil parceiros. Doe R$ 12 por mês, R$ 25, R$ 50, quanto puder. Acesse o site e saiba mais:

DE OLHO NOS MIL PARCEIROS – Campanha 2017/2018

De Olho nos Ruralistas lança campanha de assinaturas 2017/2018:

De Olho nos Mil Parceiros é o nome da campanha de assinaturas do observatório De Olho nos Ruralistas. O projeto de comunicação – com site, reportagens e vídeos especiais – precisa de mil assinantes para sobreviver até abril de 2018.

Você pode fazer as contribuições nesta página: http://migre.me/wk1GH. Nela estão detalhadas as recompensas para cada faixa de assinatura. A partir de R$ 12 mensais cada parceiro já receberá um boletim semanal. As contrapartidas vão aumentando.

O observatório entrou no ar, como site, em setembro, após um crowdfunding movido por doações únicas. A meta de R$ 72 mil foi atingida, para um período de seis meses. A prorrogação por mais um mês foi possível por causa de doações extras.

Agora as contribuições serão mensais. Os mil assinantes são necessários para a manutenção da atual estrutura. Ainda pequena diante da proposta de se fazer um jornalismo de qualidade, crítico, fiscalizador do poder político e econômico. Mas um ponto de partida.

Mesmo diante das dificuldades, o site tem repercutido. Com notícias exclusivas, reportagens especiais, vídeos com entrevista, programas de WebTV. Em novembro, durante cobertura sobre bancada ruralista e mudanças climáticas, a equipe do De Olho foi expulsa da sede da Frente Parlamentar da Agropecuária, em Brasília.

A resposta do observatório será por meio do jornalismo. Do site com atualização diária, dos boletins semanais e diários (De Olho no Ambiente, de Olho no Agronegócio, De Olho na Comida, De Olho nos Conflitos), de vídeos e reportagens especiais.

O De Olho TV, por exemplo, veicula quinzenalmente uma grande reportagem – ou uma entrevista – sobre os principais temas agrários da atualidade. O leitor pode acompanhar o canal no YouTube ou aqui no Facebook.

Entre as recompensas, além dos boletins semanais e diários, tem até ajuda em um livro sobre imprensa e questão agrária – que estará sendo produzido ao longo do ano. Ou um curso sobre políticos ruralistas. Veja no site da campanha!

Para o observatório atingir a meta será a necessária a ajuda de cada parceiro. Mesmo quem não puder doar contribuirá muito se divulgar o material de campanha – ou mesmo as notícias do site.

Agradecemos desde já o apoio de cada um!

*

Top