Trabalhadores da Celg em greve nesta quarta (22) por tempo indeterminado

Trabalhadores da Celg em greve nesta quarta (22) por tempo indeterminado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Trabalhadores da CELG entram em greve nesta quarta-feira (22/06) contra a privatização da empresa e a terceirização desenfreada, exigindo a contratação imediata dos concursados e um reajuste salarial que reponha as perdas inflacionárias.

A decisão foi tomada em assembleia geral realizada dia 16/6, que rejeitou tanto a contraproposta nacional (Eletrobras) quanto a local (Celg D/Eletrobras).        

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

João Maria de Oliveira, diretor do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado de Goiás (Stiueg), diz que a luta segue firme em defesa do patrimônio público e pela valorização dos trabalhadores. “Há um desmonte proposital da empresa para fins de privatização, a sobrecarga de trabalho sobre os funcionários é grande e os relatos de assédio moral aumentaram”, afirma.

Dentre as principais reivindicações dos trabalhadores estão a imediata contratação do quadro de reservas do concurso público, acatando decisão judicial de três anos atrás que determina o fim da terceirização na Celg.

Outra bandeira é por um acordo justo que  valorize os trabalhadores  com PLR e reponha as perdas da inflação.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários