Trabalhadores da Saneago provam que mobilização em massa gera grandes conquistas

Trabalhadores da Saneago provam que mobilização em massa gera grandes conquistas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

A mobilização maciça da categoria garantiu aos trabalhadores da Saneago (Saneamento de Goiás) uma negociação inédita: reposição salarial de 9,83% conforme INPC/IBGE acumulado dos últimos 12 meses, 9,83% no auxílio creche, reajuste de 13,07% no vale alimentação, participação nos resultados, e abono de Natal de R$ 1500 em dinheiro, entre outras reivindicações.

“O envolvimento da categoria, na capital e no interior junto ao sindicato, resultou em uma negociação altamente positiva”, afirma João Maria de Oliveira, diretor do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado de Goiás (Stiueg).

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A nova dinâmica na condução das investigações, segundo ele, garantiu uma participação mais ativa dos trabalhadores. “Mais de 30 assembleias regionais foram feitas para discutir a pauta de reivindicações. Toda a movimentação teve início em janeiro, apesar de a data-base ser em maio. Os trabalhadores foram ouvidos e se fizeram ouvir”, explica João Maria.

Confira abaixo as conquistas dos trabalhadores:

REPOSIÇÃO SALARIAL

Reposição de 9,83% conforme INPC/IBGE acumulado dos últimos 12 meses, a ser paga a partir de maio. A diferença será paga no dia 20 de junho em adiantamento salarial.

JORNADA DE TRABALHO

A empresa realizará estudos junto às superintendências para avaliar a implantação de turnos de 6 horas em atividades que possam trazer mais qualidade de vida ao empregado e maior produtividade. Serão apresentadas propostas à categoria no prazo de 60 dias a serem contados a partir da assinatura e encaminhamento do Acordo Coletivo de 2016 ao Ministério do Trabalho e Emprego – MTE.

FLEXIBILIZAÇÃO DO HORÁRIO

Com a implantação do ponto eletrônico haverá a flexibilização do horário de trabalho, conforme estabelece a IN 06.4000, publicada no dia 13 de junho de 2016 e disponível no Sistema de Gestão da Qualidade.

 AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO

Reajuste no valor do auxílio alimentação de acordo com Índice de Preços ao Consumidor da cidade de Goiânia para o Grupo Alimentação acumulado para os últimos 12 meses em abril de 2016 e divulgado pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, com o percentual de 13,07%.

O reajuste será concedido a partir da assinatura e encaminhamento do Acordo Coletivo de 2016 ao MTE, quando então serão pagas as diferenças retroativas a maio/2016.

A equipe da SUREH/G-GAP iniciou as tratativas para novo processo licitatório que contemplará a solicitação de benefícios de vale alimentação ou refeição, de acordo com a escolha do empregado, bem como a possibilidade de cartão adicional.

BONIFICAÇÃO NATALINA

Será concedido o bônus natalino em dezembro de 2016, em dinheiro, no valor de R$ 1.500,00.

PPR – PLANO PARTICIPAÇÃO NOS RESULTADOS

O Saneago implantará o PPR no ano de 2016. Será distribuído aos empregados da empresa no mês de setembro de 2016 o resultado apurado no balanço dos dois primeiros trimestres do ano. A diferença relativa aos dois últimos semestres será acertada em abril de 2017.

Nos anos posteriores a participação nos resultados será paga nos meses de abril.

ANIVERSÁRIO

A SANEAGO permitirá ao empregado escolher qualquer dia do ano para gozar o dia de folga em razão do aniversário, desde que em comum acordo com o superior hierárquico.

LICENÇA PATERNIDADE

A Saneago se comprometeu a atender a solicitação nos termos que estabelece a Lei 13.257 sancionada em 08 de março de 2016, a partir da assinatura e encaminhamento do Acordo Coletivo de 2016 ao MTE.

AUXÍLIO EDUCAÇÃO / AUXÍLIO CRECHE

A empresa vai aplicar o reajuste de 9,83%, conforme INPC/IBGE acumulado dos últimos 12 meses a partir do mês de setembro/2016. Outra mudança foi a  extensão do benefício do auxílio educação/creche até o mês de dezembro do ano em que o dependente do beneficiário completar 10 anos ( e não mais com 8 anos, como era antes).

Para ter acesso ao benefício os empregados que tiverem dependentes em idade escolar de ensino fundamental (a partir de 6 anos), conforme Lei 11.274/06 e resoluções nº 1 e 6 de 2010, que definem diretrizes operacionais para matrícula na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, deverão apresentar boletim escolar da criança confirmando aprovação na série cursada no ano letivo anterior.

INCENTIVO INTELECTUAL/ POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO

 A empresa irá formar um Grupo de Trabalho, com participação do sindicato da categoria e entidades representativas, através de Resolução de Diretoria no prazo de 15 dias a serem contados a partir da assinatura e encaminhamento do Acordo Coletivo de 2016 ao MTE, para reescrever a política de incentivo intelectual. O grupo de trabalho terá prazo de 60 dias para apresentar propostas para a nova política de incentivo intelectual para a empresa.

 PLANO DE CARREIRA GERENCIAL

A Saneago  implantará o Plano de Carreira Gerencial no prazo de 60 dias a serem contados a partir da assinatura e encaminhamento do Acordo Coletivo de 2016 ao MTE.

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Em comum acordo com o sindicato da categoria, a SANEAGO concederá reajuste de 1,1% na tabela salarial a partir de 11/2016, aos empregados que estão sob o regime do RACCS, em razão do parágrafo segundo do art. 78.

A concessão do reajuste representará a quitação de quaisquer pendências relacionadas ao art. 78 do RACCS em anos anteriores.

Com relação à avaliação de desempenho a SUREH encontra-se na fase de Classificarão Competências Comportamentais por parte dos gestores. Em agosto de 2016 acontecerá a avaliação de competências e responsabilidades e em agosto de 2017 a avaliação de desempenho com foco em competências.

A Avaliação de Desempenho será aplicada aos empregados sob o regime do RACCS e PCCR.

Em caso de não cumprimento dos prazos de implantação da Avaliação de Desempenho a SANEAGO fará acordo com o sindicato da categoria para definição de compensação aos empregados.

TRANSPORTE

Reconhecendo o problema do transporte coletivo no entorno de Brasília a SANEAGO se compromete a realizar estudos para resolver a situação. Em caráter emergencial a SUREH está viabilizando alternativa para atender a demanda, apresentando respostas ainda no mês de junho de 2016, até que se encontre uma solução definitiva para o caso.

SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO

A SANEAGO irá alterar a Instrução normativa que trata do tema estabelecendo regras para aceitação do atestado de acompanhamento e determinando que Serviço Social da SUREH realize acompanhamento dos casos apresentados.

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE / PERICULOSIDADE

A empresa especializada, contratada para realizar perícia nos benefícios atualmente concedidos e mapear os ambientes periculosos e insalubres,  contará com a participação do STIUEG no processo.

PCS / PCCR

A SANEAGO apresentará estudo para revisão do PCCR no intuito de constatar possível perda na possibilidade de progressão na carreira dos empregados que migraram do RACCS, atendendo a demanda apresentada pelo sindicato da categoria e apresentará parecer para a Diretoria Colegiada da SANEAGO no prazo de 60 dias.

A SANEAGO apresentará estudo para revisão do PCCR no intuito de constatar possível perda na possibilidade de progressão na carreira dos empregados que migraram do RACCS, atendendo a demanda apresentada pelo sindicato da categoria e apresentará parecer para a Diretoria Colegiada da SANEAGO no prazo de 60 dias.

ASSÉDIO MORAL

A SANEAGO implementará política de combate permanente ao Assédio Moral no ambiente de trabalho, nos casos onde se comprovar a prática, a empresa assegurará acompanhamento e tratamento das vitimas. Além de garantir que serão devidamente apuradas quaisquer denúncias sobre o tema.

DIÁRIAS

A SANEAGO irá apresentar no prazo de 60 dias proposta para que a utilização do cartão corporativo possa gerar bônus para o empregado.

TRATAMENTO DE SAÚDE

A empresa disponibilizará, através da assistência social, o acompanhamento aos seus empregados que por motivo de doença chegam á capital em tratamento e tem dificuldade de mobilidade física ou por desconhecimento.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários