Nota da Intersindical em solidariedade às famílias desabrigadas pelo desabamento do prédio ocupado em São Paulo

Nota da Intersindical em solidariedade às famílias desabrigadas pelo desabamento do prédio ocupado em São Paulo

QUEM OCUPA, NÃO TEM CULPA!

A Intersindical lamenta profundamente o incêndio e desabamento do prédio em São Paulo que abrigava os moradores da Ocupação Paissandú. É mais um triste Dia dos Trabalhadores com esta tragédia que representa o descaso do poder público em relação a quem não tem onde morar.

Consideramos irresponsável e criminosas as afirmações do atual Governador do Estado de São Paulo, Márcio França, do Prefeito afastado, João Dória Júnior, e do Deputado Federal, Eduardo Bolsonaro.

São claras opiniões de quem não atua em defesa da moradia digna, compactua com a especulação imobiliária, não conversa com moradores de ocupações, cortiços e favelas e não tem sensibilidade alguma com a população mais empobrecida e, por anos a fio, mais marginalizada da cidade.

Não há justiça social quando políticos que deveriam atuar para o fim do deficit habitacional, agem criminalizando milhares de famílias que não têm onde morar, e estes mesmos políticos seguem privilegiando a especulação imobiliária.

Assim como não há justiça social, quando Juízes e Desembargadores, que recebem em média R$ 30 mil, possuem diversos imóveis pela cidade, recebem auxílio moradia – apelidados por eles de “penduricalhos” -, no valor de 4 mil reais.

A Intersindical repudia veementemente tais atitudes que visam criminalizar os movimentos sociais. Estas posições apenas contribuem para seus fins eleitoreiros e para ampliara a ignorância em torno de um debate tão complexo como o direito à moradia, previso na Constituição Federal de 1988.

Seguimos chocados e perplexos com tamanho descaso com uma tragédia desta dimensão.

Porém, prestamos nossa total solidariedade às famílias desabrigadas e seguimos na luta denunciando o total desprezo do poder público em relação à falta de um projeto de reforma urbana que privilegie concretamente os habitantes mais pobres da cidade.

QUEM OCUPA, NÃO TEM CULPA!

INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora

Ajuda às famílias desabrigadas

Se alguém quiser ajudar as famílias da ocupação que “misteriosamente” foi incendiada e desmoronou nesta madrugada,no Largo do Paissandú – SP, elas estão precisando de tudo, pois tudo que tinham virou cinzas!

Segue uma breve lista emergencial do que estão precisando:
-comida;
-água;
-roupas – infantis e adulto;
-fraldas.
-sapatos;
-itens de higiene;
-colchão/ colchonetes;
-cobertas;

e o que mais vocês acharem que uma pessoa precisa.

Há pontos que estão recebendo essas doações:
Ocupação Mauá – Rua Mauá 340
Paróquia Santa Ifigênia: Rua Santa Ifigênia, 30
Ocupação Luana Barbosa – Rua Dr Augusto Miranda 22
Cruz Vermelha – Av. Moreira Guimarães, 699

Em frente à galeria do rock e na sé também estão recebendo doações!!

Qualquer ajuda é bem vinda!
Compartilhe esse post para que mais pessoas possam ajudar!


ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

facebook/intersindical.central

YouTube/IntersindicalCentral

instagram/intersindical_cct

twitter/intersindical

Postagens Relacionadas

*

Top