Vote contra a DESTRUIÇÃO DO SERVIÇO PÚBLICO!

Vote contra a DESTRUIÇÃO DO SERVIÇO PÚBLICO!

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

A PEC do Fim do Mundo (atual Emenda Constitucional nº 95) foi aprovada no final de 2016, logo após o golpe que colocou Michel Temer no poder. O mundo ainda não acabou, mas, nesse ritmo, as políticas públicas no Brasil estão próximas do fim. O terrível incêndio do Museu Nacional é o retrato mais simbólico dessa terra arrasada.

Com mais de 20 milhões de peças, obras de arte e documentos, o Museu Nacional abrigava o quinto maior acervo do mundo, com coleções voltadas para a arqueologia, botânica, geologia e paleontologia, além da história e memória nacional. Entre as perdas mais dolorosas está o fóssil humano mais antigo descoberto no Brasil, batizado de Luzia, que foi consumido pelo fogo.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A Associação Nacional de História (Anpuh) relacionou o incêndio diretamente à EC 95. “Esta é uma perda irreparável. Quando um país desqualifica sua cultura, seu conhecimento e sua ciência. Quando se congela recursos para a ciência e a educação. A falta de recursos para a segurança, para as reformas necessárias, já vinha sendo denunciada há muito tempo. Esta irresponsabilidade tem nome e endereço”, afirma em nota.

A EC 95 simplesmente congela todos os gastos com o serviço público (sejam investimentos ou custeio) por 20 anos. Só pode haver reajuste conforme inflação do ano anterior. Considerando o aumento da população e do PIB brasileiro, a verdade é que haverá cada vez menos recursos para políticas públicas e serviços essenciais.

De um lado, isso significa uma tendência de encolhimento dos serviços de saúde, educação, assistência social, cultura e ciência; de outro, condena os servidores federais à estagnação salarial e a ambientes de trabalho cada vez mais precários.

Uma das medidas mais criminosas do governo golpista, a EC 95 tenta reduzir ao máximo o nível de participação do Estado na vida das pessoas. Trata-se de um projeto de outro pacto social, que drena os recursos do serviço público para o sistema financeiro, via pagamento da dívida pública. Nesse pacto social, o Estado transfere suas responsabilidades com saúde, educação, segurança, assistência social e cultura para agentes privados. Os museus, universidades e hospitais públicos tendem a ficar cada vez mais abandonados, até serem privatizados.

eleição tem de servir para REVOGAR A EC 95, A PEC DO FIM DO MUNDO. Vote contra a destruição do serviço público!

Veja como cada senador votou na EC 95 (antiga PEC 55 e 241)

A favor da PEC 55

Aécio Neves (PSDB-MG)
Aloysio Nunes (PSDB-SP)
Álvaro Dias (PV-PR)
Ana Amélia (PP-RS)
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Antonio C Valadares (PSB-SE)
Armando Monteiro (PTB-PE)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Benedito de Lira (PP-AL)
Cidinho Santos (PR-MT)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Cristovam Buarque (PDT-DF)
Dalírio Beber (PSDB-SC)
Deca do Atacadão (PSDB-PB)
Edison Lobão (PMDB-MA)
Eduardo Amorim (PSC-SE)
Eduardo Braga (PMDB-PA)
Elmano Férrer (PTB-PI)
Eunício Oliveira (PMDB-CE)
Fernando Coelho (PSB-PE)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)
Gladson Cameli (PP-AC)
Hélio José (PMDB-GO)
Ivo Cassol (PP-SC)
José Agripino (DEM-RN)
José Anibal (PSDB-SP)
José Maranhão (PMDB-PB)
José Medeiros (PSD-RN)
Lasier Martins (PDT-RS)
Lúcia Vânia (PSB-GO)
Magno Malta (PR-ES)
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Osmar Aziz (PSD-AM)
Otto Alencar (PSD-BA)
Pastor Valadares (PDT-RO)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Pedro Chaves (PSC-MS)
Pinto Itamaraty (PSDB-MA)
Raimundo Lira (PMDB-PB)
Reguffe (sem partido-DF)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Roberto Muniz (PP-BA)
Romero Jucá (PMDB-RR)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Sérgio Petecão (PSD-AC)
Simone Tébet (PMDB-MS)
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Telmário Mota (PDT-RR)
Valdir Raupp (PMDB-RO)

Contra A PEC 55

Ângela Portela (PT-RR)
Dário Berger (PMDB-SC)
Fátima Bezerra (PT-RN)
Gleisi Hoffomann (PT-PR)
Humberto Costa (PT-PE)
João Capiberibe (PSB-AP)
Jorge viana (PT-AC)
José Pimentel (PT-CE)
Kátia Abreu (PMDB-TO)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Paulo Paim (PT-RS)
Paulo Rocha (PT-BA)
Regina Sousa (PT-PI)
Roberto Requião (PMDB-PR)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)

Clique no link a seguir e saiba mais sobre a EC 95.

Texto: Matheus Lobo


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários