Trabalhadores sem teto resistem a reintegração de posse de hotel em Brasília

Trabalhadores sem teto resistem a reintegração de posse de hotel em Brasília

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Do Portal EBC – Polícia segue em negociação para retirar ocupantes de hotel em Brasília

O prédio abandonado do antigo Torre Palace Hotel, um edifício de 14 andares e 140 apartamentos localizado na região central de Brasília, continua ocupado por manifestantes do Movimento Resistência Popular, grupo que luta pelo direito à moradia no Distrito Federal.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PM-DF) informou que cerca de 12 pessoas estão no prédio, incluindo duas crianças, e que as negociações para a saída deles estão em andamento. “Podem ter mais pessoas, já que o prédio tem muitos quartos”, disse o chefe da Comunicação Social da PM, coronel Antônio Carlos.

A desocupação começou na manhã de ontem, mas foi interrompida depois que parte dos manifestantes deixaram o prédio. Abandonado desde 2013, o edifício foi ocupado em outubro de 2015 por cerca de 150 pessoas do movimento, mas já vinha sendo invadido antes por usuários de drogas. A reintegração de posse foi autorizada pela Justiça em decisão de 2ª instância, no dia 24 de maio.

Além das forças de segurança, equipes da Defesa Civil e secretarias de Habitação, de Desenvolvimento Social e de Ordem Pública Social estão no local acompanhando as negociações para a saída dos manifestantes.

O edifício, localizado no Setro Hoteleiro Norte, área nobre de Brasília, está isolado, sem água e sem energia elétrica. A via N1, em frente ao Eixo Monumental, está bloqueada em frente ao hotel.

Segundo a PM, as pedras e pedaços de madeira espalhados pela rua, foram jogados de cima pelos ocupantes. Cerca de 40 pessoas que deixaram o prédio ontem continuam do lado de fora. Doriana Nunes é uma das coordenadoras do movimento e também saiu do prédio ontem. Ela disse que os manifestantes resistirão à ocupação. “Se subir, vai cair”, disse ela.

Fonte: Portal EBC
Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários