fbpx

Tag Archives: júnior metalúrgico

Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói realizará sua eleição no próximo dia 28

Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói realizará sua eleição no próximo dia 28

Os metalúrgicos de ‪Niterói estão com a CHAPA 3! Cada dia cresce as declarações de apoio à CHAPA 3 para o Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói e Itaboraí. São Metalúrgicos da Enave, Aliança, UTC, demitidos do Vard, Brasa e Eisa, Metalúrgicos do Enaval, Aliança e Mauá, a população, os comerciantes, enfim, a Chapa 3 é a chama da

Direção Nacional Intersindical eleita - 2016/19 (1º Congresso Nacional)

Direção Nacional eleita – 2016/19 (1º Congresso Nacional)

SECRETARIAS E EXECUTIVA Secretaria Geral: Edson Carneiro Índio – São Paulo Secretaria de Finanças: Arlei Medeiros – Campinas/SP Secretaria de Combate às Opressões: Conceição – Belém/PA Secretaria de Relações Internacionais: Ricardo Saraiva BIG – Santos/SP Secretaria da Juventude Trabalhadora: Paula Coradi –Vitória/ES Secretaria de Formação Política: Amauri Soares – Florianópolis/SC Secretaria de Defesa do Serviço

Estaleiro Eisa Ilha fecha as portas e demite 3 mil trabalhadores

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora Os cerca de três mil funcionários do Estaleiro Eisa, na Ilha do Governador, foram surpreendidos nesta segunda-feira (14) com os portões da empresa lacrados e uma carta de demissão ao chegarem ao local de trabalho. A empresa do megaempresário German Efromovich justifica que o corte de pessoal é consequência

German não paga trabalhadores do Estaleiro Mauá, mas quis investir 250 milhões de euros em empresa aérea

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora Já faz mais de 50 dias que os 1200 trabalhadores do Estaleiro Mauá (EISA PETRO UM), demitidos no início de julho, estão sem receber suas indenizações trabalhistas. Além da onda de demissões e a ameaça de fechamento da empresa, outros 2 mil trabalhadores foram colocados em licença por tempo

Junior Metalúrgico denuncia situação dos trabalhadores no Estaleiro Mauá

Com a crise provocada no Estaleiro EISA Petro UM (Estaleiro Mauá), em Niterói (RJ), a única proposta é uma nova audiência somente para o dia 11 de setembro. De acordo com José Batista Júnior, dirigente sindical da categoria e da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, a situação está adormecida e o não há um

Diante de calote e demissões, trabalhadores ocupam Estaleiro Mauá

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora A parte alugada pelo Mauá para o Estaleiro Brasa também foi paralisada. Ocupação pode provocar prejuízo de R$ 500 mil por dia para empresa. O Estaleiro Mauá (EISA Petro UM) está ocupado desde a manhã de hoje por trabalhadores que tiveram seus direitos ignorados. Os 1000 funcionários do Estaleiro

Estaleiro Mauá demite milhares de funcionários e ameaça fechar as portas

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora Ao final do expediente desta quinta-feira, 02, o Estaleiro Mauá – controlado pela Eisa Petro Um – entregou carta aos 2 mil funcionários informando que não devem retornar ao trabalho até segunda ordem. Fez isso na mesma semana em que implantou o terror entre os trabalhadores. Demitiu 1.100 pessoas

Top