fbpx

Dia 27/07 participe da plenária “São Paulo é Nossa!”

Dia 27/07 participe da plenária "São Paulo é Nossa!"

SÃO PAULO É NOSSA!

Movimentos sociais e culturais da cidade de São Paulo vão se reunir por uma cidade mais justa e contra as ações do prefeito Dória. Muita luta tem acontecido e agora é a hora de juntar forças, somar esforços. O governo tem retirado recursos e sucateado serviços, privatizado o patrimônio público e reforçado o conservadorismo.

Com o encontro dos movimentos e lutadores queremos estabelecer pontos de contato entre nossas diferentes lutas e, ao mesmo tempo, reforçar o apoio à cada um dos movimentos da cidade. São Paulo é nossa!

Convidamos a todas e todos os lutadores da cidade para uma plenária conjunta de movimentos contra o Dória. Um espaço plural, com toda a diversidade do nosso povo, de jovens, mulheres, negras e negros, periféricos. Um espaço horizontal, composto por diferente visões e voltado para a mobilização e a luta de rua, onde todas e todos sejam parte de uma luta pelo direito à cidade.

Os cortes no orçamento, concentrados nas áreas sociais, afetaram pastas e programas da prefeitura. A cultura teve um corte de quase metade das verbas e, com isso, espaços estão sendo fechados, a virada foi um fracasso e educadores sociais estão sendo dispensados. A educação também sofreu cortes, afetando o transporte escolar e a distribuição de leite para os alunos mais carentes. Os parques tiveram o maior corte em termos proporcionais, e agora estão sendo colocados à venda. A saúde também está comprometida com a diminuição de recursos. A mobilidade urbana é sucateada com diminuição do tempo do bilhete dos estudantes e a restrição dos idosos.

A política de redução de gastos e arrocho, onde a conta da crise é paga pelas trabalhadoras e trabalhadores, é a mesma que o governo golpista de Michel Temer está levando adiante no governo federal. Por isso que o prefeito João Dória é um dos principais apoiadores do Temer (assim como o governador Alckmin). Dória é igual a Temer, e ambos apoiam a reforma trabalhista que retira direitos dos trabalhadores e a reforma da previdência que vai fazer o trabalhador trabalhar até morrer sem aposentar.

A prefeitura quer passar para a iniciativa privada os bens da cidade. Parques, cemitérios, bibliotecas, centros culturais, bilhete único e seus dados, serviços da saúde, são todos alvos do interesse das empresas e a prefeitura está colocando à venda. As privatizações não melhoram a qualidade dos serviços e diminui a transparência e o controle. Empresa privada visa o lucro, e não a satisfação das pessoas.

A prefeitura adotou políticas desastrosas, mostrando que é um péssimo gestor que só faz propaganda. Primeiro, apagou os grafites da 23 de Maio, depois removeu os moradores de rua para área cercada e removeu seus pertences, e ainda autorizou o aumento de velocidade nas marginais levando a mais acidentes e óbitos. Fez violentos ataques na cena de uso de drogas na região da Luz conhecida como cracolândia. Tem uma visão excludente e preconceituosa: fechou a secretaria de mulheres e a secretaria de promoção da igualdade racial.

A ação da prefeitura na cracolândia foi higienista e desumana, atacando população, de maioria negra, já carente e excluída. Sua real motivação, longe de querer tratar os usuários de drogas, é valorizar os terrenos da região e ajudar a especulação imobiliária. A opção pela internação reforça o estigma do usuário como incapaz e é uma violência, contra a reforma psiquiátrica e a luta antimanicomial. Desmonta as políticas de redução de danos, de acolhimento e inserção social, em favor das clínicas e comunidades terapêuticas, grandes negócios no fundo. 

A saúde está sendo sucateada com o corte de verbas de 25% na secretaria, que aponta para o fechamento do AMAS e UBS, desorganização do sistema e queda de qualidade no atendimento. Além disso, o prefeito quer acabar com a entrega de remédio pelo SUS, prejudicando a população periférica que não tem acesso próximo de casa às grandes redes de farmácia.

Tem muita luta para fazer. São muitos os motivos para gente se reunir. Contra a privatização e pelo direito à cidade, contra as reformas que retiram direitos, pelo Fora Temer e por Diretas já. Convidamos todas e todos os lutadores da cidade para uma grande plenária de movimentos, para ampliar a luta e propor uma cidade mais justa e fraterna. Até lá!

SERVIÇO

Plenária São Paulo é Nossa!
Data: 27/07, 19h
Local: Galpão do Folias. 
Endereço: Rua Ana Cintra, 213 (próximo ao Metrô Santa Cecília – mapa)
Pauta: informes das lutas e iniciativas comuns.

Dia 27/07 participe da plenária "São Paulo é Nossa!"


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top