fbpx

Tag Archives: direitos humanos

Nota da Intersindical: Cabral Presente!

Nota da Intersindical: Cabral Presente!

A morte de sindicalistas na região não é um fato isolado, o companheiro Carlos Cabral é o quarto dirigente do seu sindicato a ser assassinado. A ação de pistoleiros assassinaram João Canuto (1985), Braz Oliveira (1990) e Expedito Ribeiro (1991).

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora será entregue aos presidentes do Senado e da Câmara. As centrais sindicais INTERSINDICAL, CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, UGT e CSB farão a entrega da plataforma amanhã, dia 20, ao presidente do Senado e à presidência da Câmara.

Centrais sindicais realizam lançamento da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

Centrais sindicais realizam lançamento da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

Juntas, as centrais sindicais lançaram nesta quarta-feira (6) o documento “Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora” que traz 22 propostas urgentes para fazer o Brasil retomar sua economia e desenvolvimento social. Faça aqui o download da Agenda Prioritária!

10 características do fascismo brasileiro

10 características do fascismo brasileiro

O fascismo não pode ser entendido como experiências históricas europeias isoladas e datadas, mas como uma corrente de pensamento, que de diferentes formas e intensidade, permanece até os nossos dias e disputa a condução da sociedade, cada vez mais próxima e mesclada com o liberalismo. No caso brasileiro, as características do fascismo estão associadas às condições específicas de nosso país, que é herdeiro de uma situação colonial, da escravidão, da dependência econômica, da ausência de uma elite nacionalista e de uma posição subalterna frente ao imperialismo.

Amauri Soares, PM da reserva: "Segurança pública é só pretexto"

Amauri Soares: “Segurança pública é só pretexto. Estão ali para que o povo pobre não se levante”

O caso da execução da vereadora Marielle Franco, no último dia 14, trouxe à tona a discussão sobre segurança pública e o mercado de armas e munições no Brasil. Para compreender melhor este cenário, a INTERSINDICAL conversou Amauri Soares, Policial Militar da reserva pelo estado de Santa Catarina e membro da Executiva Nacional da central.

Amauri Soares: A munição que matou Marielle | INTERSINDICAL

Amauri Soares | A munição que matou Marielle

Como dizia, “um” policial não pode desviar sozinho tantas munições. Falo porque trabalhei com isso. Tem um conjunto de procedimentos exigidos para se movimentar ou usar munições, mesmo que para instrução, e sua posterior descarga (devolução das cápsulas vazias ao local de origem). Munições transportadas pelos Correios? Quem autorizou isso é co-responsável por todas as mortes que tais munições causaram!

O Martírio de Marielle Franco | INTERSINDICAL

O Martírio de Marielle

A execução na última quarta-feira (14) da vereadora do PSOL no Rio de Janeiro, Marielle Franco deu início a uma comoção nacional sem precedentes na história recente do país. Não por acaso seu martírio – consequência do seu compromisso com a luta e a dignidade das mulheres negras e do povo das periferias cariocas – despertou milhares de pessoas em uma onda de manifestações que tomou o Brasil no dia 15.

Campanha alerta para a realidade do trabalho escravo no Brasil

Campanha alerta para a realidade do trabalho escravo no Brasil

Para marcar o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo (28 de janeiro), o Ministério Público do Trabalho lançará em Fortaleza, na próxima segunda-deira, a campanha nacional “Baseado em Fatos Surreais”. São mais de 20 peças publicitárias, entre vídeos, spots, anúncios para revistas, outdoor, busdoor e conteúdo direcionado às redes sociais.

PEC 181: Todas contra 18! Mulheres vão as ruas contra projeto que proíbe aborto em qualquer situação

PEC 181: Todas contra 18! Mulheres vão as ruas contra projeto que proíbe aborto em qualquer situação

Na tarde desta terça-feira milhares de mulheres pelo Brasil foram às ruas contra a PEC 181. Um projeto de Emenda Constitucional, que tramita na Câmara dos Deputados, conduzida por 18 Deputados, todos homens, que, na prática, proíbe o aborto em todos os casos. Até mesmo em caso de estupro.

Manifesto dos atingidos pela Samarco: Dois anos de lama, dois anos de luta!

Manifesto dos atingidos pela Samarco: Dois anos de lama, dois anos de luta!

Dois anos do rompimento da barragem de Fundão. Aniversário das incertezas. Dois anos e tudo que nós, atingidos, temos de concreto são pilhas de documentos redigidos a partir de horas exaustivas de reuniões e assembleias infindáveis. As ações mitigatórias nas áreas de moradia, educação, patrimônio, entre outras, possuem ainda caráter de emergência. Até quando nossas prioridades serão vistas como emergenciais?

Organizações brasileiras denunciam a Eurodeputados violações de direitos indígenas e quilombolas

Em audiência com eurodeputados, organizações brasileiras denunciam violações de direitos indígenas e quilombolas

Em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado, ocorrida na manhã desta terça-feira (31), organizações indígenas, indigenistas e quilombolas denunciaram à delegação de deputados europeus as recorrentes violações sociais ocorridas na atual conjuntura. O corte de verba da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), o congelamento dos gastos públicos com direitos sociais, a paralisação nas demarcações de territórios tradicionais, a perseguição a defensores de direitos humanos e os retrocessos ambientais foram assuntos abordados pela delegação de 13 eurodeputados.

CNBB Estado brasileiro fecha os olhos para trabalho escravo

CNBB: Estado brasileiro fecha os olhos para trabalho escravo

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) afirmou que Estado brasileiro faz fechar os olhos “dos órgãos competentes que têm a função de coibir e fiscalizar crimes de trabalho escravo”. Em nota divulgada nesta quinta-feira (26), a entidade religiosa chama a atenção para ações que “colocam o capital acima da pessoa humana, buscando lucros sem limite”.

Bancada ruralista quer criar Comissão para liberar trabalho escravo

Bancada ruralista quer criar Comissão para liberar trabalho escravo

A aviltante tentativa de liberar o trabalho escravo no Brasil ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (25). Um dos líderes da bancada ruralista no Congresso, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO), apresentou requerimento para criar uma Comissão Especial com propósito de “deliberar sobre todas as proposições em tramitação relativas a trabalho escravo, jornada exaustiva, trabalho forçado e à condição degradante, nos termos do artigo 149 do Código Penal brasileiro”.

Três indígenas detidos na Câmara dos Deputados

Três indígenas detidos na Câmara dos Deputados

Um indígena Kaingang, um Guarani e um Terena foram detidos no final da manhã desta quarta (18), em frente à Câmara dos Deputados, em Brasília. Ambos integravam o grupo de cerca de 100 indígenas que foram impedidos de entrar na audiência organizada pela bancada ruralista para discutir o que eles chamaram de “agricultura indígena”.

SC: Mulheres da saúde em greve neste 8 de março

Nesse ano, entidades e organizações de todo o mundo estão organizando uma greve internacional das mulheres no 8 de março. O objetivo é mostrar para os patrões do Brasil e do mundo que nossas vidas importam, que representamos mais de metade da população no planeta e que somos fundamentais para movimentar a economia e garantir o funcionamento da produção de riqueza (agricultura, indústria, serviços públicos essenciais, comércio, etc) das nossas nações.

Dia 8 de Março pelo fim da violência contra a mulher e o desmonte da previdência

No próximo dia 8 de março (quarta-feira), tem Ato Unificado das mulheres. Elas vão às ruas organizar um Dia Internacional de Luta contra o machismo, a violência, a cultura do estupro e também contra o desmonte da Previdência Social. A concentração será às 16h30 na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340, esquina com Francisco Glicério) com diversas atividades como música, teatro, exposição de fotografias e oficinas até a saída da marcha às 18h30.

Mulheres exigem igualdade de condições. Chega de opressão!

A opressão à mulher trabalhadora se observa em praticamente todas as dimensões da vida social. A desigualdade no mercado de trabalho, por exemplo, apesar de ser observada nos diversos cantos do mundo, é uma das marcas da formação social brasileira.

Capixabas aderem à Greve Internacional das Mulheres e realizam marcha no 8 de março

Com o lema “As capixabas vão parar! Contra a Reforma da Previdência e nenhum direito a menos”, no 08 de março o Fórum de Mulheres do Espírito Santo realizará uma marcha que sairá da Praça Oito, no Centro de Vitória, com concentração a partir das 8h. A iniciativa, que faz parte do calendário do Dia Internacional da Mulher, dialoga com a Greve Internacional que envolverá mulheres de todo o mundo na luta contra o machismo e o patriarcado.

Projeto de lei aprovado na Alerj quer cobrar multa de agressores de mulheres

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou hoje (7) um projeto de lei (PL 231/15) que determina que o autor de violência doméstica e familiar contra a mulher no estado, além da prisão, também deverá pagar multa, a qual deverá ser regulamentada pelo Executivo. A autora do projeto, deputada Martha Rocha (PDT), explicou que o objetivo da lei é combater esse tipo de violência de forma sistêmica e que o agressor arque com parte do custo dos serviços públicos de emergência utilizados no atendimento à vítima. O texto segue para sanção do governador Luiz Fernando Pezão.

Mulheres vão às ruas neste 8 de março dizer: se nossas vidas não valem, produzam sem nós! Basta de feminicídio!

Este 8 de março é uma data mais do que especial para o feminismo. Não só por manter viva a memória histórica de resistência e luta das trabalhadoras russas, há exatos 100 anos, como também, por ser um marco diante de tantas ameaças de perdas de direitos e declarações de ódio contras mulheres, no Brasil e no mundo.

Apresentação pública da Plataforma das Remoções

O Observatório de Remoções, grupo de pesquisa-ação na qual se integram pesquisadores/as dos LABCIDADE e LABHAB da FAU/USP e da Universidade Federal do ABC, convida todas e todos a participarem da apresentação pública da plataforma das remoções e debaterem sobre os resultados do mapeamento colaborativo que identifica ameaças e remoções, reintegrações de posse e despejos coletivos nas cidades de São Paulo, Santo André, Diadema, São Bernardo do Campo e Mauá.

Nota de Repúdio contra a Portaria Nº 68 que muda os procedimentos de demarcação das terras indígenas

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) atendendo o clamor de suas bases manifesta publicamente a sua indignação e repúdio à decisão do governo de facto de Michel Temer de publicar por meio do seu Ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, a Portaria Nº 68, de 14 de janeiro de 2017, através da qual, pretende mudar os procedimentos de demarcação das terras indígenas estabelecidos pelo Decreto 1775 / 96.

A política econômica da austeridade e a saúde

O livro ‘A Economia Desumana’, publicado no ano de 2013 sobre os impactos das políticas de austeridade nas condições de saúde dos países que enfrentaram algum tipo de crise, concluiu que as “recessões ferem, mas a austeridade mata”. Nele, os autores David Stuckler e Sanjay Basu mensuraram os efeitos dos cortes nos respectivos orçamentos da seguridade social, em específico da área da saúde, dos países.

MPF recomenda que Norte Energia pague em dez dias a verba de apoio aos ribeirinhos removidos por Belo Monte

O Ministério Público Federal (MPF) deu prazo de dez dias para que a Norte Energia S.A regularize o pagamento da verba de apoio para os ribeirinhos removidos por Belo Monte. A verba é uma obrigação determinada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) desde 2015, quando uma investigação mostrou que os grupos beiradeiros do Xingu estavam sendo removidos compulsoriamente e privados de seus meios de produção e reprodução do modo de vida.

Frente Povo Sem Medo realiza série de paralisações por todo o Brasil

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (11), diversas mobilizações de trabalhadoras e trabalhadores ganham força em todo o País. Trabalhadores da Frente Povo Sem Medo pararam e ocuparam fábricas, empresas e rodovias para chamar atenção contra a retirada de direitos que o governo Michel Temer tenta impor. Em São Paulo, as principais vias de

Dia Nacional de Greves começa forte em todo o País

Desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (11), diversas mobilizações de trabalhadores e trabalhadoras ganham força em todo o País. Sindicatos ligados à Intersindical Central da Classe Trabalhadora param fábricas e empresas, ocupam praças e chamam a população para o debate contra a retirada de direitos que o governo Temer tenta promover.

Bancários paralisam agências em Santos contra reformas do governo

A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e o Sindicato dos Bancários de Santos e Região (filiado à Central) realizam paralisações, nesta sexta-feira (11/11), das 21 agências bancárias no centro de Santos, das 10h às 12h, conforme “Calendário Nacional de Luta das Centrais Sindicais contra a PEC 55 (ex-241), Reformas Trabalhista e da Previdência”. “O

11/11 é Dia Nacional de Greves

Saiba mais: → 11/11 – Dia Nacional de Greves começa forte em todo o País Cruzar os braços, paralisar a produção e a circulação pra defender direitos sociais, o serviço público e a soberania nacional. O movimento sindical comprometido com a classe trabalhadora prepara para o próximo 11 de novembro o Dia Nacional de Greves.

Policia invade ENFF sem mandado de busca e apreensão

Os policiais chegaram por volta das 09h25, pularam o portão da Escola e a janela da recepção e entraram atirando em direção às pessoas que se encontravam no local Na manhã desta sexta-feira (04), cerca de 10 viaturas da Polícia Civil invadiram a Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF) em Guararema, São Paulo. De acordo os

Antônio Augusto Queiroz | Direitos ameaçados nos três poderes da República

A investida dos três Poderes sobre os direitos sociais dos trabalhadores é devastadora e até parece orquestrada, como se houvesse uma distribuição de tarefas entre eles. O Poder Executivo cuida do ajuste fiscal, voltado ao corte de direitos; o Legislativo, dos marcos regulatórios, destinados a retirar o Estado da prestação de serviços e da exploração da atividade econômica; e o Judiciário, notadamente o Supremo Tribunal Federal (STF), da desregulamentação ou flexibilização dos direitos trabalhistas.

Temendo o fim da Frente de Proteção Etnoambiental, povo Awá-Guajá promete trancamento de ferrovia da Vale

Com a redução de 30% dos recursos da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o próximo ano, cerca de 200 indígenas Awá-Guajá, reunidos nesta segunda-feira, 17, na aldeia Awá, no Maranhão, prometem trancar a Ferrovia Carajás, da Vale, caso o governo federal não ofereça garantias de que a Frente de Proteção Etnoambiental Awá-Guajá seguirá em

CDH - Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa - se é público é para todos

Campanha “Se é público é para todos” é lançada no Congresso Nacional

A Campanha “Se é público é para todos”, foi lançada na manhã desta terça-feira (18), no Congresso Nacional, em audiência pública realizada na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, presidida pelo senador Paulo Paim (PT-SP).

stf Constituição Federal

Instituto dos Advogados Brasileiros publica nota de ‘morte da Constituição Federal’

O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) soltou uma nota pública de “falecimento da Constituição Federal” logo após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter decidido manter a possibilidade de prisão após condenações por colegiado na segunda instância. O IAB afirma textualmente ter “o doloroso dever de comunicar” que foi “mortalmente ferida e sepultada hoje”, data do

“Sem Cerrado, sem água, sem vida”: campanha nacional em defesa do Cerrado é lançada em Brasília

A Campanha Nacional em Defesa do Cerrado, que tem como tema “Cerrado, Berço das Águas: Sem Cerrado, Sem Água, Sem Vida”, foi lançada durante coletiva de imprensa, nesta terça-feira (27), na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB),em Brasília. A atividade serviu para apresentar a campanha e debater os riscos que o avanço de grandes projetos e setores econômicos agressivos, como o agronegócio e a mineração, causam aos povos e comunidades tradicionais deste bioma e ao meio ambiente.

Nota Pública das ocupações Resiste Izidora (Minas Gerais)

Nota Pública do Resiste Izidora (Ocupações Rosa Leão, Esperança e Vitória)

Será realizado por 20 desembargadores que compõem o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o julgamento do processo judicial que decide o futuro das 8 mil famílias (cerca de 30.000 pessoas) que compõem as três ocupações da Izidóra – Rosa Leão, Esperança e Vitória – que, em 3,6 anos de luta já construíram mais de 5.000 casas de alvenaria e são comunidades em franco processo de consolidação.

ONU denuncia aumento de 50% na morte de indígenas e alerta que Constituição Federal não é cumprida

Relatório apresentado terça-feira (20) ao Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) enfatiza que a situação dos povos indígenas brasileiros “é a mais grave desde a adoção da Constituição Federal de 1988”, com um aumento de 50% nos assassinatos de indígenas no Brasil em menos de dez anos. O governo brasileiro se

Avenida Paulista teve mais um domingo de manifestações pelo Fora Temer, contra a retirada de direitos e por diretas já

Com shows, poemas, falas das frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, milhares de pessoas se reuniram no Vão Livre do Masp para mais um domingo de manifestações contra o governo golpista de Michel Temer, contra as retiradas de direitos em curso e por eleições direta

Violência contra povos indígenas no Brasil permanece acentuada: Cimi lança relatório com ‘Dados 2015’

Brasília, 15 de setembro de 2016 – O relatório Violência Contra Povos Indígenas no Brasil – Dados de 2015, publicado pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), evidencia a permanência do quadro de omissão dos poderes públicos em relação aos direitos dos povos indígenas, especialmente em relação ao direito à terra, o que impacta drasticamente no direito

Neste domingo (18): tomar as ruas por diretas já, contra retirada de direitos e fora Temer!

As ruas não ficarão vazias e a luta continua! Domingo será mais um dia de ocupar a Paulista! Leve seu cartaz, sua bandeira, sua família, vista-se da cor que quiser! Vamos pra rua, Cunha caiu, queremos vê-lo preso e nosso dinheiro devolvido! INFORME SOBRE A MANIFESTAÇÃO Pessoal, domingo(18/09) será o 4° grande ato Fora Temer,

Greve Geral para barrar o desmonte do serviço público e a retirada de direitos

Alçado ao comando do país por meio de um golpe, perpetrado pelo grande capital e suas conexões na mídia, em setores do judiciário, no congresso e nos centros do império, Temer se esforça para mostrar aos donos do dinheiro e do poder de que é capaz de entregar tudo o que prometeu para se viabilizar como “presidente da república”. Por isso, o Fora Temer é uma necessidade que a cada dia vai sendo sentida por amplas camadas da sociedade

Cimi lança hoje, dia 15, relatório com os dados de violência contra os indígenas no Brasil

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) apresenta hoje (15), às 14h30, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília, o relatório Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil – dados de 2015. Além dos organizadores do relatório, o lançamento contará com a presença de Elson Gomes Kaiowá, liderança do tekoha Kunumi Verá, localizado no município de Caarapó (MS),

60 mil nas ruas de novo pelo ‘Fora Temer’, diretas já e contra retrocessos!

Não tem arrego: próxima mobilização agendada! Encerrou no Ibirapuera a manifestação de 60 mil pessoas pelo Fora Temer. A Polícia tentou intimidar, mas a marcha seguiu. A próxima já está marcada: No próximo domingo, dia 18, vamos ocupar de novo a Avenida Paulista a partir das 14h! Clique na imagem abaixo e confirme presença no

PM cria mega operação para evitar marcha até a casa de Temer

Uma nona marcha de manifestações contra o governo de Michel Temer, por eleições diretas e contra a retirada de direitos civis, trabalhistas e previdenciários foi realizada quinta-feira (9), em São Paulo, sob forte esquema de segurança por parte da PM. Cerca de 15 mil manifestantes das Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular caminharam do

O Grito dos Excluídos é marcado pelo Fora Temer em diversas cidades do Brasil

Neste ano o Grito dos Excluídos, organizado pelas Pastorais Sociais, centrais sindicais e movimentos sociais, tradicionalmente no dia 7 de setembro, mobilizou milhares de pessoas em diversas cidades do país e ganhou adesões em diferentes locais de uma mesma cidade.

Ato Fora Temer, às 17h

O ato é convocado pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular. Concentração no Largo da Batata, na capital paulista, as 17h. A luta é por eleições diretas para Presidência da República. E pelo Fora Temer, que chegou ao comando do país através de um golpe. Vamos nos unir na defesa dos direitos sociais, trabalhistas e humanos que o governo golpista quer extinguir em benefício dos milionários do sistema financeiro.

Jornalistas denunciam agressões, terror psicológico e perseguições da PM fora das manifestações

Jornalistas, principalmente os de imagem e que realizam coberturas para a mídia alternativa e coletivos independentes, estão mobilizados diante da violência policial contra o trabalho destes profissionais nos últimos dias. Fotógrafos e cinegrafistas relatam casos de agressão física ocorridos durante as manifestações, e denunciam que têm sofrido pressão, violência psicológica e perseguições por parte da

PM de SP será denunciada na OEA por repressão sem limites contra manifestantes

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) anunciou ontem (5), durante coletiva de imprensa realizada no Sindicato dos jornalistas de SP, que a Polícia Militar de São Paulo será denunciada na Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) pela repressão e violência cometida contra manifestantes que participaram no último domingo (4) da passeata contra o governo Michel Temer.

Manifestação garantida neste domingo em SP

Apesar da Secretaria de Segurança Pública de SP tentar coibir o ato marcado para este domingo (4), as Frentes Povo Sem Medo e  Brasil Popular reiteram em nota oficial que não se calarão diante de ameaças veladas e desculpas esfarrapadas. NOTA OFICIAL DAS FRENTES POVO SEM MEDO E BRASIL POPULAR A Secretaria de Segurança Publica de

Grito dos excluídos: capixabas vão às ruas pedir justiça contra crime ambiental cometido pela Samarco

O Grito dos Excluídos chega a sua 22ª edição na próxima quarta-feira, 07. A concentração será a partir das 8h30, no Quiosque I, localizado na Praia de Camburi. Com o tema “A vida em primeiro lugar”, e lema, “Este sistema é insuportável: exclui, degrada e mata!”, o ato deste ano traz a reflexão sobre as desigualdades, injustiças sociais e outras mazelas que o atual sistema econômico impõe. Diante disso, a sociedade civil irá às ruas exigir justiça perante o crime socioambiental cometido pela Samarco, Vale e BHP Billiton com o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, Minas Gerais, no dia 5 de novembro de 2015.

Nota de repúdio ao atentado ocorrido no Al Janiah

Ontem, 31.08.2016, dia em que se consolidou o GOLPE no Brasil, o Bar e Restaurante Al Janiah foi violentamente atacado pela Polícia Militar, que jogou bombas no estabelecimento, aonde ocorria a apresentação de músicos brasileiros e sul africanos. Espaço de referência na luta da esquerda em São Paulo, construído por palestinos refugiados da Guerra na Síria

Justiça suspende licença de operação de Belo Monte por descumprimento da licença ambiental

A Justiça Federal concedeu liminar pedida pelo Ministério Público Federal (MPF) e ordenou ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) que suspenda os efeitos da licença de operação da usina de Belo Monte por desobediência da Norte Energia S.A às condições do licenciamento. A empresa deveria ter concluído a implantação de 100% do esgotamento sanitário

Golpe consolidado. Hora de vencer a perplexidade e reunir forças para o combate de resistência!

O golpe perpetrado pelo grande capital para aplicar uma agenda de retrocessos sociais e transferir a renda pública, a renda do trabalho e os recursos naturais do Brasil foi consumado nesta quarta-feira (31), com o apoio maciço da grande mídia nacional e dos 60 senadores que votaram a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff contra 21 que permaneceram na defesa da democracia.

Farsa e golpe: a canalhice a serviço dos bilionários!

Leia também: → Golpe consolidado. Hora de vencer a perplexidade e reunir forças para o combate de resistência! A maioria do Senado Federal acaba de chancelar a farsa e o golpe. A canalhice imperou. O ultraje à democracia e à Constituição Federal se constitui em declaração de guerra ao povo brasileiro. A Intersindical não apoiou a

Protestos contra o golpe são massacrados e reprimidos com detenções em SP

Integrantes de movimentos sociais e sindicais ocuparam ontem (29) diversas vias públicas do país e prometem fazer o mesmo nesta terça-feira (30) e quarta-feira (31) em protestos contra o golpe orquestrado pela direita conservadora para implementar uma política recessiva e antipopular por meio das reformas previdenciária e trabalhista, entre outras. Em São Paulo, a manifestação

Volkswagen monitorava trabalhadores

Os Trabalhadores, o Legado da CNV e a Campanha Reparar Já!: o caso Volkswagen como ponto de partida

Gostaríamos de convidá-los a serem participantes ativos deste momento de encontro. Desde o término da Comissão Nacional da Verdade no fim de 2014 insistimos na necessidade de dar continuidade aos trabalhos de verdade, memória, justiça e reparação. Acreditamos que uma das frentes imprescindíveis para o seguimento desta busca é a investigação e a responsabilização das

CNDH indígenas Cristian Theófilo

Relatório sobre violações de direitos da população indígena no Sul é apresentado no CNDH

Na manhã de sexta-feira (12), em reunião do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), foi apresentado e aprovado o relatório do Grupo de Trabalho (GT) sobre os Direitos dos Povos Indígenas e das Comunidades Quilombolas da Região Sul, produzido a partir da missão que investigou violações de direitos sofridas pelos povos indígenas desta região. O

Indígenas, quilombolas e pescadores pedem a Alemanha que não importe produtos de quem agride suas vidas e territórios

Povos indígenas, quilombolas, pescadores e pescadoras e extrativistas realizaram uma caminhada na Avenida das Nações, em Brasília, na manhã desta quinta (11), denunciando aos países importadores de commodities produzidas pelo agronegócio no Brasil as violações e agressões promovidas por esse setor contra seus direitos, seus territórios e suas vidas. Ao fim da caminhada, uma comissão

Audiência Pública em SP contra a retirada de direitos é marcada por presença massiva e forte comoção

O auditório Domingos Galante, do Sindicato dos Químicos, no bairro da Liberdade, em São Paulo, foi tomado na última quinta-feira (11) por trabalhadores e trabalhadoras, representantes sindicais e de movimentos sociais, auditores do trabalho, procuradores e juízes, assustados com a artilharia pesada dos inúmeros projetos de lei que tentam dizimar os direitos sociais dos brasileiros

Nova agenda de mobilização contra a perda de direitos trabalhistas e sociais

Belém (PA): 7 de outubro;
Recife (PE): 14 de outubro;
Cuiabá (MT): 21 de outubro;
Salvador (BA): 4 de novembro;
Natal (RN): 11 de novembro;
São Luís (MA): 18 de novembro;
Rio de Janeiro (RJ): 21 de novembro;
Curitiba (PR): 2 de dezembro.

Crimes de pistolagem em conflitos agrários crescem 637%, diz Pastoral

Relatório diz que 1,4 mil casos foram registrados em Mato Grosso em 2015. Na região de Novo Mundo, 17 pessoas teriam sido ameaçadas de morte. O número de crimes de pistolagem em conflitos agrários em Mato Grosso aumentou 637% em apenas um ano, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (27) pela Comissão Pastoral da Terra de

PM prende Eduardo Suplicy e o detém durante reintegração de posse em SP

A truculência da Polícia Militar se expande sem limites. Se até mesmo o ex-senador Eduardo Suplicy, preso nesta segunda-feira, foi vítima, o que dirá o cidadão comum, sobretudo se for pobre e negro, defendendo uma área ocupação por pessoas que não têm onde morar. O ex-senador e ex-secretário de Direitos Humanos de São Paulo, Eduardo

Dia 27: Lançamento da Frente Povo Sem Medo em Campinas

Convocatória Frente Povo Sem Medo Campinas Somos o Povo Sem Medo! Somos trabalhadores e trabalhadoras nas indústrias, nas ruas, nos escritórios, nas lojas, nos palcos; moradores e moradoras de ocupações, de periferia, do centro, de aluguel; estudantes secundaristas, universitários; desempregados; mulheres, e homens, indignados e indignadas contra os golpes contra o povo brasileiro. Passado um

Em nota, MPF divulga informações preliminares sobre ataque a indígenas em Caarapó

O Ministério Público Federal (MPF), por meio da Força Tarefa Avá Guarani, publicou na tarde desta quarta-feira (13) uma nota em que informa dados preliminares sobre o último ataque sofrido pelos índios Guarani e Kaiowá em Caarapó (MS), na noite de 11 de julho. Representantes da instituição estiveram no local e ouviram indígenas e sitiantes.

Defender Nossos Direitos, Radicalizar a Democracia!

FORA TEMER! O POVO DEVE DECIDIR! DEFENDER NOSSOS DIREITOS, RADICALIZAR A DEMOCRACIA! Não precisou nem dois meses para que as máscaras caíssem e as razões do golpe fossem expostas em praça pública. O aprofundamento de uma política antipopular e entreguista veio já nos primeiros dias. E logo ficou claro que a suposta batalha contra a

Índios ocupam sedes da Funai contra política indigenista do governo Temer

Os povos indígenas e servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) ocuparam, nesta quarta-feira (13), ao menos 22 sedes regionais do órgão em 16 estados e no Distrito Federal durante o ato “Ocupa Funai”. Promovido pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), os índios com seus cocares, colares e cartazes nas mãos foram às

As dinastias da Câmara

Quase a metade dos deputados são herdeiros de familiares cujo poder político, em alguns casos, remonta ao período colonial. Na foto: Pedro Cunha Lima (PSDB-PB), aos 25 anos deputado mais votado na Paraíba em 2014, filho do ex-governador e hoje senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) Conhecida por debates acalorados quando se trata de discussões sobre a

Em novo ataque a Caarapó (MS), três indígenas são baleados; menino de 17 anos está em estado grave

Homens armados em quatro caminhonetes e um trator atacaram violentamente os indígenas Guarani e Kaiowa acampados no tekoha Guapoy, na Terra Indígena (TI) Dourados-Amambaipeguá I, na noite desta segunda, 11, no município de Caarapó (MS), no mesmo local onde foi assassinado o agente de saúde Clodiodi de Souza no mês passado. Três pessoas foram atingidas

Conflitos raciais nos Estados Unidos expõem velhas práticas contra negros e pobres

Todos os Estados Unidos estão sob forte tensão após a execução de dois homens negros pela polícia na última terça-feira (5) e quarta-feira (6), e a morte de cinco policiais na quinta-feira (7), em Dallas, no Texas, durante uma passeata contra o racismo. No fim de semana, milhares de manifestantes saíram às ruas nas principais

Livro de portaria do DEOPS revela conluio criminoso entre FIESP, Consulado Americano e a Ditadura

Um livro de visitas que revela as relações promiscuas entre a repressão da ditadura militar com a Federação das Indústrias de São Paulo e o Consulado Americano. Esse é o livro de visitas do Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (DEOPS), que registra em apenas algumas páginas 34 visitas de Claris

Declaração da Frente Povo Sem Medo

Julho de 2016 – Não precisou nem dois meses para que as máscaras caíssem e as razões do golpe fossem expostas em praça pública. O aprofundamento de uma política antipopular e entreguista veio já nos primeiros dias. E logo ficou claro que a suposta batalha contra a corrupção serviu mesmo para levar uma quadrilha ao comando do

Indígenas temem indicação de general do exército para presidente da Funai

Diante da possível indicação, cada vez mais certa, do membro do Partido Social Cristão (PSC) e general reformado Roberto Sebastião Peternelli à presidência da Fundação Nacional do Índio (Funai), organizações indígenas se mostram preocupadas. A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) se manifestou publicamente na sexta-feira, (1/7), contra a efetivação do militar ao cargo

Em nota, Apib se manifesta contra possível nomeação de militar à presidência da Funai

Diante da consolidação, no decorrer desta semana, da indicação do general reformado Roberto Sebastião Peternelli, membro do Partido Social Cristão (PSC), à presidência da Fundação Nacional do Índio (Funai), a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) se manifestou publicamente nesta sexta-feira, 1º de julho, contra a efetivação do militar ao cargo do órgão indigenista

Novo livro reflete sobre inclusão das mulheres no mercado de trabalho

Livro reúne textos de mais de 30 autoras nacionais e internacionais e documenta os limites da incorporação das mulheres na esfera pública. Em 2008, foi implementado em 21 comunidades e favelas do Rio de Janeiro o programa Mulheres da Paz (MP) para capacitar mulheres moradoras de regiões com elevados índices de criminalidade. O projeto durou até meados

Comissão Interamericana de Direitos Humanos condena assassinato de Guarani e Kaiowá

Washington, D.C. – A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) condena o assassinato de Clodiodi Aquileu Rodrigues de Souza, um líder indígena Guarani-Kaiowá de 26 anos, da comunidade de Dourados-Amambai Pegua I, em Mato Grosso do Sul, Brasil. A CIDH manifesta sua preocupação com os altos índices de atos de violência contra as comunidades indígenas

Top