Servidores municipais de Fortaleza podem decretar greve por tempo indeterminado já na próxima sexta-feira (26/02)

Em assembleia geral dos servidores e empregados públicos municipais de Fortaleza, realizada no último dia 19/02, foi deliberada a realização de um ato público na próxima sexta-feira (26/02) contra as perdas salariais anunciadas pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT). No mesmo dia haverá nova assembleia da categoria que poderá optar pela greve por tempo indeterminado.

No momento, os professores municipais já se encontram em greve, agentes de saúde e de endemias e fiscais municipais estão em estado de greve e odontólogos e enfermeiros do Programa Saúde da Família (PSF) iniciam greve nesta segunda-feira (22/02).

    LISTA INTERSINDICAL

    RECEBA INFORMAÇÕES IMPORTANTES NO SEU E-MAIL

    Em reunião com dirigentes sindicais no dia 15/02/16, o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT) disse claramente: qualquer eventual reajuste salarial para servidores e empregados públicos municipais de Fortaleza este ano, não chegará nem a repor a inflação do ano passado, que em Fortaleza foi de 11,43%, tendo por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    O Sindifort e as entidades que compõem o Fórum Unificado dos Servidores e Empregados Públicos Municipais reivindicam 19,46% de reajuste salarial, o que equivale a recuperar o poder de compra que os servidores tinham em maio de 2008.

    Na sexta-feira (26/02/16) a concentração está marcada às 8h na Praça da Bandeira (ao lado da Faculdade de Direito da UFC). De lá, os servidores seguirão em caminhada até o Paço Municipal onde realizam nova assembleia geral. E avisam: se não houver mudança na posição da Prefeitura, os servidores deverão aprovar greve por tempo indeterminado.

    Inscreva-se
    Notificar de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    Ver todos os comentários
    Top
    0
    Comentex
    ()
    x