fbpx

Caça às bruxas no INSS: governo manda rever todos os auxílios-doença e aposentadorias por invalidez nos próximos 2 anos

O ilegítimo governo Michel Temer traça uma ofensiva sem precedentes contra milhares de brasileiros afastados por motivos de doença, a partir de uma parceria nefasta realizada com a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP).

O acordo com os peritos foi selado na quinta-feira (07/07) e prevê uma verdadeira força-tarefa no INSS para rever todos os auxílios-doença e aposentadorias por invalidez  nos próximos 2 anos. Serão realizados mutirões de perícias médicas.

De uma só vez o governo resolve desfazer os problemas de longas filas de espera no INSS, traça um plano de valorização para a carreira dos peritos e faz uma campanha para a revisão de benefícios da seguridade social.

“O governo golpista vem com unhas e dentes desmontar a Previdência Social. A prática de remunerar os peritos por cada revisão feita, além de quebrar qualquer tipo de isonomia entre os trabalhadores do INSS, cria uma grande caça às bruxas, tentando reforçar o falso discurso de déficit da previdência e colocando a culpa no povo trabalhador”, afirma João Paulo Silvestre, diretor do Sindprevs-SC e militante das Brigadas Populares.

Incentivo aos médicos peritos

A cada revisão do benefício por incapacidade de longa duração (BILD) será pago a cada perito uma bonificação de R$ 60,00 brutos, por perícia concluída- sendo o máximo de R$ 240 por dia ou R$ 1.200 por semana útil. Os valores poderão ser acrescidos a esse valor em eventuais perícias feitas em regime de mutirão, a critério da gestão local. Cada médico poderá realizar até 20 perícias por dia.

São estimados 900 mil cidadãos que estejam nesse grupo sendo que cerca de 500 mil mantém o benefício por via judicial e 400 mil por via administrativa.

Convocação

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vai convocar, por carta, os segurados. Eles terão de reunir o maior número possível de receitas, exames e laudos recentes que comprovem a incapacidade para trabalhar.

Os trabalhadores que não comparecerem ao posto do INSS para realizar a nova perícia perderão o benefício.

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top