fbpx

Terceirização na Prefeitura de Campinas é aprovada sob protesto

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região

A Câmara dos Vereadores de Campinas aprovou e a Prefeitura está autorizada a contratar empresas privadas para serviços nas áreas da saúde, educação, assistência social, cultura, esporte, meio ambiente e tecnologia.

O vereador Paulo Bufalo explica, na 2ª votação, que o projeto de lei complementar das OSs (Organizações Sociais) não significa qualidade no serviço público e que é uma forma de desperdício do dinheiro público.

“O governo Jonas fez uma opção e optou pela terceirização. A população perde na qualidade dos serviços e é uma entrada para a corrupção porque o sistema drena o dinheiro público para o ralo.” explica o vereador do PSoL, Paulo Bufalo.

 

Já os vereadores da base suprimiram artigo onde dizia que as empresas contratadas deveriam existir há pelo menos cinco anos. Assim, o pouco de controle que poderia haver também se perdeu.

Os servidores municipais e integrantes do Conselho Municipal de Saúde jogaram moedinhas de R$ 0,10 no fim da votação.

As moedas foram jogadas para demonstrar, segundo os manifestantes, que muitos parlamentares estão “comprados” pelo governo municipal. O valor da moeda, segundo eles, é o que eles mereciam: “São muito baratos”, disseram.

Assista aqui ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=_uakicda468

 

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top