Sintepp exige bloqueio de bens de envolvidos em desvio de recursos do transporte escolar de Parauapebas

Sintepp exige bloqueio de bens de envolvidos em desvio de recursos do transporte escolar de Parauapebas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

A sociedade paraense foi surpreendida na noite de ontem (18), com a notícia da prisão, por parte da Polícia Federal (PF), de seis pessoas nos municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás, região sudeste do estado.

Segundo a PF os detidos, incluindo autoridades e empresários, desviavam recursos públicos do transporte escolar, através de licitações fraudulentas, cujo montante chega a R$ 7 milhões.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Entre os envolvidos estão a Secretária de Educação de Parauapebas, Juliana Sousa Santos e seu Ex-secretário Adjunto de Educação, Chirlean Rodrigues Costa.

Mais do que surpresa, a notícia causa indignação a todos, considerando a situação de marginalização que milhares de crianças, adolescentes e jovens vivem por todo o Pará, na capital e, principalmente, pelo interior. À subtração de direitos, que vai desde as péssimas condições das escolas públicas, desmanteladas e sucateadas, passando pela péssima qualidade da alimentação escolar, comprova-se agora, inclusive, com a subtração do dinheiro do transporte escolar que deveria garantir um direito básico para todo brasileiro: o acesso ao ensino.

Mais uma vez fica comprovado também a privatização daquilo que é público, do povo, por particulares.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará – SINTEPP, através das suas Subsedes, entidade representativa legítima dos trabalhadores e trabalhadoras da educação pública, tem denunciado exaustivamente os gestores que se apropriam indevidamente das verbas públicas para enriquecer o seu patrimônio particular, assim foi em Conceição do Araguaia, na região sul do estado, recentemente.

Exigimos o imediato bloqueio dos bens dos envolvidos na fraude, para que seja garantida a devolução aos cofres públicos de todo o recurso desviado, a manutenção da prisão dos mesmos e o impedimento futuro da ocupação de cargos públicos, em todas as esferas do serviço público no país, federal, estadual e municipal, pelos envolvidos no caso.

Fonte: Sintepp

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários