fbpx

SC: governo estadual descumpre promessa de convocar concursados

Secretário descumpre promessa e afirma que não vai haver chamada de concurso

A promessa feita pelo secretário João Paulo Kleinubing de que haveria a contratação de 270 servidores, chamados do concurso público de 2012 da Secretaria do Estado da Saúde (SES), não vai sair do papel. Esse é o tratamento dado pelo governo de Raimundo Colombo à saúde púbica.

A confirmação foi dada pelo próprio secretário – atualmente afastado e atuando como deputado federal em Brasília. Quando interpelado pela diretoria do SindSaúde/SC, no seu gabinete na Câmara Federal, ele afirmou que a chamada não vai ocorrer por conta de uma resolução do Grupo Gestor do governado Raimundo Colombo que suspende até o final do ano “quaisquer processos que impliquem em aumento de despesa da folha de pagamento”.

Consultada, a Secretaria do Estado da Fazenda, onde encontra-se parado o processo aberto pela SES para chamar os novos servidores, afirmou através de sua assessoria:  “não há previsão de liberação porque no momento o Estado está impedido de fazer novas contratações de servidores em função da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O Estado já gasta mais de 48% da Receita Corrente Líquida com folha de pagamento, extrapolando o limite prudencial da lei. Santa Catarina tem enfrentado queda na arrecadação por conta da crise econômica e precisamos reduzir as despesas para alcançar o equilíbrio nas contas públicas.”

A Fazenda afirmou ainda que as vagas previstas no edital do concurso de 2012, e cuja validade termina no próximo dia 7, já foram preenchidas. Faltou então dar uma solução para o déficit de 3 mil servidores reconhecido pela SES.

Fonte: Sindsaúde-SC

 

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top