fbpx

Sem definição de reajuste, servidores municipais de Fortaleza poderão decretar greve por tempo indeterminado na próxima sexta (26)

Apesar da forte chuva que caiu no Centro da cidade na manhã desta sexta-feira, 19 de fevereiro, o Sindifort realizou assembleia geral dos servidores e empregados públicos municipais de Fortaleza, na sede do sindicato. Na pauta, a Campanha Salarial 2016.

Em reunião com dirigentes sindicais no dia 15/02/16, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) foi claro: qualquer eventual reajuste salarial para servidores e empregados públicos municipais de Fortaleza este ano, não chegará nem a repor a inflação do ano passado, que em Fortaleza foi de 11,43%, tendo por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Diante disso os servidores reunidos em assembleia geral deliberaram pela realização, na próxima sexta-feira, 26/02/16, de uma marcha até o Paço Municipal. A concentração acontece às 8h na Praça da Bandeira (ao lado da Faculdade de Direito da UFC).

Da praça, os servidores seguem em caminhada até o Paço Municipal onde realizam nova assembleia geral. Se não não houver mudança na posição da Prefeitura, os servidores deverão aprovar greve por tempo indeterminado. O Sindifort e as entidades que compõem o Fórum Unificado dos Servidores e Empregados Públicos Municipais reivindicam 19,46% de reajuste salarial, o que equivale a recuperar o poder de compra que os servidores tinham em maio de 2008.

Até a próxima sexta-feira, o Sindicato realizará assembleias setoriais em vários órgãos.

No momento, os professores municipais já se encontram em greve, agentes de saúde e de endemias e fiscais municipais estão em estado de greve e odontólogos e enfermeiros do Programa Saúde da Família (PSF) iniciam greve na segunda-feira, 22/02.

Fonte: Sindifort

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top