Servidores da Guarda Municipal de Fortaleza (CE) iniciam greve no sábado, 23/07

Servidores da Guarda Municipal de Fortaleza (CE) iniciam greve no sábado, 23/07

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Servidores  da carreira de Segurança da Guarda Municipal de Fortaleza deliberaram hoje, 19, em assembleia geral o estado de greve da categoria com início da greve por tempo indeterminado no próximo sábado, 23. Os servidores têm nova assembleia na próxima quinta-feira, 21, às 8h na sede da GMF, quando reforçam a mobilização para o início da greve e avaliam eventuais propostas da Prefeitura.

A partir do início da greve será garantido um percentual do contingente da GMF que permanecerá trabalhando, conforme estabelece a Lei de Greve e também em respeito à população.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A assembleia de hoje convocada pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais de Fortaleza (Sindifort), aconteceu na sede da GMF (rua Delmiro de Farias, 1900, Rodolfo Teófilo).

As principais reivindicações da categoria são:

– Melhores condições de trabalho, com garantia de segurança para desempenhar as funções, inclusive com distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), tais como coletes;
– Apuração dos atentados contra a sede da GMF e punição dos responsáveis;
– Início do processo de capacitação para uso de armas de fogo, conforme estabelece legislação;
– Ampliação do efetivo com convocação dos concursados da 2ª Turma.

Durante a assembleia, uma das constatações dos servidores é de que há cobrança para que eles realizem trabalho policial e de segurança, sem que sejam dadas  condições efetivas para tal.

Ataques contra servidores

Na madrugada do dia 14/07, homens encapuzados invadiram a sede da Guarda, efetuaram aproximadamente 20 disparos e fugiram.

Já no dia 16, voltaram a disparar contra o prédio, lançaram  bomba incendiária e novamente se evadiram.

Desde a semana passada que se intensificaram os ataques contra as forças de segurança no Ceará. Além da GMF foram atacadas viaturas da PM e do Corpo de Bombeiros, delegacias, além de ônibus terem sido incendiados.

Nos dias 15 e 18, as direções da GMF e da  Secretaria Municipal De Segurança Cidadã (Sesec), receberam  as entidades sindicais e servidores de base. No entanto, Até agora não foi apresentada nenhuma resposta que atenda aos anseios da categoria.

Sobre a situação da GMF, o Sindifort divulgou nota pública onde afirma:

“A agressão reflete não só a violência desenfreada que toma conta de Fortaleza e do Ceará, mas também o descaso e o despreparo com os quais as autoridades públicas, em particular o governador Camilo Santana (PT) e o prefeito Roberto Cláudio (PDT), tratam da segurança da população e dos servidores.

A facilidade que os criminosos tiveram para atacar a sede da GMF mostra o perigo ao qual os servidores do órgão estão expostos. O prédio não tem segurança adequada. Os servidores trabalham em condições precárias, sem estrutura, armamento e equipamentos compatíveis. Falta segurança e sobram precariedades.

Fortaleza aparece hoje como a cidade mais violenta do Brasil e a 12ª mais violenta do mundo segundo ranking da Organização Não Governamental mexicana ‘Seguridad, Justicia y Paz’.

A violência é um problema social e que não vem de hoje, mas não é mais aceitável que a segurança pública continue sendo tratada com a atual política de avestruz ou com ações paliativas, enquanto a maioria da população e os servidores são vítimas constantes de assaltos, furtos, estupros e mortes.”

Fonte: Sindifort

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários