fbpx

Santander obriga bancários a buscar novos clientes fora do expediente

Denúncias indicam que trabalhadores são obrigados e ir a pontos de ônibus e feiras, entre outros locais, para vender produtos do banco espanhol

O banco Santander não cansa de “inovar” quando o assunto é exploração do trabalhador para ampliar seus lucros bilionários. Desta vez as denúncias vem da Regional Litoral Sul, que tem obrigado bancários a buscar novos clientes, nas ruas, fora do horário de expediente.

Na Baixada Santista a Regional Litoral Sul abrange as cidades de São Vicente, Cubatão, Praia Grande, Mongaguá, Itanhém e Peruíbe. Segundo as informações que chegam à diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, os gestores têm exigido que os trabalhadores vão até pontos de ônibus, rodoviárias, feiras livres e até reuniões de venda de cosméticos para tentar abrir novas contas e vender produtos bancários. Tudo isso antes ou depois do expediente.

“O assédio e a pressão ficam ainda piores porque o bancário e a bancária precisam provar que foram até os locais. Uma prática absurda”, comentou a diretora do Sindicato e empregada do Santander, Vanessa Gonçalves.

“O Sindicato está apurando as denúncias e juntando elementos para tomar as medidas cabíveis. Frequentemente temos que atuar para combater novos métodos de assédio, criados pelo banco, e dessa vez não será diferente”, afirmou Fabiano Couto, diretor do Sindicato e funcionário do Santander.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Santos e região

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top