Tag Archives: manifestação

Todo apoio ao Sintraturb e demais sindicatos catarinenses

Todo apoio ao Sintraturb, Centrais e demais sindicatos catarinenses

Todo apoio ao Sintraturb, Centrais e demais sindicatos catarinenses

Protesto não é crime! Nota de solidariedade da Intersindical ao Sintraurb de demais sindicatos catarinenses. A INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora denuncia a lastimável proposta do Vereador Bruno Souza, membro do grupo de extrema-direita MBL, que colocará em votação na Câmara Municipal de Florianópolis/SC, hoje (21/02) às 15h30, uma moção de repúdio ao Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Urbano da Grande Florianópolis) e demais entidades sindicais que organizaram o vitorioso Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência, na última segunda-feira (19/fev).

SINAI-RN participa de ato Contra a Reforma da Previdência

Dia de Luta: SINAI-RN participa de ato Contra a Reforma da Previdência

Nesta segunda-feira (19) o SINAI-RN participou do ato local unificado alusivo ao Dia Nacional Contra a Reforma da Previdência, convocado pelas principais centrais sindicas do Brasil, entre elas a INTERSINDICAL. Trabalhadores da administração indireta e das mais diversas áreas se uniram para dizer não à Reforma da Previdência proposta pelo governo Michel Temer.

Pressão popular enterra deforma da previdência

O Dia Nacional de Luta em defesa da aposentadoria neste 19/02 foi decisivo para inviabilizar a votação da reforma da previdência neste ano. O dia de luta foi marcado por greves, paralisações e grandes mobilizações em todo o país. Em São Paulo, além das paralisações, mais de 20 mil pessoas lotaram a Avenida Paulista pra protestar contra a tentativa de Temer entregar a previdência pública para os bancos.

intersindical, manifestação, reforma da previdência (PEC 287)

Trabalhadores/as realizam atos e paralisações em defesa da Previdência

Trabalhadores da farmacêutica Astrazeneca participaram de um ato organizado pelo Unificados nesta segunda-feira, 19/02, Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência Social. A fábrica localizada em Cotia conta com cerca de 1.200 trabalhadores/as. Diversas categorias profissionais e movimentos populares realizam desde as primeiras horas de hoje assembleias com atrasos de jornada, paralisações e greves em protesto a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 287) que impedirá a aposentadoria de milhões de brasileiros/as.

Bancários realizam pedágio contra a Reforma da Previdência

Bancários realizam pedágio contra a Reforma da Previdência

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região e a Intersindical Central da Classe Trabalhadora realizou pedágio nesta segunda-feira (Dia Nacional de Paralisações e Manifestações), dia 19/2, a partir das 11h, em frente à Estação da Cidadania, na Av. Ana Costa (340), em Santos/SP, com faixas e entrega de carta aberta à população denunciando o desmonte da Previdência com a Reforma que o governo tenta aprovar no Congresso Nacional.

Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência

Trabalhadores paralisam atividades neste Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência Social

O dia 19 de fevereiro acordou com uma forte mobilização em torno da luta contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo Temer. As centrais sindicais e movimentos sociais realizaram nas primeiras horas da manhã manifestações nos aeroportos em todo o Brasil, com abordagem aos deputados e assessores que se dirigiam à Brasília, mostrando a indignação do povo em frente à proposta.

Trabalhadores dos ônibus se somam em defesa da aposentadoria.

Trabalhadores dos ônibus se somam em defesa da aposentadoria

Mais de 4 mil trabalhadores do transporte público da capital paulista se reuniram em assembleia, na Quadra dos Bancários, no dia 07 de fevereiro, e decidiram pela adesão ao Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência. A ação prevista pela categoria será a paralisação dos serviços de transporte público no dia 19 de fevereiro. 

Baixe o jornal e saiba como Temer quer o fim da APOSENTADORIA

19 FEV – DIA DE LUTA: greves, paralisações e manifestações em todo país! CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O JORNAL DA INTERSINDICAL OU LEIA ONLINE. Pressão total sobre os deputados. Do voto do deputado na reforma, dependerá o voto  do povo trabalhador nas eleições. Se votar, não volta!

Nota das Mulheres da Intersindical sobre a construção 8 de março

Nota das Mulheres da Intersindical Central da Classe Trabalhadora sobre a construção do 8 de Março

Vivemos num momento em que a mulher trabalhadora sofre a cada dia as consequências do processo de precarização da vida, aprofundado com a reforma trabalhista, a terceirização, a EC 95 (Emenda Constitucional). A reforma da previdência ameaça aprofundar ainda mais esse quadro.

Trabalhadores vão às ruas em defesa da democracia, pelo direito de Lula ser candidato e contra a agenda do grande capital

Trabalhadores vão às ruas em defesa da democracia, pelo direito de Lula ser candidato e contra a agenda do grande capital

Milhares de trabalhadores foram às ruas nesta quarta-feira (24) em defesa da democracia e de Lula ser candidato. Em São Paulo, a INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora, juntamente com a Frente Povo Sem Medo e diversos movimentos populares de trabalhadores e trabalhadoras lotaram a Praça da República em defesa da democracia e contra as reformas trabalhista e da Previdência!

Ato em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato

Nota da Frente Povo Sem Medo em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato!

Juntamente com a Frente Povo Sem Medo e Brasil Popular, a Intersindical estará nas ruas pra dizer: a seletividade do judiciário na tentativa de cassação dos direitos políticos do ex-presidente é a continuidade do golpe pra manter a agenda de desmontes dos direitos sociais no Brasil.

Bancários protestam contra implementação da reforma trabalhista no Santander

Bancários protestam contra implementação da reforma trabalhista no Santander

Ação sindical reuniu trabalhadores e trabalhadoras que protestaram contra diversas medidas de implementação da reforma trabalhista no banco, como acordo individual de banco de horas semestral, alteração da data de pagamento do dia 20 para o dia 30 a partir de março de 2018, e modificação do pagamento do 13º salário, antes previsto para fevereiro e novembro e, agora, maio e dezembro.

Bancários paralisam Santander em Santos e no Brasil

Bancários paralisam Santander em Santos e no Brasil

A reforma trabalhista de Temer deixou o Santander livre para demitir em massa, fracionar férias e alterar regras para não pagar horas extras, e ainda mudar datas do crédito do salário e 13º unilateralmente, sem negociar com os trabalhadores.

Trabalhadores do Santander paralisam contra a Reforma Trabalhista

Trabalhadores do Santander paralisam nacionalmente contra a implantação da Reforma Trabalhista

As agências do Banco Santander Brasil amanheceram paralisadas nacionalmente nesta quarta-feira (20). Há poucos dias do Natal, Sérgio Rial demitiu 200 trabalhadores do banco como presente de Natal.

Municipários preparam Vigília no Paço Municipal pelo pagamento do 13º

Municipários preparam Vigília no Paço Municipal de Porto Alegre (RS) pelo pagamento do 13º

Os municipários de Porto Alegre estão sendo chamados a participar, no dia 13/12, a partir das 16h, da vigília no Paço Municipal como forma de exigir uma resposta do governo quanto ao pagamento do 13º salário. No mesmo dia, a direção do SIMPA pretende entregar novo ofício solicitando uma reunião entre o prefeito e representantes da diretoria do SIMPA.

PEC 181: Todas contra 18! Mulheres vão as ruas contra projeto que proíbe aborto em qualquer situação

PEC 181: Todas contra 18! Mulheres vão as ruas contra projeto que proíbe aborto em qualquer situação

Na tarde desta terça-feira milhares de mulheres pelo Brasil foram às ruas contra a PEC 181. Um projeto de Emenda Constitucional, que tramita na Câmara dos Deputados, conduzida por 18 Deputados, todos homens, que, na prática, proíbe o aborto em todos os casos. Até mesmo em caso de estupro.

GREVE NACIONAL 5/12: Contra reforma da Previdência Social!

Centrais Sindicais convocam GREVE NACIONAL dia 5/12 contra reforma da Previdência Social e em defesa dos direitos

As Centrais Sindicais convocam todas as entidades sindicais e movimentos sociais a realizarem ampla mobilização nas bases – assembleias, atos, debates e outras atividades – como processo de organização de uma Greve Nacional, no dia 5 de dezembro, contra as propostas de reforma da Previdência Social, que acaba com o direito à aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.

Votação da Reforma da Previdência é GREVE GERAL

Trabalhadores decidem: GREVE GERAL no dia da votação da reforma da Previdência Social

Com a Praça da Sé lotada, milhares de trabalhadores das mais diversas categorias, votaram por unanimidade: se o Congresso Nacional marcar votação da reforma da previdência o Brasil vai parar!

10/11: Unir o povo. Parar o Brasil! | INTERSINDICAL

10/11 – Parar o Brasil em defesa dos direitos!

Saiba mais: → É GREVE NACIONAL DIA 5/12: Contra reforma da Previdência Social e em defesa dos direitos! 10/11: Unir o povo. Parar o Brasil! Em defesa dos direitos, do serviço público e empregos para todas/os! 10 de novembro é Dia Nacional de Lutas. Em defesa dos direitos trabalhistas, da aposentadoria, do serviço e dos servidores

MTST conquista avanços para trabalhadores sem teto da Ocupação Povo Sem Medo

Em marcha histórica, MTST conquista avanços para trabalhadores sem teto da Ocupação Povo Sem Medo

As trabalhadoras e os trabalhadores do MTST tiveram uma importante vitória nesta terça-feira (31). Após mais de 10 horas de caminhada e 23 quilômetros percorridos de São Bernardo a São Paulo, o movimento finalmente conseguiu abrir uma mesa de negociação com o Governo do Estado, além de avançar em demandas para as outras ocupações do MTST.

Trabalhadores de Universidades e Institutos Federais paralisam nesta terça (10) em defesa do serviço público

Trabalhadores de Universidades e Institutos Federais paralisam nesta terça (10) em defesa do serviço público

Nesta terça-feira, 10 de outubro, os técnico-administrativos em educação da UFRGS, UFCSPA e IFRS irão paralisar suas atividades em mais um protesto contra os ataque ao plano de carreira da categoria e contra os cortes de investimentos nas Universidades e Institutos Federais.

INTERSINDICAL apoia a greve dos trabalhadores dos Correios

Nota da INTERSINDICAL em apoio à greve dos trabalhadores dos Correios

A INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora manifesta sua total e irrestrita solidariedade e apoio à greve das trabalhadoras e trabalhadores dos Correios. Os trabalhadores ecetistas seguem numa greve forte em suas 35 bases sindicais desde o dia 19 de setembro contra a privatização, o fechamento de agências, contra a pressão para adesão do plano de demissão voluntária, falta de concursos, dentre outros ataques aos direitos, além da luta por um aumento real dos salários.

Trabalhadores da empresa de ônibus Carris fazem paralisação contra privatização

Trabalhadores da empresa de ônibus Carris fazem paralisação contra privatização

Trabalhadores da empresa de ônibus Carris Porto Alegrense – a única empresa pública de transporte coletivo da capital do Rio Grande do Sul – realizaram na madrugada desta sexta-feira (22) uma pequena paralisação para dar um recado ao prefeito Nelson Marchezan: não somos ladrões e não aceitamos a entrega da empresa à iniciativa privada.

Pará educadores vão à greve em defesa dos direitos

Pará: educadores vão à greve em defesa dos direitos

O ato público de abertura da GREVE, na manhã desta quinta-feira (14), demarcou a posição da categoria, que farta da política mal direcionada do governo Jatene/PSDB para a área da educação, se deslocou ao Seducão onde pretendia audiência com a Secretária de Educação Ana Cláudia Hage. Porém, mesmo sendo antecipadamente informada do movimento paredista, a Secretária de Estado lamentavelmente ignorou o protesto e incumbiu aos seus subordinados a tarefa de atender aos manifestantes.

Grito dos Excluídos 2017: 7 de setembro - Brasil

Grito dos Excluídos 2017: Vida em Primeiro Lugar! Por direito e democracia, a luta é todo dia!

Grito dos Excluídos 2017 – O povo da rua não é lixo! Polícia leva cobertores e materiais de trabalho de quem dorme na rua desde que iniciou a gestão. A população de rua recebe jatos de água na madrugada mais fria do ano. Guarda Civil tenta impedir distribuição de sopa quente para moradores de rua e dependentes químicos no dia seguinte.

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Recife > Resultados 25/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Recife > Apresentação dos Resultados 25/11

Agenda de todas as atividades:

– Apresentação: Por que discutir um Programa para o Brasil? > São Paulo 26/08

– Democratização da Economia > Rio de Janeiro 16/09

– Democratização do Poder e da Política > Porto Alegre 30/09

– Democratização das Comunicações e Cultura > Fortaleza 14/10

– Democratização dos Territórios e Meio Ambiente > Belém 28/10

– Um Programa Negro, Feminista e LGBT > Belo Horizonte 11/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Belo Horizonte > Um Programa Negro, Feminista e LGBT 11/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Belo Horizonte > Um Programa Negro, Feminista e LGBT 11/11

Agenda de todas as atividades:

– Apresentação: Por que discutir um Programa para o Brasil? > São Paulo 26/08

– Democratização da Economia > Rio de Janeiro 16/09

– Democratização do Poder e da Política > Porto Alegre 30/09

– Democratização das Comunicações e Cultura > Fortaleza 14/10

– Democratização dos Territórios e Meio Ambiente > Belém 28/10

– Apresentação dos Resultados > Recife 25/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Belém > Territórios e Meio Ambiente 28/10

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Belém > Territórios e Meio Ambiente 28/10

Agenda de todas as atividades:

– Apresentação: Por que discutir um Programa para o Brasil? > São Paulo 26/08

– Democratização da Economia > Rio de Janeiro 16/09

– Democratização do Poder e da Política > Porto Alegre 30/09

– Democratização das Comunicações e Cultura > Fortaleza 14/10

– Um Programa Negro, Feminista e LGBT > Belo Horizonte 11/11

– Apresentação dos Resultados > Recife 25/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Fortaleza > Comunicações e Cultura 07/10

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Fortaleza > Comunicações e Cultura 07/10

Agenda de todas as atividades:

– Apresentação: Por que discutir um Programa para o Brasil? > São Paulo 26/08

– Democratização da Economia > Rio de Janeiro 16/09

– Democratização do Poder e da Política > Porto Alegre 30/09

– Democratização dos Territórios e Meio Ambiente > Belém 28/10

– Um Programa Negro, Feminista e LGBT > Belo Horizonte 11/11

– Apresentação dos Resultados > Recife 25/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Porto Alegre > Política 30/09

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Porto Alegre > Política 30/09

Agenda de todas as atividades:

– Apresentação: Por que discutir um Programa para o Brasil? > São Paulo 26/08

– Democratização da Economia > Rio de Janeiro 16/09

– Democratização das Comunicações e Cultura > Fortaleza 14/10

– Democratização dos Territórios e Meio Ambiente > Belém 28/10

– Um Programa Negro, Feminista e LGBT > Belo Horizonte 11/11

– Apresentação dos Resultados > Recife 25/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Rio de Janeiro > Economia 21/09

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: Rio de Janeiro > Economia 21/09

Agenda de todas as atividades:

– Apresentação: Por que discutir um Programa para o Brasil? > São Paulo 26/08

– Democratização do Poder e da Política > Porto Alegre 30/09

– Democratização das Comunicações e Cultura > Fortaleza 14/10

– Democratização dos Territórios e Meio Ambiente > Belém 28/10

– Um Programa Negro, Feminista e LGBT > Belo Horizonte 11/11

– Apresentação dos Resultados > Recife 25/11

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: São Paulo > Apresentação 26/08

Vamos! Sem medo de mudar o Brasil: São Paulo > Apresentação 26/08

Agenda de todas as atividades:

– Democratização da Economia > Rio de Janeiro 16/09

– Democratização do Poder e da Política > Porto Alegre 30/09

– Democratização das Comunicações e Cultura > Fortaleza 14/10

– Democratização dos Territórios e Meio Ambiente > Belém 28/10

– Um Programa Negro, Feminista e LGBT > Belo Horizonte 11/11

– Apresentação dos Resultados > Recife 25/11

Nossa História Não Começa em 1988! #MarcoTemporalNão!

Cerca de 2.500 indígenas foram às ruas de Fortaleza contra o Marco Temporal; mobilizações ocorrem em ao menos nove estados

Um estado com 32 mil indígenas, oriundos de 14 povos e distribuídos em 23 terras indígenas, sendo que apenas uma teve o procedimento demarcatório concluído. Na II Marcha da Terra dos Povos Indígenas do Ceará, ocorrida na manhã desta quarta-feira, 9. Tal contexto adensou uma semana de jornadas Brasil afora na campanha Nossa História Não

"São Paulo Não Está à Venda", reivindicam movimentos populares

“São Paulo Não Está à Venda”, reivindicam movimentos populares reunidos em plenária

Movimentos populares, sindicais, culturais e vereadores da cidade de São Paulo se organizaram nesta quinta-feira no Galpão do Folias para debater ações conjuntas contra as medidas do Prefeito João Dória (PSDB-SP), cujo objetivo é ampliar as privatizações no município.

Dia do Trabalhador Rural-MST ocupa fazendas de Blairo Maggi, Ricardo Teixeira, Eike Batista

Jornada nacional de lutas do MST ocupa fazendas de Blairo Maggi, Ricardo Teixeira, Eike Batista sob o lema: ‘Corruptos, devolvam nossas terras!’

25 de julho, Dia do Trabalhador Rural. Milhares de trabalhadores rurais ocuparam nesta terça-feira (25), Dia do Trabalhador Rural, fazendas ligadas a processos de corrupção ou a corruptos, e exigem a destinação das terras para assentamento de famílias sem terra, a saída dos golpistas instalados no Planalto e a convocação de eleições diretas.

Greve Geral contra as ‘reformas’ de Temer, Meirelles e Mercado

Dia 30/06 foi marcado por Greve Geral em várias capitais e cidades brasileiras contra as “reformas” da previdência e trabalhista, e pela anulação da lei de terceirização.

Químicos realizam atos e paralisações em empresas na 2ª Greve Geral

Trabalhadores químicos da região de Campinas e Osasco, bases do Sindicato Químicos Unificados, aderiram à Greve Geral neste dia 30/06 com atos nas portas de fábricas e participação em manifestações de rua.

Greve Geral: Bloqueios em ruas e rodovias contra as Reforma Trabalhista e Previdenciária, pelo Fora Temer e Diretas Já

Manifestantes em Greve Geral marcam a manhã desta sexta-feira (30) com bloqueios em rodovias, avenidas e ruas das principais capitais do país em protestos contra as reformas trabalhista, previdenciária e pela deposição do presidente Michel Temer.

Greve Geral: desde a madrugada com trabalhadores nas ruas em defesa da aposentadoria e dos direitos trabalhistas!

A Greve Geral deste dia 30/06 começou forte em diversas partes do Brasil! Trabalhadoras e trabalhadores estão nas ruas contra a Reforma Trabalhista, aprovada na CCJ do Senado, neste último dia 28, a Reforma da Previdência, em tramitação na Câmara dos Deputados, e pela saída imediata do ilegítimo e corrupto Michel Temer (PMDB).

GREVE GERAL: Nota das Pastorais do Campo: Por Direitos e Democracia, a Luta é Todo Dia!

É preciso pôr um fim às ações do governo golpista, entreguista e corrupto do presidente Michel Temer. Além de destruir os direitos dos/as trabalhadores/as das cidades e do campo, o governo Temer está acuado por acusações escabrosas e recorrentes e sob o inteiro domínio dos interesses do capital, de modo especial os ligados ao agronegócio.

Povo Sem Medo e Brasil Popular nas lutas do dia 30 de junho

A Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo reunidas no dia 23 de junho em São Paulo reafirmam seu apoio às greves e mobilizações convocadas para o dia 30 de junho contra a reforma trabalhista e em defesa dos direitos e da aposentadoria.

É GREVE GERAL em defesa da aposentadoria e direitos trabalhistas

Fortalecer a Greve Geral, preparar fortes paralisações da produção e da circulação e realizar grandes manifestações em todo o país. Esses são os principais desafios dos próximos dias colocados para todas as organizações que realmente se orientam pelos interesses da classe trabalhadora e da maioria do povo brasileiro.

NOTA DAS CENTRAIS SINDICAIS: Dia 30 de junho vamos parar o Brasil

A ação unitária das Centrais Sindicais tem resultado em uma grande mobilização em todos os cantos do país, como vimos nos dias 08 de março, 15 de março, na Greve Geral de 28 de abril e no Ocupa Brasília em 24 de maio.

Fora Temer

Dia 20 de junho é o nosso ‘Esquenta’ para a greve geral do dia 30/06

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora, ao lado da Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular, demais centrais sindicais e movimentos sociais, integra o Dia Nacional de Mobilização que será realizado nesta terça-feira (20) com panfletagem nas ruas, estações de trem, metrô e ônibus desde às 6 horas da manhã, assembleias em diversos sindicatos, palestras e mobilizações em geral para a divulgação da greve geral do dia 30 de junho.

Baixe o Jornal da Greve Geral do dia 30/06!

Já está disponível o jornal da Greve Geral que acontecerá em todo o Brasil no próximo dia 30/06 (sexta-feira). Além do tema por Diretas Já, a publicação também aborda a reforma da previdência, a reforma trabalhista e porque estamos parando nossas atividades em 30 de junho.

Pernambuco também tem ato pelas Diretas Já neste domingo (4)

Dezenas de artistas pernambucanos se reunirão neste domingo (4),na Praça do Carmo, no Sítio Histórico de Olinda, a partir das 15h, no evento ‘Não Me Venha com Indiretas’! A intenção dos realizadores é reforçar a vontade do povo brasileiro de escolher pelo voto direto e popular o presidente da República que, em breve, substituirá o governante ilegítimo Michel Temer.

Centrais sindicais preparam nova Greve Geral para fim de junho

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora e as demais centrais sindicais decidiram, em reunião realizada na última segunda-feira (29), em São Paulo, realizar uma nova Greve Geral na última semana de junho, pela manutenção de direitos, estratégias e desenvolvimento do País.

Trabalhadores de Portugal condenam repressão ao Ocupa Brasília

A CGTP-IN condena a violenta repressão dos manifestantes do movimento Ocupe Brasília, quando estes se dirigiam pacificamente para o Congresso Nacional na capital brasileira convocados pelas centrais sindicais deste país e pelo movimento popular.

Ocupa Brasília faz governo temer a unidade do povo e recorrer às Forças Armadas

A participação das centrais sindicais unidas e dos movimentos sociais unidos com pelo menos 200 mil pessoas foi determinante para o sucesso do Ocupa Brasília na quarta-feira (24). Prova disso foi a ação autoritária de Michel Temer, que temendo o poder de mobilização do povo contra as reformas e contra sua permanência na Presidência da República, editou um decreto concedendo poder de polícia às Forças Armadas para reprimir e dispersar o ato.

Ocupa Brasília: Centrais sindicais e Frentes populares se reúnem para organizar as manifestações deste dia 24

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora e as demais entidades que compõem a Frente Povo Sem Medo e a Brasil Popular reafirmam que estarão em Brasília pelo Fora Temer, por eleições diretas já e pela retirada imediata dos projetos das reformas (trabalhista e previdenciária).

Diversos ônibus da Intersindical já estão na estrada para o Ocupa Brasília

Os companheiros de localidades mais distantes já saíram de casa na manhã desta segunda-feira (22) para participar do Ocupa Brasília. O ato, que se realizará nesta quarta-feira (24) na capital federal com um sonoro ‘Fora Temer’, em defesa das ‘Diretas Já’ e da retirada de pauta dos projetos de reforma da Previdência e reforma trabalhista, promete ser um dos maiores protestos já realizados em unidade com todas as centrais sindicais e os movimentos sociais.

Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular avisam: movimentos vão às ruas lutar por Fora Temer e eleições direitas!

Os líderes dos movimentos sociais que compõem a Frente Povo Sem Medo e Brasil Popular avisaram quinta-feira (18) em coletiva de imprensa realizada em São Paulo: não vamos aceitar um golpe dentro do golpe. Os eixos “Fora Temer”, “retirada imediata das reformas Trabalhista e Previdenciária” e a retomada da democracia por eleições diretas nortearão a luta nos próximos dias.

Nota: Nenhuma reforma! Fora Temer. Diretas já. Soberania popular nas ruas e nas urnas

Diante das evidências que vieram à público nesta quarta-feira, 17, envolvendo o ilegítimo Temer e Aécio Neves, a Intersindical se soma às iniciativas da Frente Povo Sem Medo, em unidade com a Brasil Popular, para intensificar as mobilizações pela retirada imediata das “reformas” que desmontam os direitos sociais, pela anulação do projeto de trabalho temporário e terceirização sancionado pelo ilegítimo, pela derrubada de Temer e para que prevaleça a democracia, por meio de eleições diretas e com povo nas ruas.

Povo Sem Medo e Brasil Popular realizam aula pública “Resistência e Reorganização da Esquerda em Tempos de Golpe”

As Frentes Povo Sem Medo, Brasil Popular e o SIMPA realizam a Aula Pública “Resistência e Reorganização da Esquerda em Tempos de Golpe”, com Guilherme Boulos, coordenador do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto). No sábado, dia 13/5, às 14h, no Largo Zumbi dos Palmares. Também estarão presentes representantes das Centrais Sindicais e Movimentos Sociais.

Amanco usa PM e GCM para assediar trabalhadores em greve

A porta da Amanco/Mexichem, em Sumaré, amanheceu várias viaturas da Polícia Militar e Guarda Civíl Municipal, acionadas pela empresa para tenta intimidar os/as trabalhadores/as que desde o dia 2/5 mantém uma greve em defesa da pauta de reivindicações que foi entregue à empresa na semana passada pelo sindicato Químicos Unificados.

A maior greve da história não passou na TV

No dia 28 de abril, cerca de 40 milhões de trabalhadores paralisaram as atividades em todo o país. O dia da greve geral já é considerado o maior da história, foi mobilizada por centenas de entidades sindicais e sociais. Todos contrários às medidas de Temer para desmontar a Previdência Social (PEC 287) e os direitos trabalhistas (PL 6787/2016).

Top