Setoriais

Zema Caloteiro! Moradia é um direito!

Acontecem neste momento, em Belo Horizonte três manifestações simultâneas das famílias da Ocupação Vicentão pelo cumprimento do acordo firmado com o Governo de MG e pelo pagamento do bolsa moradia.

Ocupações urbanas alvos de invasão policial

Nos dias 22 e 23 de outubro as Ocupações Vila Canaã (Barreira do Vasco) e Moisés (Centro/Lapa) foram vítimas de invasão e abuso policial, respectivamente. A Polícia Militar tem tentado intimidar as ocupações urbanas organizadas pelas Brigadas Populares, através de ameaças e batidas policiais.

Nota da Intersindical: Cabral Presente!

A morte de sindicalistas na região não é um fato isolado, o companheiro Carlos Cabral é o quarto dirigente do seu sindicato a ser assassinado. A ação de pistoleiros assassinaram João Canuto (1985), Braz Oliveira (1990) e Expedito Ribeiro (1991).

Ocupação Novo Rumo, FICA!

Ocupação Novo Rumo, FICA!

A Ocupação Novo Rumo, localizada na Vila Gomes, no município de São Paulo, está sob risco de despejo.

Reintegração de posse da Ocupação Vicentão suspensa!

Reintegração de posse da Ocupação Vicentão suspensa!

No dia 26-06-18 o Desembargador Marcelo Rodrigues, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça-MG, suspendeu decisão que autorizava despejo das famílias moradoras da Ocupação Vicentão, que ocupam para fins de trabalho e moradia prédio antes abandonado pertencente ao antigo Banco Hércules, na rua Espírito nº 461.

Ocupação Povo Sem Medo/Pavuna eleva a temperatura no Rio de Janeiro!

Ocupação Povo Sem Medo/Pavuna eleva a temperatura no Rio de Janeiro!

Na manhã do dia 14 de junho, centenas de moradores da Ocupação Povo Sem Medo e da comunidade da Gringolândia, na Pavuna, organizados pelas Brigadas Populares e pela Associação de Moradores da FICAP, lotaram o Plenário e as galerias da Câmara Municipal do Rio de Janeiro para uma Audiência Pública da Comissão Especial de Moradia que tinha como finalidade debater a regularização das duas comunidades.

MST dá início à 3ª Feira Nacional da Reforma Agrária

Veja a programação da 3ª Feira Nacional da Reforma Agrária, do MST

Além de mais de 200 toneladas de alimentos orgânicos e sem agrotóxicos produzidos em 23 estados do Brasil, trazidos à capital paulista por cerca de 800 feirantes oriundos de cooperativas rurais e propriedades familiares, o evento contará ainda com intensa programação cultural de quinta-feira a domingo.

M.Officer é condenada por escravidão | INTERSINDICAL

M.Officer é condenada por escravidão

No dia 20 de março a4ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo julgou improcedente o recurso da M5 Indústria e Comércio (controladora da M.Officer) que havia sido condenada em primeira instância por empregar “trabalho análogo à escravidão” em ação do Ministério Público do Trabalho.

Ameaça de despejo ilegal à Ocupação Povo Sem Medo - RJ!

Ameaça de despejo ilegal à Ocupação Povo Sem Medo – RJ!

No dia de ontem, 16/03, moradores da Ocupação Povo Sem Medo – RJ, no bairro da Pavuna, Zona Norte do Rio de Janeiro, foram ameaçados por homens armados nos arredores da Ocupação. A antiga proprietária do imóvel, a empresa Bergitex, já tentou despejo ilegal uma vez, com utilização de homens armados à paisana. Mais uma vez, a vida das centenas de famílias que ocupam o imóvel abandonado há mais de vinte anos pela Bergitex têm suas vidas colocadas em risco.

Movimentos sociais ocupam sede da Rede Globo, no Rio

Movimentos sociais ocupam sede da Rede Globo, no Rio

Movimentos sociais ocupam a sede da Globo no Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (22)  no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio de Janeiro. O objetivo da ação era criticar a cobertura do grupo de mídia das acusações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Brigadas Populares Temos que barrar o desmonte em curso

Temos que barrar o desmonte em curso

Desde o momento do golpe que destitui da presidência uma presidenta legitimamente eleita sem que motivos plausíveis fossem comprovados, juntamente com [email protected] [email protected] [email protected] deste país temos chamado a atenção para o projeto de desimpedimento que aqui se alastra, principalmente na Amazônia, para que grupos internacionais possam se instalarem ou ampliarem suas instalações necessárias à uma exacerbada expropriação.

Jagunços tentam assassinar dirigente do MST em Minas Gerais

Jagunços tentam assassinar dirigente do MST em Minas Gerais

Na tarde desta quarta-feira (6), por volta das 16h30, dois homens armados cercaram o dirigente do MST, Silvio Netto, apontando armas contra sua cabeça. Silvinho, como é conhecido, voltava da área Quilombo Campo Grande (antiga Usina Aridnópolis), onde é assentado, quando os homens o obrigaram a parar o carro e realizaram as ameaças.

MTST Grande Marcha dos Sem Teto

MTST faz Marcha de São Bernardo a São Paulo contra despejo de ocupação

Junte-se à Grande Marcha dos Sem Teto! Na próxima terça-feira, dia 31, o MTST organizará uma marcha histórica. Milhares de trabalhadores sem-teto sairão da Ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo em caminhada até o Palácio do Governo de São Paulo, no Morumbi, a partir das 6h da manhã.

Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária MST ocupa INCRA-SP

Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária: MST ocupa o INCRA-SP

A luta faz parte da Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária que acontece em todo o Brasil, desde o dia 16 de outubro, quando se comemora o Dia Mundial da Alimentação em Defesa da Soberania Alimentar, e tem por objetivo denunciar os retrocessos na Reforma Agrária promovidos pelo Governo Golpista, como cortes no orçamento de 2018, desmantelamento das políticas públicas, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), além da perda dos direitos trabalhistas e previdenciários dos trabalhadores e das trabalhadoras rurais e o aumento da grilagem de terras.

Ocupação Povo Sem Medo-RJ

Nasce a Ocupação Povo Sem Medo-RJ

Na manhã de 9 de Outubro, dezenas de famílias, caminhantes da corda bamba entre a miséria e a Cruz do aluguel, tomaram a decisão que talvez seja a mais importante de suas vidas: ocupar um galpão abandonado para destinar-lhe à finalidade de moradia na Pavuna, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Todo apoio à Ocupação Povo Sem Medo, em SBC!

Todo apoio à Ocupação Povo Sem Medo, em São Bernardo do Campo!

Cerca de sete mil famílias ocupam um terreno em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. A área está abandonada há décadas e possui dívidas milionárias com IPTU não pago. A ocupação completou no último domingo trinta dias de muita resistência, solidariedade e participação popular.

TRF paralisa mina da Vale, no Pará, por danos a índios Xikrin e Kayapó

TRF paralisa mina da Vale, no Pará, por danos a índios Xikrin e Kayapó

As atividades da mineradora Onça Puma, subsidiária da Vale que explora uma mina de níquel no município de Ourilândia do Norte, no sudeste do Pará, deverão ser suspensas por ordem do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). A ordem responde o pedido do Ministério Público Federal (MPF) para que sejam pesquisados os danos causados pela atividade sobre os índios Xikrin e Kayapó. Mais de 150 indígenas acompanharam o julgamento em Brasília.

Garimpeiros mataram índios 'flecheiros' no Vale do Javari

Garimpeiros mataram índios ‘flecheiros’ no Vale do Javari, confirma MPF do Amazonas

O Ministério Público Federal do Amazonas confirmou nesta sexta-feira (8) à agência Amazônia Real um dos dois massacres em investigação pela Polícia Federal contra índios isolados na Terra Indígena Vale do Javari, extremo oeste do Amazonas. As mortes por garimpeiros dos índios conhecidos como “flecheiros” aconteceu no mês de agosto no rio Jandiatuba, afluente do rio Solimões, no município de São Paulo de Olivença, na fronteira com Peru e Colômbia.

“Nós vamos lutar com a nossa vida, ministro” O Jaraguá é Guarani!

“Nós vamos lutar com a nossa vida, ministro”: O Jaraguá é Guarani!

Depois de acamparem em frente ao Ministério da Justiça, em Brasília, e ocuparem o escritório da Presidência da República, em São Paulo, onde um grande ato reuniu milhares de pessoas, os Guarani finalmente obtiveram uma agenda com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, no final da tarde de ontem (30), na capital federal.

Povo Guarani ocupa Secretaria da Presidência, em São Paulo

Povo Guarani ocupa Secretaria da Presidência, em São Paulo

Hoje, quarta-feira (30), o povo Guarani ocupou a secretaria da Presidência da República, na Avenida Paulista em São Paulo, porque o Governo Temer invadiu no último dia 21/8 a nossa casa, a Terra Indígena Jaraguá. Em Brasília nossos xondaros também estão acampando em frente ao Ministério da Justiça.

Brasil está próximo de ter risco extremo de trabalho escravo

Brasil está próximo de ter “risco extremo” de trabalho escravo

O Brasil é o país da América Latina e Central onde os negócios correm mais risco de serem envolvidos em trabalho escravo. Os números são da Verisk Maplecroft, uma consultoria britânica de estratégia e risco corporativo. Segundo o levantamento, 60% dos países pesquisados tem risco “alto” ou “extremo”.

TRT-2 mantém condenação da rede Pernambucanas por trabalho análogo à escravidão

TRT-2 mantém condenação da rede Pernambucanas por trabalho análogo à escravidão

A rede Pernambucanas recorreu e perdeu em decisão de segunda instância da 7ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) que manteve, por unanimidade, a condenação ao pagamento de R$ 2,5 milhões por danos morais coletivos, além de multa, pela sujeição de trabalhadores ao trabalho análogo ao de escravo. 

Comissão Guarani Yvyrupa: Fora Temer - o Jaraguá é Guarani!

Nota da Comissão Guarani Yvyrupa: Fora Temer – o Jaraguá é Guarani!

O Ministro da Justiça, o Sr. Torquato Jardim, assinou uma portaria inédita de “des-declaração” da nossa Terra Indígena do Jaraguá. Enquanto a Constituição Federal diz expressamente que nossos direitos sobre nossas terras tradicionais são originários e imprescritíveis, o Ministro da Justiça diz que nossos direitos prescreveram, graças à assessoria da Sra. Azelene Inácio, uma traidora dos povos indígenas, e ao apoio do Palácio dos Bandeirantes, cujo nome já diz tudo.

Conquista da água. Resiste Izidora!

Conquista da água na Izidora

Água e terra são vida. Os poderosos tentam nos privar das fontes de vida para manter o povo submisso. Que seja 100% pública a Copasa.

Lima: o coronel de Michel Temer | INTERSINDICAL

Lima: o coronel de Temer

Desde 2016, o MST vem denunciando a relação espúria entre o presidente Michel Temer e o Coronel Lima, citado na delação da JBS

Em Tremedal, comunidade de Vereda continua apreensiva com mineradora

Em Tremedal, comunidade de Vereda continua apreensiva com mineradora

As investidas do empreendedor Danilo Martins, com a extração de granito na comunidade de Vereda, em Tremedal, Sudoeste baiano, deixa a todos os habitantes apreensivos. A extração já depositou lixo dentro do Riacho da Capivara, que abastece a única fonte de água da comunidade, além da supressão de vegetação em Área de Preservação Permanente (APP).

Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas

Dez anos após declaração internacional, indígenas ainda sofrem

Em seu décimo aniversário, a Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas enfrenta sérios obstáculos para proteger populações tradicionais em todo o mundo. Segundo a relatora especial da ONU para os direitos dos povos indígenas, Victoria Tauli-Corpuz, a expansão das indústrias extrativistas, do agronegócio e dos “megaprojetos” de desenvolvimento e infraestrutura que invadem as reservas ainda permanecem como as principais ameaças para a maioria dos povos indígenas.

Dia do Trabalhador Rural-MST ocupa fazendas de Blairo Maggi, Ricardo Teixeira, Eike Batista

Jornada nacional de lutas do MST ocupa fazendas de Blairo Maggi, Ricardo Teixeira, Eike Batista sob o lema: ‘Corruptos, devolvam nossas terras!’

25 de julho, Dia do Trabalhador Rural. Milhares de trabalhadores rurais ocuparam nesta terça-feira (25), Dia do Trabalhador Rural, fazendas ligadas a processos de corrupção ou a corruptos, e exigem a destinação das terras para assentamento de famílias sem terra, a saída dos golpistas instalados no Planalto e a convocação de eleições diretas.

Temer negocia direitos favores políticos Conselho Indígena de Roraima

Temer negocia nossos direitos em troca de favores políticos, denuncia Conselho Indígena de Roraima

Em carta direcionada ao procurador geral da república, Rodrigo Janot, Conselho Indígena de Roraima (CIR) pede que a Procuradoria Geral da República (PGR) tome “providencias necessárias e urgentes contra a efetividade de qualquer ato administrativo dos itens inconstitucionais”. O CIR denuncia a inconstitucionalidade do parecer emitido ontem (20) pela Advocacia Geral da União e assonado pelo presidente da República. O embasamento para o parecer corresponde a Ação 3388/RR, que decidiu a demarcação da Terra Indígena (TI) Raposa Serra do Sol (RR), em 2009.

acampamento Maria da Conceição – 8 de Março: acampados e acampadas nas terras de Eike Batista lutam para evitar despejo

Acampados e acampadas nas terras de Eike Batista lutam para evitar despejo

O acampamento Maria da Conceição – 8 de Março realizou nesta segunda-feira, 17, um trancamento na BR 381, na altura de Santa Terezinha, município de Itatiaiuçu, com objetivo de denunciar o despejo iminente das 600 famílias que residem no local. A área pertence à Eike Batista e foi ocupada durante a jornada nacional de lutas das mulheres. 

Kaingang protestam em Brasília contra assédios e má gestão na saúde indígena

Indígenas Kaingang de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul protestaram na tarde de segunda (3) em frente à sede da Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai), em Brasília. As lideranças reivindicam que o governo federal investigue as denúncias de assédio moral e sexual e má gestão de recursos do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) da Região Sul, que atende os estados do RS e SC.

GREVE GERAL: Nota das Pastorais do Campo: Por Direitos e Democracia, a Luta é Todo Dia!

É preciso pôr um fim às ações do governo golpista, entreguista e corrupto do presidente Michel Temer. Além de destruir os direitos dos/as trabalhadores/as das cidades e do campo, o governo Temer está acuado por acusações escabrosas e recorrentes e sob o inteiro domínio dos interesses do capital, de modo especial os ligados ao agronegócio.

Em Brasília, adolescentes Guarani Kaiowa do Conselho Aty Guasu denunciam violações contra a população indígena

Na última quinta-feira (22), uma delegação de 24 adolescentes e jovens Guarani Kaiowa foi recebida pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmem Lúcia, em Brasília. Acompanhavam a delegação lideranças do Conselho Aty Guasu, do Aty Guasu das Mulheres e do Aty Guasu de Jovens. A incidência nos órgãos federais, promovido pelos conselhos em parceria com a organização Imagem da Vida, que trabalha com educação em direitos humanos e valorização das diversidades, denunciou violações contra os povos indígenas no estado do Mato Grosso do Sul.

Famílias reocupam área pública no Pará

O MST no estado do Pará emitiu na tarde desta quarta-feira (21) uma nota contextualizando o conflito por terras na região de Curionópolis. No último dia 19, as famílias que produzem nas terras reocuparam o local onde fica o Acampamento Frei Henri.

Roraima é o estado com mais violência doméstica contra a mulher

Com base em estudos feitos no Brasil, a Human Rights Watch estima que a maioria das mulheres é assassinada por parceiros e ex-parceiros. Levantamento de fevereiro de 2017, somente um quarto das mulheres que sofrem violência no Brasil reporta a agressão à polícia. Não há discriminação dos dados por estado.

A luta se faz com pressão popular: vitória do MTST em São Paulo

Mais de 10 mil trabalhadoras e trabalhadores do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) enfrentaram o frio desta terça-feira (13) para parar o centro econômico da cidade e garantir que o compromisso firmado em março, em resposta à ocupação de 22 dias do Movimento em frente ao Escritório da Presidência, seja de fato cumprido.

Nota do Conselho do Cimi: Vivemos um contexto onde tenta-se impor um regime de exceção

O Conselho do Cimi, composto pelas coordenações regionais e diretoria da entidade, reunido de 06 a 09 de junho, em Luziânia, Goiás, refletindo sobre o contexto sociopolítico, econômico e jurídico pelo qual passa o Brasil, vem a público para manifestar sua inconformidade e seu repúdio aos ataques institucionais desencadeados contra povos indígenas, seus direitos e aliados.

Madeireiros se reúnem e ameaçam invadir aldeia Pyhcop Catiji Gavião (MA) a qualquer momento

Integrantes da Guarda Florestal Indígena do povo Pyhcop Catiji Gavião, da aldeia Rubiácea, bloquearam nesta terça-feira, 13, uma estrada aberta por madeireiros para a retirada ilegal de madeira da Terra Indígena Governador, no sudoeste do Maranhão. Um integrante do bando criminoso forçou a passagem e o conflito se estabeleceu, ainda sem notícia oficial de feridos. Desde então, em represália, os madeireiros passaram a se concentrar e ameaçam invadir a aldeia Rubiácea a qualquer momento.

IBGE constata: trabalho infantil cresce entre crianças de 5 a 9 anos no Brasil

O mapeamento da situação do trabalho infantil do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o número de trabalhadores precoces corresponde a 5% da população que tem entre 5 e 17 anos no Brasil. Elas estão nos semáforos, nos lixões, em feiras, restaurantes, no campo, em indústrias ou dentro de casa.

Chacina de Pau D'Arco

Nota de repúdio à chacina de Pau D’Arco (PA) e ao governo de Simão Jatene

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora manifesta sua indignação e repúdio a mais uma chacina de trabalhadores e trabalhadoras que ocorreu no Pará, cujo governo de Simão Jatene (PSDB) há 20 anos instalado na máquina pública, já está se acostumando a ver tal situação sem que tome providência no sentido de impedir a concretização dessa  perversa realidade.

Nota das centrais sindicais em solidariedade à Ocupação Chico Prego, no ES

As diretorias estaduais do Espírito Santo da CUT, da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, da CSP/CONLUTAS e o Sindicato dos Servidores Públicos do ES manifestam total apoio à Ocupação Chico Prego, localizada no Ed. Maria Clara da Silva, e repúdio a decisão judicial de 2ª instância que deferiu pedido liminar de reintegração de posse do prédio em questão.

Ocupação Maria Guerreira, em BH, em iminente ameaça de despejo!

Mais de 100 famílias da Ocupação Maria Guerreira, localizada no bairro Copacabana em Belo Horizonte, estão ameaçadas de despejo por uma decisão horrorosa do Juiz da 3ª Vara dos feitos da Fazenda Pública Municipal que, sem observar os direitos fundamentais e o princípio da dignidade humana, estipula um prazo de 72 horas para os moradores saírem de suas casas, sem apresentar qualquer alternativa de moradia e ainda prevê multa para o Estado caso este opte pela via democrática e justa do diálogo e negociação.

Chacinas

Com 10 executados no PA, Brasil tem 25 mortos em chacinas no campo em 40 dias

O ano de 2017 começa a entrar para a história como um dos períodos mais sangrentos para camponeses desde a redemocratização, em 1985. Uma sequencia de três chacinas ocorridas em menos de 15 dias, na segunda quinzena de abril, e deixou 15 mortos. Com o massacre desta quarta-feira (24/05) em Pau D’Arco, no Pará, são 25 homicídios em apenas 40 dias, somente em massacres.