Coronavírus: Trabalhadores denunciam insegurança em fábrica da Eurofarma

Acompanhe a ação do Sindicato dos Químicos Unificados na Eurofarma, em Itapevi, na qual um trabalhador faleceu por COVID-19 e, apesar das recomendações do sindicato, a empresa insiste em manter banco de horas, fazendo com que os funcionários passem ainda mais tempo dentro da fábrica, expostos à contaminação.

TRABALHADORES DEVEM PROCURAR O SINDICATO E DENUNCIAR ABUSOS DAS EMPRESAS

A pandemia do coronavírus deixou claro o quanto as empresas colocam a produção e seus lucros acima da vida e saúde dos trabalhadores.

O sindicato vem recebendo denúncias de aglomerações dentro das fábricas, falta de cuidado com higiene e demissões.

Sem mencionar os cortes de salário e suspensão de contratos, autorizados pelo governo de Bolsonaro.

O Químicos Unificados permanece na linha de frente, cobrando das empresas que tomem medidas efetivas para preservar o sustento, a saúde e vida dos trabalhadores nessa crise.

ASSISTA AO VÍDEO:

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?
Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Top
0
Comentex
()
x