Senado aprova o troca-troca de partidos sem mexer no fundo partidário e no tempo de rádio e TV

Senado aprova o troca-troca de partidos sem mexer no fundo partidário e no tempo de rádio e TV

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

O Senado aprovou na quarta-feira (9), em dois turnos e com 61 votos favoráveis, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 113/2015, que legaliza o troca-troca partidário e abre um prazo de 30 dias – a contar a partir da promulgação da emenda constitucional – para que ocupantes de cargos eletivos possam deixar os partidos pelos quais foram eleitos sem perder o mandato.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), já avisou que vai definir a data de promulgação da PEC em acordo com os líderes partidários, mas a previsão é de que isso ocorra ainda neste mês.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Além de legitimarem a farra da infidelidade partidária, os senadores decidiram que a desfiliação não será levada em conta para fins de cálculo dos vultosos recursos do fundo partidário reservados a cada agremiação e do tempo no rádio e na televisão.

Isso significa que um partido ganhará o parlamentar, mas quem o perdeu não terá prejuízos na contabilização dos recursos do fundo ou do tempo de TV.

Como a possibilidade de mudar de partido sem perder mandato já havia sido aprovada pelos deputados, a emenda vai à promulgação.

Os demais itens do texto aprovado pela Câmara – incluindo o fim da reeleição para presidente, governador e prefeito – ainda será examinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários