fbpx

Químicos articles

Dirigente da categoria química, Nilza Pereira fala da importância deste dia 14 de junho

Especial GREVE GERAL: Dirigente da categoria química, Nilza Pereira fala da importância deste 14 de junho

Especial GREVE GERAL: Dirigente da categoria química, Nilza Pereira fala da importância deste 14 de junho

Alta rotatividade e trabalho insalubre acendem alerta da categoria sobre “deforma” da Previdência. Nesta segunda parte, falamos com Nilza Pereira, do Sindicato Químicos Unificados, regional Osasco, e da Federação dos Trabalhadores do Ramo Químicos do Estado de São Paulo (Fetquim).

intersindical, manifestação, reforma da previdência (PEC 287)

Trabalhadores/as realizam atos e paralisações em defesa da Previdência

Trabalhadores da farmacêutica Astrazeneca participaram de um ato organizado pelo Unificados nesta segunda-feira, 19/02, Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência Social. A fábrica localizada em Cotia conta com cerca de 1.200 trabalhadores/as. Diversas categorias profissionais e movimentos populares realizam desde as primeiras horas de hoje assembleias com atrasos de jornada, paralisações e greves em protesto a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 287) que impedirá a aposentadoria de milhões de brasileiros/as.

Assembleias em fábricas nas regiões de Campinas e Osasco agitam setor químico

Assembleias em fábricas nas regiões de Campinas e Osasco agitam campanha salarial do setor químico

Trabalhadores das fábricas PPG Tintas, em Sumaré, Henkel Ltda, em Itapevi, e Ecolab Química, em Barueri realizaram hoje (25/09) assembleias para discutir a campanha salarial do Setor Químico, que tem data base em 1º de novembro. As assembleias ocorrem no mesmo dia em que os sindicatos que integram a Fetquim (Federação dos Trabalhadores do Ramo Químico do Estado de São Paulo) entregam a pauta de reivindicações ao Ceag 10 – entidade que representa os patrões do setor químico.

Amanco usa PM e GCM para assediar trabalhadores em greve

A porta da Amanco/Mexichem, em Sumaré, amanheceu várias viaturas da Polícia Militar e Guarda Civíl Municipal, acionadas pela empresa para tenta intimidar os/as trabalhadores/as que desde o dia 2/5 mantém uma greve em defesa da pauta de reivindicações que foi entregue à empresa na semana passada pelo sindicato Químicos Unificados.

Químicos Unificados: é greve geral

O Sindicato Químicos Unificados convoca todos/as trabalhadores/as a parar nesta sexta-feira, 28/04 em defesa dos direitos trabalhistas que estão sendo destruídos pelo governo Temer e Congresso Nacional. Neste dia, não sai de casa para trabalhar. É hora de cruzar os braços e integrar as grandes mobilizações que ocorrerão em vários pontos das cidades brasileiras.

Ato no centro de Campinas denunciará deputados da região

Dirigentes sindicais, militantes de movimentos populares e das frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular realizarão no dia 19 de abril, às 17h em frente à Catedral Metropolitana de Campinas, um ato de protesto contra os deputados Carlos Sampaio (PSDB), Luiz Lauro Filho (PSB), Roberto Alves (PRB), Vanderlei Macris (PSDB) – todos da Região Metropolitana

Trabalhadores químicos atrasam jornada na Medley (Campinas) contra a terceirização e desmonte da aposentadoria

Os Químicos Unificados de Campinas, Osasco e Região já iniciaram o dia com atraso de jornada na fábrica da Medley, em Campinas, para dialogar com os trabalhadores sobre o desmonte da aposentadoria, o projeto de terceirização aprovado pela Câmara e a reforma trabalhista.

EMS Hortolândia, em SP, parada desde 5h30 contra o desmonte da aposentadoria e a retirada de direitos

Saiba mais: → Pressione deputados da Comissão da Reforma da Previdência: acesse a lista! → Baixe o Jornal da Reforma da Previdência → Vídeo (3 min.): Wagner Moura e Povo Sem Medo explicam a reforma da Previdência → Vídeo (2 min.): Desmascarando a Farsa do Rombo da Previdência A EMS Hortolândia, em SP, está parada desde 5h30, contra a

Trabalhadores da White Martins em luta por 100% do reajuste

O Unificados segue com assembleias com atraso de jornada em protesto contra as empresas que não aplicaram o reajuste integral em 1º de novembro – data base do setor químico. Hoje, 15/02, a luta foi nas fábricas da White Martins em Campinas e em Paulínia, simultaneamente. As unidades pararam das 4h às 8h30 contra a intransigência do patrão.

Dia de luta por reajuste integral na PPG do Brasil, em Sumaré (SP)

O Sindicato Químicos Unificados realizou nesta manhã (31/01), ao lado de trabalhadores e trabalhadoras da PPG do Brasil, de Sumaré (SP), uma assembleia com atraso de jornada em protesto contra a intransigência da multinacional em pagar o reajuste integral da categoria, conforme reivindicação apresentada na data base de 1º de novembro, durante a campanha salarial.

No dia Nacional de Greves, atraso de jornada por 4 horas na Rhodia

Atraso de jornada por 4 horas na Rhodia! Mais de 40 empresas aplicam reajuste total em novembro No dia Nacional de Paralisações (11/11), trabalhadores químicos Unificados atrasaram em quatro horas a produção das empresas do condomínio Rhodia (Basf, Bayer, Air Liquide, Merial, Solvay e Tereftalicos) em protesto ao não retorno às nossas reivindicações de campanha

Campanha Salarial: trabalhadores de sete empresas químicas em mobilização

A mobilização dos/as trabalhadores/as das fábricas químicas das regiões de Campinas e Osasco intensificou-se nesta quinta-feira, 20/10 com assembleias realizadas pelo Unificados sobre a campanha salarial. O sindicato dialogou nesta manhã com os/as companheiros/as da Solvay Rhodia, Merial, Air Liquide, Basf, Bayer e Tereftalicos, todas estas localizadas no condomínio Rhodia em Paulínia, e também com

Assembleias nas fábricas mobilizam trabalhadores do setor químico pela campanha salarial

O Unificados realizou nesta semana assembleias na porta de várias fábricas do setor químico localizadas nas regionais Campinas e Osasco para tratar da campanha salarial 2016. Além da pauta geral que foi entregue pela Fetquim (Federação dos Trabalhadores do Ramo Químico do Estado de São Paulo) aos patrões no dia 22/09, dirigentes sindicais e trabalhadores

Químicos engrossam paralisação do dia 22 e reivindicam 14% de reajuste com aumento real

Químicos engrossam paralisação do dia 22 e reivindicam 14% de reajuste com aumento real

A pauta de reivindicações do setor Químico se soma a de outras tantas categorias pelo país nesta quinta-feira (22) contra a  retirada de direitos, contra o desmonte do serviço público, contra a reforma da Previdência, a suspensão de aposentadorias por invalidez, contra a reforma trabalhista, terceirização e jornada de trabalho de 12 horas, entre tantos ataques que o governo Michel Temer vem promovendo contra os trabalhadores e trabalhadoras brasileiros. Especificamente, os químicos aproveitam a data para reivindicar também 14% de reajuste (o que equivale a 5% de aumento real), R$ 2.000 como piso salarial e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) equivalente ao valor de 2 pisos salariais reajustados.

Assembleias na Merck, Pfizer e EMS pressionam na campanha salarial do setor farmacêutico

Assembleias na Merck Sharp & Dohme (MSD) Farmacêutica em Campinas, no Laboratórios Pfizer em Itapevi e na EMS Farmacêutica (foto acima) em Hortolândia mostraram que as trabalhadoras e trabalhadores estão mobilizados e garantir conquistas na campanha salarial 2016 do setor farmacêutico, bem como de conquistas avanços nas reivindicações específicas. A assembleia na EMS foi realizada

Farmacêuticas: Patronal não quer nem repor a inflação. Sindicalistas recusam proposta

Os sindicalistas, organizados na Federação dos Trabalhadores no Ramo Químico do Estado de São Paulo (Fetquim), entre eles o Químicos Unificados, rejeitaram de imediato, na mesa, a proposta das indústrias farmacêuticas de nem repor na íntegra a inflação nos últimos doze meses na campanha salarial 2016 do setor, em reunião de negociação realizada  na manhã

Pressão faz Câmara de Campinas (SP) adiar votação da “Emenda da Opressão”

A votação da emenda à Lei Orgânica do Município que proíbe qualquer debate relacionado a gênero nas escolas de Campinas, também chamada de “Emenda da Opressão”, foi adiada após intensa pressão realizada dia 16/11 na Câmara Municipal de Campinas por manifestantes contrários a ela. A emenda seria submetida à 2ª votação, após ter sido aprovada

Mulheres debatem questões de gênero no Cefol

95 mulheres participaram ontem (13) do primeiro de uma série de encontros que o Coletivo de Mulheres do Sindicato Químicos Unificados organizou para as trabalhadoras químicas nas regionais de Campinas, Osasco e Vinhedo, e demais convidadas, no Centro de Formação e Lazer (Cefol) da Regional Campinas. No próximo domingo (20), esta mesma atividade se realizará

Coletivo de Mulheres dos Químicos Unificados prepara trabalhadoras para encontro sobre gênero

As trabalhadoras da base do Unificados estão convidadas a participar de encontros regionais nos Centros de Formação e Lazer (Cefol) de Campinas e Osasco, que serão atividades preparatórias para o Encontro de Mulheres da Base, a partir da discussão de alguns temas centrais: “feminismo”, “direito ao corpo” e “mulher e trabalho”. Em Campinas o encontro

Tem início a campanha salarial 2015 do setor químico

Encontro de base aprova luta por direitos e conquistas e a pré-pauta de reivindicações, que será definida em assembleia dia 18 de setembro, nas sedes das regionais Campinas e Osasco. A crise econômica existe, mas a dimensão é outra. “Agenda Brasil” é o golpe que os patrões esperavam. Educação: Entrevista com a profª Vanessa Gravino

Encontro de base: Químicos Unificados em luta por direitos e conquistas!

Encontro de base: Químicos Unificados em luta por direitos e conquistas!

Cerca de 200 trabalhadores da base do Unificados das regionais Campinas, Osasco e Vinhedo lotaram o salão de reuniões do Centro de Formação e Lazer de Campinas neste domingo (30) e, depois de analisar a conjuntura econômica, aprovaram de maneira unânime a decisão de construir uma campanha salarial, que tem data base em 1º de novembro, sem que nenhum direito já conquistado seja retirado.

Assembleia na Heringer recusa PLR e exige segurança no trabalho

Participação nos lucros e resultados (PLR), excesso de acidentes e recebimento do adicional de periculosidade foram as questões abordadas pelos trabalhadores e o Unificados em assembleia realizada na Fertilizantes Heringer S.A., em Paulínia, na manhã de hoje (14/08). A Heringer tem cerca de 450 trabalhadores, produz fertilizantes básicos e especiais e está instalada no bairro

Trabalhadores rejeitam proposta de PLR da 3M de Sumaré

Os trabalhadores da 3M do Brasil, em Sumaré, recusaram massivamente em assembleias (foto acima) a proposta da multinacional norte-americana para as condições de pagamento da participação nos lucros e resultados (PLR). Nas assembleias também foram abordados os ataques que a classe trabalhadora sofre sobre seus direitos, como a liberação da terceirização, por exemplo, e a

Luta garante sábados e domingos livres na Syngenta de Paulínia

Os trabalhadores da Syngenta Brasil conquistaram o sábado e o domingo livres após uma longa luta e muitas negociações entre o Sindicato Químicos Unificados e a multinacional, que tem sede na Suíça. A luta também conquistou o pagamento do adicional noturno até às 07h40 – anteriormente era até às 5 horas. Este acordo foi aprovado

“Mundo produtivo destrói corpo produtivo”: Ricardo Antunes, em debate no Unificados

O sociólogo Ricardo Antunes afirmou que “O mundo produtivo, no capitalismo, destrói o corpo produtivo”, ao fazer a relação entre a exploração por cada vez mais produção e menos direitos nas empresas, com o crescente número de trabalhadores acidentados, lesionados e mortos no exercício de suas atividades. E ele garante que, se aprovado o projeto

6º Congresso do Unificados aprova resoluções para até 2018

Os(as) trabalhadores(as) sindicalizados do Unificados, das regionais Campinas, Osasco e Vinhedo, aprovaram, por unanimidade, a tese e plano de lutas para os próximos três anos, defendida pela direção da entidade durante o 6º Congresso do Sindicato Químicos Unificados, realizado de 19 a 21 de junho, em Louveira. Tanto o plano de lutas como a tese

Debate: “Trabalhar para adoecer?” Com Ricardo Antunes, na regional dos Químicos em Campinas

“Trabalhar para adoecer?” é o tema de debate com o professor e sociólogo Ricardo Antunes, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) fará dia 30 de junho (terça-feira), com início às 10 horas, na Regional Campinas do Sindicato Químicos Unificados. A defesa da saúde e da segurança no trabalho é uma das prioridades do Sindicato Químicos

6º Congresso do Unificados – De 19 a 21 de junho, em Louveira

O 6º Congresso do Sindicato dos Químicos Unificados ocorrerá de 19 (sexta-feira) a 21 de junho (domingo), na cidade de Louveira.  O Congresso é um momento especial para o Unificados e para a categoria nas indústrias químicas e farmacêuticas de Campinas, Osasco e Vinhedo, pois é nele que serão avaliadas as ações aprovadas no 5º

TERCEIRIZAÇÃO: Trabalhadores reagem e alertam – “Não ousem. Se passar, o Brasil vai parar!”

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região Após a aprovação do PL 4330 que libera a terceirização no Brasil, os trabalhadores de todo o país reagiram e foram para as ruas, paralisaram fábricas, transporte, bancos e deram claro e duro recado: Se o projeto de lei da terceirização seguir em frente, o

Trabalhadores da Blau paralisam produção por 24h, em Cotia

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região Os aproximadamente 250 trabalhadores da Blau Farmacêutica, em Cotia, fizeram uma paralisação de 24 horas na quarta-feira (1) em protesto à resposta dada pela empresa às reivindicações a ela apresentadas. A Blau limitou-se a entregar um documento no qual transfere exclusivamente ao sindicato patronal a

Assembleia na 3M discute problemas da fábrica e projeto de lei da terceirização

Os(as) trabalhadores(as) da 3M do Brasil Ltda, em Sumaré, realizaram uma assembleia na manhã de hoje (1) para discutir uma série de problemas na fábrica. Foi também abordada a grave ameaça à classe trabalhadora que é o projeto de lei da terceirização (PL 4330/04), que tem votação prevista para o dia 07/04 na Câmara dos

Ato combate privatizações/terceirizações dos serviços públicos de Campinas

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região O Sindicato Químicos Unificados e a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora participaram na manhã de hoje (24/03) de um ato que começou no Hospital Mário Gatti e seguiu em passeata até a prefeitura de Campinas, contra a aprovação de um projeto de lei complementar

29 de março: Encontro preparatório para VI Congresso dos Químicos Unificados, no Cefol

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região O Sindicato Químicos Unificados fará o seu VI Congresso em junho. Para preparar este importante momento da categoria, a partir de março as regionais Campinas e Osasco realizarão reuniões sempre no último domingo do mês em seus Centros de Formação e Lazer (Cefol). O primeiro

Terceirização na Prefeitura de Campinas é aprovada sob protesto

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região A Câmara dos Vereadores de Campinas aprovou e a Prefeitura está autorizada a contratar empresas privadas para serviços nas áreas da saúde, educação, assistência social, cultura, esporte, meio ambiente e tecnologia. O vereador Paulo Bufalo explica, na 2ª votação, que o projeto de lei complementar

Protesto contra morte de trabalhador terceirizado na Mexichem paralisa 100% a produção em Sumaré

Os trabalhadores da Mexichem Brasil (Amanco), em Sumaré, paralisaram 100% a produção na manhã de hoje (05 de março) em ato de protesto  contra a morte do trabalhador Emanuel Neto da Rocha, ocorrida em 03 de março, quando exercia sua atividades de eletricista na empresa. Rocha tinha 26 anos e era recém-casado, sem filhos. Ele

Trabalhador terceirizado morre eletrocutado na Mexichem Brasil (Amanco) em Sumaré

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região O trabalhador Emanuel Neto da Rocha, com 26 anos de idade, morreu na tarde de ontem (03 de março) quando exercia sua atividade de eletricista na Mexichem Brasil (Amanco), em Sumaré. Ele era terceirizado, contratado direto pela Sem Limites, empresa prestadora de serviços para a

'O Lucro acima da vida' será exibido em Campinas e São Paulo

‘O Lucro acima da vida’ será exibido em Campinas e São Paulo e terá coletiva com atores do longa-metragem

Os atores Deo Garcez e João Vitti que interpretam os personagens principais no filme, “O lucro acima da vida”, estarão na terça-feira (24/02) em Campinas e darão entrevista coletiva à imprensa antes da exibição do longa no Teatro Castro Mendes. 

Top