Secretaria Geral

Classe trabalhadora não pode se calar diante do fascismo

Frente ampla contra o fascismo

É gravíssima a escalada da violência, do fascismo e da degeneração da democracia brasileira, golpeada desde 2016. O infame assassinato de Marielle e os ataques a tiros à caravana de Lula na tarde de ontem, dia 27, entre outros atentados de violência, são demonstrações inequívocas de que os setores democráticos, progressistas e da esquerda precisam conformar uma ampla frente democrática contra o fascismo e o avanço da direita.

Índio | Reforma Trabalhista: cinco tiros de morte nos direitos e no futuro do Brasil

O Senado Federal acelera para votar sem debates o PLC 38/2017, da ‘deforma’ trabalhista. Temer e sua base parlamentar manobram para que nenhuma alteração seja feita no texto que veio da Câmara que garante aos empresários uma cesta de novas opções – na linguagem do mercado – para contratar mão de obra, podendo escolher entre tantas modalidades, aquela que propiciar menor custo e melhor se adaptar ao negócio.

Índio: Futuro do Brasil enfrenta semana decisiva

Fim do décimo terceiro, férias e descanso remunerado para milhões de pessoas que serão pejotizadas, legalização do bico para outros que serão contratados em regime intermitente, redução das garantias da CLT através da negociação abaixo da lei para diversas outras categorias, terceirização irrestrita para os demais. Essas e outras barbaridades compõem o que o governo chama de “reforma” trabalhista e deve ser votada nessa semana na Câmara dos Deputados.

Nota da Secretaria Geral

Em defesa da democracia e dos direitos da classe trabalhadora Não precisa ser apoiador do governo Dilma ou petista para