Vote (e lute) CONTRA OS INIMIGOS DA DEMOCRACIA!

Vote (e lute) CONTRA OS INIMIGOS DA DEMOCRACIA!

O golpe de 2016 indicou uma ruptura democrática no Brasil. A prisão sem provas do ex-presidente Lula agravou o cenário. O único motivo para a condenação foi impedir que Lula fosse candidato à presidência da república, já que ele liderava todas as pesquisas de intenção de voto. Encarcerar Lula e impedi-lo de participar das eleições foi uma agressão não apenas ao maior líder popular do Brasil, mas a milhões de pessoas que pretendiam votar no ex-presidente.

A prisão de Lula é necessária para que o golpismo mantenha sua agenda antipopular e antinacional e intensifique a repressão contra lideranças sindicais e populares. O Estado penal-repressivo é ampliado. O Estado garantidor de direitos e indutor do desenvolvimento é reduzido a zero.

Além disso, a prisão de Lula serve para consolidar o fascismo como pensamento orientador da sociedade. O judiciário colabora com esta trama ao retirar garantias legais mínimas a Lula no processo que o condenou sem provas.

A Rede Globo e demais meios de comunicação empresariais, ao instigarem o ódio e condenarem Lula antes mesmo do devido processo legal. As instituições patronais, ao financiarem grupos de extrema direita violentos e mentirosos.

O fascismo é a natureza política do golpe, e ele envolve uma série de instituições contra a democracia. O perigoso cenário eleitoral é resultado da atuação dessas entidades ao longo dos últimos anos.

Por isso, nestas eleições, é preciso votar CONTRA OS INIMIGOS DA DEMOCRACIA, contra o golpismo e o fascismo!

Mais que isso, é preciso se envolver e lutar pela democracia. O momento exige participação ativo nos sindicatos, movimentos populares e partidos que defendam a classe trabalhadora e o povo brasileiro. Não deixe que a democracia seja dominada por seus inimigos.

Vote (e lute) contra o golpismo e o fascismo!

Texto: Matheus Lobo
Charge: Latuff


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

Postagens Relacionadas

*

Top